Posts Recentes

RESENHA Carta de Amor aos Mortos

8 de junho de 2016


Antes de mais nada, para falar de Carta de amor aos mortos é uma história muito sensível de se ler, então se você gosta daqueles livros que te fazem chorar no final, esteja preparado (a).



Esse livro fala sobre Laurel, uma jovem que perdeu sua irmã May há um ano atrás e desde então ela tenta cada vez mais se parecer com a mesma. Veste suas roupas, escuta suas músicas, até tenta agir de alguma forma parecida com a da irmã que se foi.
“Quando você perde alguma coisa próxima, é como perder a si mesmo.”


Tudo começa como a sinopse já diz, com uma tarefa de escola, onde a professora pede que os alunos escrevam cartas para aqueles que já morreram. Todos escrevem e entregam o trabalho à professora, menos Laurel. Para ela as cartas não são só um trabalho de escola, mas sim um diário, onde ela conta tudo o que acontece, é como se fosse sua ponta de escape, onde ela expõe todos os seus sentimentos, felicidades, tristezas, dores.

A vida de Laurel é um tanto ativa, ela que chegou ao colégio novo sem conhecer ninguém, do nada conhece duas meninas, Hannah e Natalie que se tornam suas amigas inseparáveis, no meio disso tudo ela também conhece Sky, um jovem pelo qual ela se apaixona logo quando vê.
“Sabe quando você acha que conhece alguém? Mais do que qualquer um no mundo? Você sabe que entende a pessoa, porque a enxerga de verdade. E então você tenta se aproximar, e ela… desaparece. Você achava que pertenciam uma à outra. Achava que ela era sua, mas não é. Você quer protegê-la, mas não pode.”


A história é muito gostosa de ler e vai te envolvendo aos poucos, a cada página algo diferente surge e é isso o que faz do livro algo sensacional. Confesso que comecei a lê-lo esperando logo de cara vários tiros, mas não acontece bem assim, ele vai te cozinhando aos poucos e quando chega ao fim... Bom, te desmorona rs.

Super recomendo Carta de amor aos mortos, uma história linda, sensível, e cheia de mistérios e reviravoltas. O livro não gira somente em torno de Laurel, apesar de ela ser a protagonista, tem também a história de Hannah, Sky, May... São várias e todas elas se encaixam perfeitamente. Para quem gosta de se emocionar lendo livros, Carta de amor aos mortos é uma ótima opção.


Eu me senti mais cativado ainda, pelo fato de citarem Nirvana, sem contar que o livro todo é regado do bom e velho Rock, e como amo rock... É fácil para mim ter gostado do livro. Bom, espero que vocês gostem e que Cartas de amor aos mortos toque o coração de vocês assim como tocou o meu.

“Talvez ao contar histórias, por pior que sejam, não deixemos de pertencer a elas. Elas se tornam nossas. E talvez amadurecer signifique que você não precisa ser personagem seguindo um roteiro. É saber que você pode ser a autora.”

Título: Carta de Amor aos Mortos
Autor: Ava Dellaria
Editora: Seguinte
Sinopse: "Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho."

RESENHA Caixa de Pássaros

7 de junho de 2016


Uma coisa que precisa saber antes de começar esse é: Está preparado para ficar cego? Porque é exatamente assim que irá se sentir durante o livro todo. Caixa de pássaros te deixa totalmente cego durante toda a trama, você se sente sufocado e é uma aflição terrível a cada página por não saber o que está acontecendo.


O livro é sobre um surto que começou na Rússia onde as pessoas não poderiam abrir os olhos para olhar as "Criaturas", caso contrário isso acarretaria em suicídio de uma maneira muito violenta. Esse surto começa a se espalhar por todo o mundo e ninguém sabe de fato o que está acontecendo, já que são obrigados a se trancarem em casa e viver de olhos fechados o tempo todo.
“Acabei de ouvir que a única coisa em comum em todos os incidentes é que as vítimas viram alguma coisa antes de atacar as pessoas e de se matar. Dá pra acreditar nisso? Dá?”

Ninguém sabe de fato o que as pessoas veem para aquilo resultar em catástrofes, mas por medo elas se mantém todas de olhos fechados em busca de sobrevivência. Malorie possui dois filhos pequenos, o que ela mais deseja é sair daquele local e deixar as crianças viverem em segurança, conhecer a luz do sol, saber como é o céu e levar uma vida normal, afinal de contas, desde que nasceram elas nunca puderam olhar para fora de casa. Foram treinadas para usar seus ouvidos ao invés dos olhos, e treinadas também para andarem com vendas nos olhos.
"As crianças nunca viram o mundo exterior da casa, nem pelas janelas, e Malorie não o vê há mais de quatro anos"
Malorie traça uma rota de fuga utilizando apenas os ouvidos das crianças para que elas possam guiá-los enquanto navegam pelo rio através de um barquinho de madeira. O surto realmente dura muito tempo e as coisas que aconteceram antes das crianças crescerem é capaz de deixar qualquer um louco.

Caixa de pássaros é um Thriller psicológico que te deixa boquiaberto com os fatos que são apresentados, o autor escreve de uma maneira muito explícita tudo o que acontece, confesso que cheguei a momentos de deixar o livro de lado e pensar se realmente queria continuar com aquilo ou não, mas óbvio que continuei, não estava ali à toa rs.


Super recomendo Caixa de Pássaros para quem gosta de Thrillers com MUITO horror envolvido, realmente esse livro me surpreendeu e entrou para a minha lista de favoritos sem dúvida alguma.

Ah, e lembrem-se: NÃO ABRA OS OLHOS...
"Hoje você vai ter que abrir os olhos, ao ar livre"
Título: Caixa de Pássaros
Autor (a): Josh Malerman
Editora: Intrínseca
N° de páginas: 272

Sinopse: "Romance de estreia de Josh Malerman, “Caixa de Pássaros” é um thriller psicológico tenso e aterrorizante, que explora a essência do medo. Uma história que vai deixar o leitor completamente sem fôlego mesmo depois de terminar de ler. Basta uma olhadela para desencadear um impulso violento e incontrolável que acabará em suicídio. Ninguém é imune e ninguém sabe o que provoca essa reação nas pessoas. Cinco anos depois do surto ter começado, restaram poucos sobreviventes, entre eles Malorie e dois filhos pequenos. Ela sonha em fugir para um local onde a família possa ficar em segurança, mas a viagem que tem pela frente é assustadora: uma decisão errada e eles morrerão."

RESENHA Dias Perfeitos

6 de junho de 2016


Como a sinopse já diz, o livro é totalmente sombrio e claustrofóbico. Dias perfeitos conta a história de Téo, um estudante de medicina que possui uma única amiga, se é que posso dizer assim. Téo é antissocial e totalmente apático, não se importa com os sentimentos dos outros e nem com o que pensam. Mas isso muda quando ele conhece Clarice, uma jovem estudante de História da arte, totalmente comunicativa e que cativa Téo logo no primeiro encontro em um churrasco.


A trama se passa toda com Téo tentando conquistar Clarice de uma maneira muito peculiar, sequestrando ela e mantendo de certa forma, prisioneira, mas ele diz que tudo aquilo que está fazendo, é por amor e mais nada disso.

A história toma rumos diferentes durante o livro e enquanto eu lia eu me sentia cada vez mais preso a ele, realmente Raphael Montes sabe como prender o leitor.

O que mais me deixou surpreso é a maneira como a história toma rumo, é uma parada psicológica totalmente diferente do que eu já vi, você vai lendo e a cada página fica boquiaberto com a capacidade que Téo faz as coisas e a sua maneira fria e calculista de agir

Realmente é um Thriller do qual eu super recomendo a quem gosta de trama com uma pegada psicológica, sombria e claustrofóbica. Uma leitura que vale muito a pena, e por favor, não me xinguem quando chegar ao final deste livro...

Boa leitura a todos.
“Às vezes, eu ajo como um louco, mas... Mas é que você mexeu muito comigo e... Não posso te perder. Você é a razão da minha vida.”



Título: Dias Perfeitos
Autor (a): Raphael Montes
Editora: Companhia das Letras
N° de páginas: 280

Sinopse: "Sombrio e claustrofóbico, Dias perfeitos é uma história de um amor obsessivo e paranoico que consolida Raphael Montes como uma das mais gratas surpresas da literatura nacional. Aos 20 anos, o carioca Raphael Montes impressionou crítica e público com Suicidas, um caudaloso romance policial que lhe garantiu vaga entre os dez finalistas do prêmio São Paulo de Literatura na categoria autor estreante."


RESENHA O Quarto Dia


Nesse livro, a autora leva o leitor a uma viagem em um cruzeiro cheio de mistérios e casos que diríamos inexplicáveis. Ela conta a história de navegantes que embarcaram em uma viagem no cruzeiro de ano novo chamado O Belo sonhador (ou o Grande Pesadelo, vocês irão entender o porquê quando lerem o livro). Tudo ocorre normal até o 4º dia, que é quando as coisas começam a acontecer de fato. Aparições, sons inexplicáveis, doenças...

Tudo se desencadeia a partir daí, o clima no navio é de tensão e mistério, e o que mais intriga é a presença de uma Médium famosa de nome Celine. Claro que o livro não gira somente em torno dela, são vários capítulos contando o ponto de vista de cada personagem, mas a história vai criando forme conforme o enredo vai sendo desenrolado.

Para quem gosta de suspense com uma pitada de horror, com certeza vai gostar desses pontos nesse livro, mas o final pode não agradar a todos.


Particularmente comecei esse livro achando que seria o máximo lê-lo, e confesso que fiquei meio decepcionado. Não pelo fato da falta da autora de expressar a trama, mas pela falta de informação sobre o porquê de as coisas estarem acontecendo, e se engana quem pensa que no final tudo fica esclarecido, porque não fica, e isso realmente me deixou muito chateado.

Para aqueles que quiser ler, eu recomendo, só não crie muitas expectativas.

Título: O Quarto Dia
Autor (a): Sarah Lotz
Editora: Arqueiro
N° de Páginas: 352
Sinopse: "Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica... se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro. As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis. Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe."


Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Espalhando Bonitezas - Web Design
Para o topo!