Resenha: Dartana

terça-feira, 3 de janeiro de 2017
Título: Dartana
Autor: André Vianco
Editora: ROCCO
Nº de páginas: 783
Sinopse: Dartana apresenta um mundo retalhado entre vida e morte, fé e descrença, mitologias e mentiras. No romance, o primeiro de uma trilogia, Dartana é um planeta castigado por uma maldição da qual somente as feiticeiras escapam. Quando um novo deus da guerra surge, muitos habitantes daquele mundo sombrio marcham com ele rumo ao Combatheon, uma plataforma de guerra que representa sua única chance de se libertar da terrível maldição. Esbanjando criatividade e domínio narrativo, André Vianco constrói uma obra surpreendente em que deuses guerreiros, feiticeiras, soldados e construtores se unem para forjar um novo mundo.


André Vianco é um autor brasileiro, conhecido por sua obra vampiresca (Os sete), confesso que nunca li nada dele porém ouvia muito falar sobre sua escrita e a forma com a qual ele escreve fantasia utilizando cenários brasileiros, o que de fato é algo novo e fora do que estamos habituados.


O planeta de Dartana é carregado por uma maldição que consiste em impedir todo tipo de conhecimento adquirido por seus moradores, não importa o que aconteça, eles não conseguem adquirir conhecimento, como consequência, os mesmos acabam levando uma vida primitiva, 
porém isso pode mudar no Combatheon, onde os Deuses irão lutar por seu povo, em busca da vitória que irá libertá-los dessa terrível maldição.

A narrativa do livro é composta por vários personagens, sendo um deles Jeliath. Temos também Gláucia e Doralice, que são moradoras da Terra. No começo do livro, é meio confuso, pois são dois mundos diferentes e parece ser em anos diferentes também.
Ao longo da leitura descobrimos que o nosso próprio planeta, a Terra já foi campeã no Combatheon e por isso hoje podemos criar máquinas e desenvolver pesquisas, graças ao conhecimento conquistado pelo nosso Deus de guerra, é bem interessante como tudo vai se encaixando nesse processo.
Recebi esse livro da editora, em parceria, e confesso que não foi um dos melhores que já, infelizmente ele não conseguiu me prender. Dartana é o primeiro livro de uma trilogia e ele já vem carregado com quase 800 páginas. Isso tornou a leitura um pouco cansativa, pois geralmente em livros grandes, as coisas demoram muito a se desenrolar ou focam demais em determinada coisa, ambas as situações cansam o leitor e por isso dou uma nota 3/5.

17 comentários:

F disse...

Olá
Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. Eu também já fiz essa leitura e gostei bastante, sem contar que admiro muito a escrita da autora. Uma pena que esse título não conseguiu lhe prender.
Beijos, Fer
www.segredosemlivros.com

Naylane Sartor disse...

Meu Deus que blog mais fofinho! Amei ele! *--* E sobre os livros do Vianco, estou de olho vamos por assim dizer de todos! kkk Mas ainda não tive a oportunidade de ler eles, mas espero conseguir em breve!
Bjss http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/01/potinho-da-felicidade-ou-melhor-copo-da.html

Carol Mendes disse...

Já ouvi falar nesse autor, e que legal que ele usa ambientação do Brasil em fantasia, realmente nunca li algo assim, e já fiquei curiosa pra ler. Se eu soubesse tinha solicitado este, pois adorei a capa!
Espero poder ler em breve!

Virando Amor

Ivi Campos disse...

Não conhecia este livro e fiquei bem curiosa com este mundo onde as pessoas não conseguem adquirir conhecimento. Deve ser um universo bem cruel. Quero ler.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

Pamela Moreno Santiago disse...

Olá, tudo bem?

Eu infelizmente não consegui me achar dentro do enredo de Dartana. Isso porque sou apaixonada pelos livros do André Vianco. E saber que ele é o primeiro volume, me faz fugir, porque estou repleta de séries para terminar, hahaha.

Beijos

No Conforto dos Livros disse...

Olá!! :)

Eu não conhecia o livro mas não pretendo lê-lo!! :) ahah De momento, não quero ler nada assim muito grosso...

E esse e realmente um calçhamaço! E então se ele e assim tao cansativo para a leitura, então não a farei mesmo! :)

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Grazi Moraes disse...

Olá amore,
Que blog mais amor... lindinho!
Quanto ao livro, ainda não conhecia amore.
André Vianco é um autor e tanto, li alguma coisa dele na adolescência e ele escreve muito bem. No entanto, meio que me afastei da literatura vampiresca depois de Crepúsculo... muito mel com açúcar... pra mim nesse momento não rola sendo bem sincera.
Beijokas!!!
www.facesdeumacapa.com.br

Bruna Costabeber disse...

Olá!
Sempre ouço elogios para as obras desse autor, mas não tive a oportunidade de ler ainda. É uma pena que essa leitura tenha sido apenas boa, mas é legal saber que você teve a oportunidade de ler.
No momento, não é uma obra que chama minha atenção, então, vou deixar a dica passar.
Beijos,
Um Oceano de Histórias

Priscila Alexandre disse...

Sempre tive vontade de ler André Vianco, mas ainda não tive a chance!

Recentemente consegui um dos livros dele numa troca, mas ainda não consegui lê-lo!

Gostei muito da história, afinal tem muito sentido... Guerra por conhecimento, eras primitivas... quero lê-lo!

Abraços!

www.asmeninasqueleemlivros.com

Catarina Barbosa disse...

Oii!
Amei a capa do livro, e a história é bem interessante. No entanto, como você disse, são quase 800 páginas, o que deixa o livro bem cansativo, ainda mais sendo uma trilogia... não sei se conseguiria lê-lo, pois depois de um tempo acabaria deixando a história de lado de tão extensa ou por impaciência para ler outros, mas, pesquisarei mais sobre ele, afinal é uma ótima história a ser desenvolvida!
Beijos :*

Ju disse...

Puxa, que pena que o livro não conseguiu te prender e que achou a leitura até meio cansativa. Eu li esse livro e minha reação a ele foi diferente, fiquei fascinada, devorei as quase 800 páginas. Amo livros grandes e não achei que as coisas demoraram a se desenrolar, pelo contrário, achei tudo necessário. Foi o primeiro livro do autor que li e estou louca pela continuação, fiquei chocada com aquele final... Rs...

Minhas Impressões - Maria Ferreira disse...

Olá.
Eu também ainda não li nada do Vianco, mas curiosidade é o que não falta, porque ele usa a cidade em que ele mora, Osasco, como pano de fundo para muitas de suas narrativas.
Mas percebo que não é uma boa ideia começar por esse, porque com 800 páginas fica difícil me envolver com história, ainda mais quando a narrativa fica trocando entre os personagens.
Abraços.


Minhas Impressões

Michele Lopez disse...

Olá,
Ainda não li nenhuma das obras do André, mas sempre vejo elogios por ai e tenho muita curiosidade exatamente pelo fato dele criar fantasias que se passam no Brasil.
Adorei a premissa de Dartana e desde o lançamento que fiquei bem interessada na leitura. Devo dizer que no inicio com certeza eu ficarei um pouco confusa exatamente por conta desses mundos diferentes, mas acho que ainda assim irei adorar.

http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

Memórias da Cat disse...

Olá eu tenho ouvido cada vez mais do André Vianco e coisas muito boas. Porém esse livro não me chamou atenção em nada. Nem a proposta com dois mundos, nem a capa que achei escura demais, nem a sinopse que me pareceu confusa. Enfim... Não sei se leria. Beijos

Tamara Padilha disse...

oie, que pena que o livro não foi tão positivo para você. confesso que não senti vontade de ler por tratar de um outro planeta e por esse número de páginas, a história tem que ser muito boa para me prender, mas torço para que os outros fiquem melhores.

Camila Coelho disse...

Oi, tudo bem?
Nossa que resenha curtinha!
Eu amo André Vianco s foi um dos primeiros autores nacionais que conheci na vida. Ainda não li Dartana e ele está na minha lista de desejados pois acho a premissa bem interessante.
Pena que você não gostou muito.
Bjs

Conexão Mista disse...

Oi!! Sempre quis começar a ler Vianco, mas nunca o fiz verdadeiramente por não ser muito fã de vampiros. Uma pena que não te agradou tanto, acho que o numero de paginas não me seria muito problema. Meus livros favoritos (da Renata Ventura) também são calhamaços . Curto muito mitologia, acho que leria sim, abraço!

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo