Resenha - O livro das coisas estranhas

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017
Titulo: O livro das coisas estranhas
Autor: Michel Faber
Editora: Rocco
Nº páginas: 528
Sinopse: Último romance do aclamado Michel Faber, autor de Sob a pele e Pétala escarlate, flor branca, entre outros, O livro das coisas estranhas teve calorosa recepção do público e da crítica, figurou na tradicional lista do The New York Times dos 100 livros notáveis do ano em 2014 e reafirma a posição de Faber como um dos mais inovadores e interessantes escritores contemporâneos. A trama se desenrola num futuro próximo e acompanha o pastor Peter Leigh na missão de catequizar a civilização extraterrestre do planeta Oasis. Afastado de sua mulher, seu gato, seu mundo, Peter vê sua fé ser testada até o limite, progressivamente se alienando de sua própria espécie, numa narrativa tocante que leva o leitor a refletir sobre temas como amor, separação e a natureza da fé religiosa. 

Ponto forte: Dono de uma obra que escapa de rótulos, publicado em mais de 35 países, Michel Faber é considerado uma das vozes mais sólidas da cena literária internacional.
Prateleira: para fãs de clássicos da ficção científica como 1984 (George Orwell) ou para leitores de ficção contemporânea como Chuck Palahniuk (Clube da luta) e Bret Easton Ellis (O psicopata americano) "

Peter está com os dias na terra contados, vai para Oasis, um planeta recém descoberto, ele entende que tem uma missão maior por lá, evangelizar e cooperar com a civilização desse novo planeta, mas para que isso aconteça, ele precisa ir e deixar sua esposa e outras tantas pessoas e coisas que despertam bons sentimentos nele. 
 Se você espera por uma ficção científica magnifica, você vai se decepcionar! Peter não é um homem "forte" como você deve estar imaginando, ele não está indo desbravar nada, sua única intenção é propagar a palavra de seu Deus nesse novo planeta, em outras palavras, ele é um pastor e ponto(ex drogado que se converteu ok). Em alguns pontos da história me vi confusa, se Peter está indo para Oasis por conta de sua esposa POR QUE ELA TEVE QUE FICAR NA TERRA? ALGUÉM ME SITUA!!! Outra coisa, esse provavelmente é o homem menos curioso que tenho conhecimento, ele se contenta com o que dizem, não se importa em descobrir novas coisas e isso vez ou outra me deixou meio agoniada, precisava de respostas que eu não tinha. O planeta é muito bem idealizado, mas tenho plena consciência que faltou um pouquinho de sal no enredo, sejamos sinceros, 528 páginas tem que ter história de montão, não acham? 
Eu esperava por algo digno de Star Wars e me deparei com um livro que nos faz refletir, em muitos momentos revirei os olhos por conta de frases que reforçam esteriótipos ruins sobre racismo e sexualidade PORÉM quando você termina o livro pode finalmente entender que essa história é mais simples do que se imagina.

O livro é muito bem divido, e achei maravilhosa a maneira com Michel Faber introduziu algumas palavras do planeta Oasis na história, no final dele conseguimos entender quão significativo isso é.
Uma obra para ser degustada com paciência e atenção, O livro das coisas estranhas fala mais sobre nós mesmos do que outros seres.

27 comentários:

Naylane Sartor disse...

Oie! Tudo bem? Não conhecia a obra, mas lendo a sua resenha ela não me chamou a atenção não, não é o tipo de livro que me atrai! Mas curti bastante os pontos que você citou!
BJss

Janiele Silva disse...

Oiee, nossa que pena que o livro não foi o que você pensava, já tinha visto ele e até pensei em ler, mas perdi a vontade agora rsrs

Bjs Jany

wwww.leituraentreamigas.com.br

Ivi Campos disse...

Estou me sentindo morando em outro planeta, porque nunc atinha ouvido falar do autor e as referencias que você deu, realmente provam que ele é um dos grandes dentro dest estilo. Vou me informar mais sobre ele.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

No Conforto dos Livros disse...

Olá!! :)

Eu não conhecia o livro e achei a premissa algo original! E o titulo então!! ahahah Espero ler...

Acho ótimo que tenhas gostado do livro e da forma como a autora conseguiu integrar alguns vocábulos na nossa mente!

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Bruna Costabeber disse...

Olá!
Ainda não conhecia esse livro e não fiquei interessada em ler. Acho bem ruim o personagem não ser forte, pois, na minha ideia, a estória precisa de um personagem assim. E você também parece ter se decepcionado um pouco, né?
Vou deixar a dica passar por enquanto.
Beijos,
Um Oceano de Histórias

Lauri Brandão disse...

Não conhecia, e realmente 528 páginas e não se saber de certos assuntos fica chato.
Vc fica naquela curiosidade que não é "descoberta". Acho decepcionante livros assim.
Obrigada pela visita lá no blog. Bjs.
Lauri Brandão - Resenhista do Blog As Meninas Que Leem Livros
www.asmeninasqueleemlivros.com

Atraentemente Evandro disse...

Eu não conhecia o livro, mesmo tendo sido publicado em 35 países. A capa já é bem diferente e pela resenha percebemos que não é para qualquer um, é preciso mergulhar no enredo, como você fez, para poder captar a mensagem central. Acho bom quando um livro mexe com a gente. Eu leria, com certeza.

*☆* Atraentemente *☆*

Dayane Reis disse...

Olá! Acho bacana livros que nos faz refletir. Que bom que o livro é divertido. A resenha está muito boa, mas o livro não me conquistou. Dessa vez eu passo a dica. Beijos'

Anelise Besson disse...

Oi!

Eu também li o livro e me decepcionei. Eu esperava mesmo encontrar coisas mais de ficção cientifica, mas encontrei mais doutrinação de como deus é maravilhoso que não sei o que. Me fez refletir um pouco, mas não tanto, faltou bastante sal nessa história, concordo contigo. ADorei suas impressões, bem parecidas com as minhas. :)

bjs!

Feliciity disse...

Olá!
Não gostei dessa capa. Me deixou tonta.
Mas pela sinopse parece bem interessante.
Obrigada pela indicação.

http://feliciity-unjourdepluie.blogspot.com.br

Entre Livros e Amores disse...

Olá ♥
Não conhecia o livro, estou me sentindo literalmente em outro planeta. A premissa da estória é um tanto instigante, faz o leitor ficar curioso sobre o que vai acontecer ao longo da narrativa. Fico triste que de certo modo a leitura não foi boa para você, fiquei curiosa , mas ao mesmo tempo receosa em fazer a leitura do livro.
Obs:Acho seu blog um dengo de tão lindo ♥

Brooke S. disse...

Oi, a capa não me atraiu e a história parecia ser mais do que na verdade é... Não gostei do fato de que ele aceita tudo que dizem, que não vai atrás e principalmente não entendi porque dele ter que ir por causa da esposa e a esposa não ir junto (WTF?!). Então é uma obra que eu provavelmente esperaria mais e iria me decepcionar muito na leitura. Foi bom saber para já poupar tempo. Obrigada pela sinceridade!
Um beijo
www.brookebells.com

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Eu já tinha visto a capa do livro antes, mas a sinopse não despertou nada em mim, então deixei para lá. Lendo a sua resenha, sei que fiz certo ao deixar de lado. Não teria paciência...haha' e por que diabos o cara deixou a esposa para trás? Qual a dificuldade de ela ir junto? o.O
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Nayara Borges disse...

Olá!
Eu gosto de ficção cientifica, mas esse livro não me despertou interesse. São muitas páginas para não ter algo muito bem desenvolvido, "digno de Star Wars" hahaha. Odeio frases de efeito estereotipadas, tenho certeza que eu iria revirar os olhos, como você. Eu acho que não ia me dar bem com essa leitura, deixo passar a dica.
Beijos,
Nay
Traveling Between Pages

Memórias da Cat disse...

Olá eu não conhecia esse livro e esse autor parece ter bastante propriedsde do que ele.esta falando, mas no momento essa é uma leitura muito mais densa do que eu estava esperando. Quem sabe um dia né?

Barbara M. Cabalero disse...

Oi.
O livro me chamaria atenção pela sinopse.
Mas realmente um livro de 500 páginas tem que ter muita história, se não fica maçante.
Desanimou um pouco que ele tenha ido somente para propagar a palavra de Deus e não seja curioso.
Não é uma leitura que faria agora, mas anotei para ler mais para frente.

Cássia disse...

Olá. Não conhecia o autor e nem a obra e fiquei um pouco curiosa ao ser comparado com as obras clássicas de ficção científica. Não sei se leria ao livro, mas gostei bastante do enredo.
É uma pena o livro não ser bom como imaginava.

Larissa Escuer disse...

Olá!
Não conhecia o livro, mas infelizmente não fiquei instigada para ler essa obra mesmo gostando do tema de ficção, adorei a capa pois ela é muito bonita e chama bastante atenção; deixarei a dica anotada para uma próxima oportunidade de leitura.
Beijos,Lari.
Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

Gleydson disse...

Olá, tudo bem por aí?

Confesso que não conhecia a obra e realmente, ao ler a premissa, achei que se tratava de algo bem maior. Acho que eu o passo, já que me decepcionei com ele apenas ao ler uma resenha, imagina lendo o livro todo kkkk.

Abraços.
www.acampamentodaleitura.com

Licavargas disse...

A premissa me fez pensar em uma coisa, mas pela sua resenha me pareceu outra. Acho que o fato de ser uma história mais simples do que se pensa que é faz a gente pensar em como tem a mania ou tendência de complicar demais as coisas...
Me pareceu uma leitura interessante, e embora não seja bem o meu estilo de livro, fiquei tentada a dar uma chance e arriscar... Afinal, sempre existe a chance de eu mudar a opinião sobre o gênero e ficar viciada :)
Beijinhos,
Lica
Amores e Livros

Michelle Ladislau - As Leituras da Mila disse...

Oieee
Tudo bom?
Deu para ver que realmente você gostou do livro, mas infelizmente vou deixar a dica passar por não gostar dá tematica dele.
Beijos

Michele Lopez disse...

Olá,
Desconhecia a obra, mas o título e a sinopse me chamaram bastante a atenção.
Saber que o livro aborda temas como racismo e homossexualidade, muitas vezes frisando certos esteriótipos me deixa intrigada e também que é uma leitura válida.
A capa não me agrada muito e anotei a dica para leitura no futuro.

http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

Larissa - Srta. Bookaholic disse...

Oi, tudo bem?
Eu não conhecia esse livro ainda e confesso que não costumo ler livros assim, mas achei curioso essa coisa do protagonista ir catequizar os extraterrestres. No entanto, conforme fui lendo sua resenha fui desanimando um pouco, porque não parece ser nenhuma história incrível que eu gostaria de ler no momento.

Beijos :*

Camila Coelho disse...

Oi, tudo bem?
Nossa que liveoais esquisito acho que eu não engoli direito o fato do cara mudar de plsnneta para falar de Deus para as pessoas que vivem lá. Sei lá, pela sua resenha tenho certeza que seria uma leitura de 500 e tantas páginas bem maçante.
Vou deixar a dica passar.
BJ

Camila dias disse...

Olá!
500 páginas? Tem sim que ter uma historia surpreendente. Gostei bastante do enredo e,apesar de não ser uma ficção científica com todas as letras, ainda acredito ser uma leitura válida.
Gostei bastante da sua resenha.
Espero ler o livro em breve.
Bjs, Mila

http://a-viagem-literaria.blogspot.com/

Pollyanna Campos disse...

Olá, tudo bom?
Caramba,528 páginas é muita coisa! rs Confesso que não sou lá muito fã de ficção científica não, mas, deve ser uma história realmente fascinante para quem curte o gênero, ainda mais com referencias a George Orwell e Chuck Palahniuk, que são grandes referencias no gênero. Fico feliz que o livro tenha te surpreendido e te feito refletir. Sua resenha ficou ótima!


Beijos!
@PollyanaCampos
Entre Livros e Personagens

Taisa F.D. disse...

Olá!
Eu adoro ficção científica, mas pelo que você me contou dos personagens, já fiquei com pé atrás. Acho que uma boa ficção científica é aquela que te deixa tão empolgada que você quer entrar no livro e fazer parte da história também.
Bjs

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo