RESENHA: Infinito + um

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Título: Infinito + um
Autora: Amy Harmon
Resumo: Quando duas pessoas se tornam aliadas improváveis e foras da lei quase sem querer, como podem vencer todos os desafios?

Bonnie Rae Shelby é uma estrela da música. Ela é rica, linda e incrivelmente famosa. E quer morrer.
Finn Clyde é um zé-ninguém. Ele é sensível, brilhante e absurdamente cínico. E tudo o que ele quer é uma chance na vida.
Estranhas circunstâncias juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro. Tendo o mundo contra eles, esses dois jovens, tão diferentes um do outro, embarcam numa viagem alucinante que não só vai mudar a vida de ambos, como pode até lhes custar a vida.
Infinito + um é uma história sobre fama e fortuna, sobre privilégios e injustiças, sobre encontrar um amigo por trás da máscara de um estranho — e sobre descobrir o amor nos lugares mais inusitados.


 Confesso que comecei essa leitura com as expectativas nas nuvens, e quando terminei estava no chão, literalmente. Antes de comprar, li dezenas de resenhas para ter certeza de que o queria, mas esse romance simplesmente não me quis...
 Bonnie é uma cantora famosa, rica, admirada por todos, e que carrega consigo traumas de um coração ferido, e quando digo isso, nem me refiro ao amor. Ela simplesmente não suporta mais a pressão do mundo, da avó controladora, e resolve se matar, decide fugir de seu camarim e ir diretamente pra uma ponte, e eis que surge Clyde...
 Clyde é um moço desolado, que precisa de um tempo pra se livrar do seu passado, precisa respirar e viver outra vez, mas quando ele vê Bonnie na ponte, ele a salva, traz ela pra si, e a garota resolve acompanhar ele na viagem até Los Angeles.
 Acontece que isso tudo vira um grande mal entendido. Clyde é um ex presidiário e surgem manchetes que ele sequestrou Bonnie, enquanto ela está apenas viajando com ele, fugindo do mundo, querendo seu espaço. Tudo isso vira um jogo de gato e rato, a policia perseguindo enquanto eles se escondem. Bonnie tem o dom da música, e Clyde é incrível com numeros, todas as noites ele embala Bonnie em um sono gostoso, enquanto conta história sobre numerais.
 Os nomes não são apenas coincidência, eles nesse momento são Bonnie e Clyde, fugindo do mundo e se amando.
 Mas algo não me tocou...Eu sentia que a cada virar de página eu estava perto do ápice, mas nada acontecia, eu esperei por grandes surpresas, mas nada me surpreendeu. 
 Infinito + um é um romance leve, doce, calmo, que começamos sabendo como vai terminar, há quem se agrade, mas infelizmente não entrou na minha lista de favoritos.

" - Achei que você tinha gostado. Você...Me beijou.
  - Eu te beijei porque foi lindo e você me faz sentir...- Ele interrompeu as palavras, sua voz com um sussurro rouco. - Você me faz sentir...Coisas malucas. Coisas desesperadas. Coisas impossíveis. Você me faz sentir. E sentir tudo isso as vezes é irresistível. Você as vezes é irresistível."

8 comentários:

Flávia Nunes disse...

Nossa! eu senti o mesmo.
Achei tudo muito calmo, doce demais, sei lá..
mas, amo a capa <3
bjs

- fecprates disse...

Eu adoro a escrita da autora e gostei bastante desse livro em especial. Uma pena que você não conseguiu se surpreender, pelo menos não como esperava. É muito chato quando isso acontece né?! No meu caso, estou bem ansiosa para conferir outros títulos dela.
Beijos, Fer

Rafael Botter disse...

Pelo jeito é aqueles romances com açúcar rs, mas gostei da sua resenha e pelo visto você não curtiu muito. Acho que passo essa leitura e deixo para um futuro próximo.

kênia Cândido disse...

É muito ruim mesmo quando temos uma grande expectativa por uma história e não é satisfeita. Eu gostei da sua resenha, pois eu tenho vontade de ler este livro por causa de algumas resenha positivas, mas acho que irei esperar um pouco mais.

Bjos
Histórias Existem Para Serem Contadas

Catharina M. disse...

Oiiie
Muito legal sua resenha, li o livro faz um tempo e confesso que gostei muito da leitura e da narrativa da autora, espero ler o outro dela que tenho aqui em casa e gostar tanto quanto, boa dica

Beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

Profissão: Leitora disse...

Olha eu já não sou fã de romances, aí quando você me conta que sabia desde o início o q iria acontecer, e que não acontece nada empolgante, aí a minha vontade de ler desaparece por completo. Eu sei que muitas pessoas adoram esse tipo de livro, mas eu não consigo gostar.

;D
Nelmaliana Oliveira

Livros & Tal disse...

Oiii...
Gente eu adorei essa história sabia? Achei genial a ideia da autora de usar os mesmos nomes, tudo.
Foi a minha primeira experiência com a Amy e confesso para você que me apaixonei.

beijos
Mayara
Livros & Tal

Anajara da Silva Oliveira disse...

Olá,

Fiquei muito curiosa para saber como terminar essa história de duas pessoas improváveis e foras da lei, e além de ser romance calmo e leve, coloquei na lista dos meus desejados.
Adorei o seu cantinho e a sua resenha.
Mutos Livros e Sucesso!

http://booksmagiclove.blogspot.com.br/

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo