Resenha: Canibal Vegetariano

terça-feira, 1 de novembro de 2016
Nome: Canibal Vegetariano
Autor: Gabriel Pardal
Editora: Rocco
Selo: Fábrica231
Nºpáginas: 144
Sinopse: “As pessoas sempre dizem como é difícil ser artista. Mas ninguém considera o quanto é difícil para o artista não ser artista.” Em Canibal vegetariano, Gabriel Pardal leva para o papel as tiradas, reflexões e provocações que compartilha diariamente com os seguidores de seu perfil no Instagram e em outras redes sociais. São frases curtas ou pequenos diálogos quase sempre desconcertantes, acompanhados de ilustrações ou grafismos despretensiosos que surpreendem o leitor a cada página, com suas doses de espanto, inadequação, humor. Como a pequena subversão do velho ditado: “Antes só, do que solitariamente acompanhada”, ilustrado pela imagem de uma jovem bebendo uma taça de vinho. Um livro atual, antenado com as pequenas e as grandes questões do dia a dia, e com o qual jovens e adultos vão se identificar"



 Eu nunca havia ouvido falar sobre Gabriel Pardal, mas quando recebi o livro de parceria com a Editora Rocco percebi que sabia muito mais sobre ele do que imaginava, e sei que você também vai terminar essa resenha concordando. 
 Tenho acompanhado de longe o sucesso de livros com ilustrações, seja Eu me chamo Antônio, Um cartão, Destrua este diário e tantos outros, mas Canibal vegetariano não é nada disso, não se parece com livro algum, é único e peculiar, é incrível. Com certa estranheza, abri meu pacote de parceria e vi essa coisinha magnífica, de um tom de azul surpreendente, me esperando, mantive a pose firme, afinal, não posso me render só pela capa, certo? Errado, a capa já havia me ganhado, quando li a explicação do título então..."Canibal Vegetariano é aquele que não se sente pertencido no lugar onde se encontra. Como ser vegetariano entre os canibais? Como ser humano entre os animais? Na busca por se diferenciar dos demais, ressaltando o sentimento de inadequação que muitos sentem no mundo de hoje. Dialogando com questões e temas atuais, através de frases de humor, reflexivas e poéticas, entre a realidade e a fantasia, este trabalho é como eu penso as coisas, é quem sou. E quem sou eu?" Me diz você, como não se apaixonar? 
 O livro é simples, uma ilustração e frase por página, segundo Gabriel, o que vem primeiro é a frase, e depois a ilustração, assim que funciona seu trabalho e com toda a certeza é a formula para o sucesso. As ilustrações vão por um caminho de interpretação livre, onde você sente um misto de coisas boas e imensuráveis, e interpreta aquela pequena folha da maneira que convém a você, enquanto lia, sentia que abria o diário de um melhor amigo ou coisa assim, e esse tipo de nostalgia é algo tão raro hoje em dia.
 Ideal para curar a sua ressaca literária, presentear, se sentir presenteado pelo mundo...Gabriel Pardal é um presente maravilhoso em qualquer situação, afinal, é tão bom se sentir parte de um livro, uma história.

 Você pode acompanhar o Gabriel pelo Instagram ou pelo Facebook


 PS: É tanta ilustração linda que dá vontade de postar tudinho aqui. <3

19 comentários:

Rayanni kellsin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
F disse...

Olá
Não conhecia esse título, mas adorei poder conferir suas impressões a respeito. Nunca ouvi falar sobre o Gabriel Pardal, mas já irei saber mais e irei ver suas redes sociais sim. Por mais que seja um livro simples, acredito que seja muito especial e bem desenvolvido. E sobre as ilustrações, quanto amor ♥, devem ser incríveis, pelo que pude perceber e já deu vontade de conferir todas. Fiquei me perguntando sobre o porquê desse título, mas que bom que você explicou um pouco.
Beijos, Fer
www.segredosemlivros.com

Thiana Santana disse...

Olá,
Esse livro é uma novidade para mim assim como o autor. Não é uma obra que eu vá comprar, mas com certeza é daquelas que eu gosto de ficar folheando, por causa da ilustrações e frases curtas.
Rsrsrs adorei a da Lua. Mostra que é um livro bem humorado.

Bjs,
Garotas de Papel

Sara Silva Freitas disse...

Olá! Não conhecia esse livro e nem o autor, mas que coisa mais peculiar e lindaaa! Ando me sentindo muito encantada com livros assim: com ilustrações, frases curtas e poesias... Acho super bacana esse trabalho de pôr o leitor para pensar, interpretar frases e desenhos de acordo com seus conhecimentos e experiências. Adorei a indicação! Beijos.

thehouseofstorie.blogspot.com.br

Tayres Meneses disse...

Não conhecia esse livro e nem o Gabriel Pardal. Parece ser um livro muito fofinho daqueles que mesmo depois que a gente termina de ler a gente volta folheando só por que achou fofo. Adorei, também a explicação do título. Me dispertou curiosidade.

Memórias da Cat disse...

Desculpa. Mas acho que o livro em si ofuscou sua resenha (brincando kkk) sua resenha tá otima, mas Que livro lindo!! Como você disse é tanta ilustração linda que dá vontade de por tudo né? Fiquei curiosa com o título e com a capa. Canibal vegetariano kkkk adorei kkkk beijos

Camila Coelho disse...

Oi, tudo bem? Quando eu vi o título do livro achei para lá de esquisito após ler sua resenha fez mais sentido. Achei legal as reflexões e questionamentos que a obra traz e sem sombra de dúvidas a diagramação está uma graça porém no momento não é o tipo de leitura que busco.
Um abraço.
Bjs

Carla disse...

Oie!
Eu não conhecia o livro, e confesso que achei a capa bem estranha.
Confesso que não é um livro que me interessa para fazer a leitura.
Vou deixar para um outro momento, não gostei tanto dess elivro.
Bjks!
Histórias sem Fim

Michele Lopez disse...

Olá,
Desconhecia a obra, mas achei bem intrigante.
Todas essas frases que nos trouxe teve determinado impacto em mim.
A capa com certeza já nos ganha e temos que manter a pose para não se deixar levar somente por ela. Estou bem curiosa para conferir as outras frases e ilustrações.

http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

Angélica Damasceno - Amantes de Jane Austen disse...

OLá, eu realmente gosto dessa categoria de livros. E tenho dois do Bradley Trevor Greive com apenas imagens de animais e frases... Minha irmã tem Pó de lua e acho que são todos do mesmo estilo, querem nos fazer refletir e levantar a estima... Eu gostaria de ser presenteada com ele!!! *___*
♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | Amantes de Jane Austen no FB

Amanda disse...

Oi, tudo bem?
Esse livro me chama atenção de cara pela capa, com esse título tão diferente. Me parece ser uma leitura muito bela, visto que cada leitor possa interpretar as frases e as figuras de uma forma diferente. E achei incrível que para você tenha sido como ler o diário de um amigo, não me senti assim vendo essas figuras que você mostrou, porém, tenho que ter o livro em mãos para saber melhor. E espero que isso seja em breve, pois sua resenha me deixou curiosa.

Beijos! ♥

Livros & Tal disse...

Olá
Não conhecia esse livro, não... achei o nome engraçado, mas as diagramações através das fotos tenho que dizer que são muito lindas.
Pela sua resenha deu para entender bem o objetivo do nome do livro e fiquei encantada... com certeza eu leria <3

beijos
Mayara
Livros & Tal

Brooke S. disse...

Oi, confesso que apesar de ver diversos livros nesse estilo por ai, eu não me rendi a nenhum... Apesar de achar que se trata de um trabalho lindo, afinal essas imagens são realmente lindas e parece ser realmente algo bastante profundo! Realmente amei e não conhecia até esse momento, vou procurar saber mais!
Um beijo
www.brookebells.com

Fabrica dos Convites disse...

Não conhecia o livro e confesso não ter ficado muito interessada nele. Até leio livros assim, mas este não me convenceu. Por hora passo a dica
Bjs!

Gabrielle Verni disse...

Olá!
Que livro mais singelo e bonito, hein?
Esse livro me fez pensar que o autor tenha feito algo para o leitor refletir sobre como é ser diferente no meio de tantas pessoas que pensam igual.
Adorei a sua resenha e a imagem da vaca pensando que errar é humano foi fascinante.
Vou anotar a dica, com certeza.
Beijos

Rízia Castro disse...

Oi
Não conhecia o livro, nem o autor, mas de fato seu estilo é diferente do que estamos acostumados.
Gostei de saber que o livro provoca e nos faz pensar em muitas das nossas "verdades". Certamente daria uma oportunidade.
Anotei a dica para ler assim que puder ;)
Beijinhos
Rizia - Livroterapias

Licavargas disse...

Quando eu vi a divulgação do livro eu acho que eu não prestei muita atenção pois não sabia que tipo de livro era. Comecei a ler sua resenha (já que normalmente pulo as sinopses) e fiquei esperando outra coisa do livro, mas adorei ser de uma certa forma surpreendida. Mais ainda pois fui conferir os links do Inta e do Face e já acompanho o trabalho do autor a um tempo - só não tinha me tocado que teria um livro \o/
Com certeza eu quero!!!!
Beijinhos,
Lica
Amores e Livros

Amanda Marques disse...

Que legal!

Ha tempos não via livros tão diferente assim.

Amo livros reflexivos como este e vou anotar sua dica com toda certeza!

Parabéns pela resenha (:

Gabriel Pardal disse...

Opa! Que maravilha essa tua resenha. Fico muito feliz e envaidecido pela sua leitura, você descreveu de forma belíssima o que meu livro lhe causou. Obrigado de verdade. Me sinto acompanhado, e isso é a coisa mais potente de todas, saber que pode ser compreendido. Abraço!

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo