RESENHA - Respire

domingo, 9 de abril de 2017
Título: Respire
Autora: K.A. Tucker
Editora: Rocco (Fábrica 231)
Nº de páginas: 320
Sinopse: "Kacey Cleary não chora, não suporta o toque das pessoas e canaliza sua energia para treinos intensos de kickboxing. Tudo isso depois de um ano de reabilitação física e de mergulhar num mundo de drogas e álcool para tentar lidar com a perda dos pais, da melhor amiga e do namorado, num acidente de carro do qual ela foi a única sobrevivente. Protagonista de Respire, primeiro livro da série Ten Tiny Breaths, sucesso de K.A. Tucker que chega ao Brasil pelo selo Fábrica 231, Kacey chegou ao fundo do poço, mas resolve lutar para sair de lá por Livie, a irmã caçula. Depois de irem morar com uma tia religiosa fanática e seu marido alcoólatra, as duas fogem para Miami para tentar recomeçar, e Kacey terá que enfrentar seus fantasmas para derrubar o muro que ergueu ao seu redor. Às vezes, respirar torna-se uma missão quase impossível, mas K.A. Tucker mostra que é preciso neste romance sobre perdas, amizade, amor e superação."



 Qualquer um que tenha lido esse livro pode não concordar com o meu posicionamento, mas poxa vida, Trent é um cara perturbado demais! Vou  evitar dar spoilers, então vamos ficar com o romance lindamente oferecido por meio de parceria com a editora Rocco 
Imagine que você tem uma vida perfeita, tudo de acordo com o que você gostaria de ter para ser feliz, imagine que você tem uma melhor amiga, namorado, pais incríveis, e de repente, não mais que de repente, isso é tirado de você. É isso que acontece com Kacey após sofrer um acidente causado por um motorista bêbado, onde morrem seus pais, melhor amiga e namorado. O motorista bêbado, bom, ele continua vivo.
 Kacey é extremamente rancorosa e não tem interesse em manter qualquer proximidade com esse monstro que arruinou sua família, providencia ordens judiciais para que ele e os familiares não se aproximem, se ele matou o seu bem maior, por que vai o querer por perto? E então ela percebe que precisa ir morar com seus tios, pelo bem da irmã menor, Livie, mas com um babaca aproveitador morando na casa, logo Livie está na linha de tiro e elas precisam fugir, indo embora para Miami em busca de paz, morando em um apartamento ruim, com vizinhos estranhos, mas é o melhor que possuem por hora, mesmo que sua vizinha trabalhe em um bar noturno, e o outro vizinho seja um cara estranho e tremendamente sexy...

 Preciso começar dizendo que o livro não foi uma grande surpresa para mim, eu meio que saquei qual o mistério logo no meio da leitura e isso manteve uma linha linear, sem muitas surpresas, foi tudo muito agradável, sem nada muito NOSSA QUE LIVRO FANTÁSTICO!
 Kacey é uma garota forte em todos os aspectos, não só fisicamente, ela luta, e isso faz com que ela dê medo em muito marmanjo, mas é só a sua maneira de canalizar toda a raiva que sente por ter perdido a sua família. Já Livie é a fofura da história toda, a irmã mais nova, mas ainda assim a mais centrada, adulta, experiente, nunca apronta nada de errado, o verdadeiro anjo da guarda. Já Trent... O que dizer de um cara que é todo lindo, misterioso e está sempre por perto quando você precisa? E se for necessário, ele arromba sua porta para te ajudar! Bom, qualquer amante de romances News Adults adoraria essa descrição, mas eu iniciei a leitura desconfiada, um cara tão solicito assim tem que ter o rabo preso de alguma forma...
 Kacey começa a trabalhar como garçonete em um bar adulto com a ajuda de sua vizinha, que trabalha com ela, Storm é uma mulher bacana, com uma filha pequena que é um amor e que sinceramente, tem uma participação enorme na história toda... Voltando para resenha, Trent parece sempre rondar Kacey de todas as maneiras possíveis, está sempre no bar(mas não bebe), sempre por perto quando ela precisa, e insiste em dizer que ela precisa tratar o seu transtorno, afinal Kacey guarda muito rancor por conta do acidente, alguns traumas e não deixa ninguém tocar suas mãos, mas com Trent tudo é diferente, ele dá paz, suas mãos são calmaria em um mar turbulento, calmaria demais para quem surgiu do nada...
 Eu sempre desconfio de caras bonzinhos demais, e dessa vez não foi diferente. Creio que para quem leu a resenha com atenção, já pode notar o porque eu estava certa(hahaha). Mas Respire, acima de tudo, é um livro sobre recomeços, se livrar da culpa, se permitir dar uma segunda chance para a vida, afinal todos merecemos. 
 Esses romances tem o dom de me tirar da ressaca literária de uma forma fantástica.


 Eu me importo. Me importo com o que Trent pensa. Me importo se isso o incomoda. Eu simplesmente... Me importo. E não adianta o que eu faça, não vou conseguir me livrar disso. Não com sexo casual ou sendo uma cretina, ou qualquer uma das dezenas de métodos cruéis que uso para tentar afastá-lo. De algum modo ele conseguiu deslizar um dedo por baixo da minha capa de titânio e me tocar de um jeito que ninguém jamais tocou.




21 comentários:

F disse...

Ola
Eu também já fiz essa leitura e gostei bastante, apesar de não ter me surpreendido muito, achei uma leitura bem descontraída na verdade. Gostei mais da Livie e isso só se confirma no outro livro, que é sobre ela. Ambos são histórias sobre recomeços, e isso é bem interessante de acompanhar.
Beijos, F

Blog Desencaixados disse...

Olá,

Eu acho a capa desse livro incrível, mas nunca parei para ler nada a respeito. Gostei da premissa apresentada, mas só até a parte do acidente, me parecia ser um drama de superação, mas após isso eu comecei a ficar com um atrás para dá uma oportunidade ao livro, ainda estou pensando sobre isso. Eu fico triste em saber que a obra não conseguiu superar as suas expectativas, às vezes isso acontece mesmo, mas eu te entendo, é muito chato!

→ desencaixados.com

Jessica Alves disse...

Oi!!!
Ainda não tinha lido, mas ele está na fila de espera. E como tem continuação (mesmo que por intermédio da irmã), prefiro esperar um pouquinho e ler tudo de uma vez.
Então, eu amo esse tipo de leitura boa mas que não te deixa de ressaca e pelo contrário, te tira lá da fossa. Adorei a resenha e fiquei bem interessada na participação do Trent... Vou tentar colocar ele na frente quando estiver precisando de um escape.
Bjs e até mais!

http://lovereadmybooks.blogspot.com.br

Ivi Campos disse...

Me explica como essa capa foi feita? hahaha
Também desconfio dos bonzinhos e acho que já sacaria o final também.
Meu Amor Pelos Livros
Beijos

No Conforto dos Livros disse...

Olá!! :)

Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste de fazer a leitura! :) Espero também eu faze-la...

Mesmo que não faça muito o meu tipo de romance, tenho de concordar, os "bonzinhos" demais não costumam trazer coisa boa! ahahah

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Paula Sesterheim disse...

Oii, tudo bem?
Então, gostei da premissa, mas não gosto muito de romances. O livro parece ser bem previsível, não sei se daria uma chance a ele, gosto mais dos que me surpreendem.
http://oxenteleitora.blogspot.com.br

Porre de Livros disse...

Oi, eu já tinha visto esse livro, porém não tive a oportunidade de ler nenhuma resenha. Eu estava com muita vontade de lê-lo, mas apos sua resenha tive a certeza de que vou lê-lo. Imagino o quão dramatico é a história dessa personagem. Também concordo com ela, não ia querer chegar perto da pessoa que tirou tudo de mim.

http://www.porredelivros.com

Carol Mendes disse...

Já ouvi falar nesse livro, e lendo sua resenha, mesmo que não tenha sido uma leitura incrível pra você, fiquei bastante curiosa pra ler!
Sou meio lerdinha, então acho que não irei sacar o mistério logo no início como você, então talvez me surpreenda, haha.

Virando Amor

Lauri Brandão disse...

Oi. :)
Fiquei bem curiosa sobre o livro. Gosto desse estilo e sendo um romance com superação, acho que leria sim. Acho que peguei "no ar" o que vc falou sobre o cara solicito demais.
Sua resenha foi curta, mas objetiva. Parabéns.
Obrigado pela visita ao Blog As Meninas Que Leem Livros.
Bjs.

Tamires Marins disse...

Eu não tenho curiosidades em fazer essa leitura, mas sua resenha me deixou curiosa a respeito do Trent, menina! Quer me dar um spoiler? Eu nao ligo não! Hahahaha
Eu gosto muito do gênero, mas curiosamente esse livro em questão não chama a minha atenção.

Beijos

Maria Luíza Lelis disse...

Olá, tudo bem?
Eu ainda não li esse livro, mas faz um tempo que estou curiosa.
Adoro romances e, só de ler sua resenha, já imagino qual seja o mistério do Trent. Porém, fiquei curiosa para saber como esse romance vai se desenvolver.
Adorei a resenha e espero ler este livro em breve.
Beijos!

Larissa - Srta. Bookaholic disse...

Olá, tudo bem?
Eu ainda não conhecia esse livro e confesso que não fiquei lá muito animada, pois a premissa é bacana, mas não parece nada muito "ual" mesmo, sem contar que é chato quando sacamos o mistério logo no início, né?

Beijos :*

Rafaella Viegas disse...

oiii Tudo bem??

Estou precisando de um livro que tira ressaca assim, estou numa brava.
Então estou com esse livro na fila de leituras, adorei sua sinceridade e vou esperar mais um pouco para ler.
Bjus Rafa

Rafaelle Vieira disse...

Olá, tudo bem?
Estou louca para ler esse livro, adoro o gênero e sempre fico impressionada como eles conseguem me tirar de uma ressaca literária facilmente. Com certeza será uma leitura que irei amar, assim que der vou investir no livro.

Beijos,

Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

Criiiis ♥ disse...

Oiii!!!
Eiiiiiiiitaaa, mas como assim? E eu achando que o cara era bonzinho, na verdade ele não é??? Cruzeeeees..... fiquei muito curiosa agora para ler esse livro, preciso entender melhor isso. Gostei de mais da sua resenha, e vou já caçar esse livro.
Beijos

Pollyanna Campos disse...

Olá, tudo bom?
Então, não conhecia esse livro mas confesso que o mesmo não chamou a minha atenção. Esse cara que é bonzinho demais e que no final não é nada já é uma coisa previsível mesmo. Entretanto, achei muito interessante essa questão de lidar com a perda e de seguir em frente por aqueles que se ama. Enfim! Não é uma leitura para mim, mas parece sim ser um bom livro.

Beijos

Our Brave New Blog - disse...

Eu não conhecia esse livro, mas a história não chamou minha atenção, e pelos seus comentários não foi um livro muito bom... Sem contar o fato de que o mistério foi facilmente desvendado. Acho que não leria :/

Lu - @justificou disse...

Oi, tudo bem?
EU QUERO MUITO LER ESSE LIVRO, Ó CAPA LINDA MEU DEUS! Mesmo que ele aparente ser algo bastante previsível eu tenho certeza que leria, achei super bacana os temas propostos e a história me chamou bastante atenção, apesar de que, eu não sou totalmente fã de romances, hein? Mas vamos dar uma chance, não é? HAUHAAAUAH. Ahhh, que blog mais lindo, adorei demais o nome dele e o seu nome é show, arrasando!

Beijos,
Lu - @justificou | https://justificou.blogspot.com.br/

Impressões de Maria disse...

Olá.
Eu fiquei bem curiosa. A Kacey tem razão em sentir a raiva que ela sente.
Eu também fico desconfiada quando um cara é muito bonzinho, já desconfio que tem coisa por trás.

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Eu até que gosto de livros que seguem essa linha e são previsíveis (um ou os dois personagens sofreu muito no passado e vê no outro a chance de ser feliz ou algo do tipo), mas no momento estou procurando histórias mais complexas e imprevisíveis, com romances que saiam dessa receita que muitos estão usando *-*
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Tamara Padilha disse...

Oie, confesso que fiquei bem intrigada com a sua resenha, será que o trent é o motorista que matou os pais dela? Não sei se eu leria essa história. Já vi muitos elogios e muitas críticas e parece mais um new adulte sem algo que me chama atenção. de momento creio que deixo a dica passar.

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo