RESENHA DUPLA!

terça-feira, 9 de maio de 2017
 Quando o blog foi anunciado como um dos parceiros da Editora Belas letras eu surtei de alegria! Acompanho o trabalho do grupo editorial tem um bom tempo e sempre fui fã de seus lançamentos. Ao solicitar dois livros, imaginem só a minha surpresa ao receber mais um e ainda a garrafinha de água mais fofa e ÚNICA da minha cidade todinha? Isso aí, só eu tenho a garrafinha da editora na região e vou me gabar disso pra sempre! Hahahha
Vamos ao que interessa, solicitei dois livros da editora, queria sentir o gostinho de poesia e romance de novo, não me decepcionei, faltaram post its para tantas marcações.

Resenha 1


Título: Precisava de você
Autor: Pedro Guerra
Editora: Belas Letras
Nº de Páginas: 224
Sinopse: "Então está aqui tudo o que eu guardei por algum tempo. A partir de agora eu pretendo escrever, desde o começo, a nossa história (se é que eu posso chamar assim). O nosso (des)romance. Acho que a melhor maneira de se livrar de alguma coisa (neste caso, de alguém) é colocando para fora. Então é isso que eu vou fazer. Eu vou te exorcizar de mim. Que droga. Que droga, Gabriel Vegas. Eu gostava de você pra caramba."









 O livro não está com essa rasura no nome do autor por pura estética, ela tem um motivo, quem escreve esse livro é Lola, uma universitária bacana, toda engraçada e que teve o seu coração partido. Ao invés de ficar chorando e lidando com essa tristeza, Lola decide "exorcizar" essa tristeza toda da melhor forma possível, ela escreve a sua história de amor, do início ao fim, de quando se apaixonou até quando teve seu coração esmagadinho, tudo para que ela dê um fim ao que sente e se sinta livre da angustia no peito.
 Confesso que eu não esperava absolutamente NADA desse livro, achei que seria algo bobo e com frases curtas... Paguei a língua! Lola conversa com o leitor o tempo todo, conversa com o seu ex amor, você se sente mais do que nunca dentro da história, amando e odiando Gabriel Vargas. É como se você fosse as linhas em que Lola decide escrever todas as suas cicatrizes em uma caligrafia impecável.



 Sendo assim, começamos a história sabendo como termina, nada de casal juntinho, mas sinceramente, isso foi o que menos me importou. É fato que todos já tivemos o coração partido, e se encontrar nesse livro é como um abraço quentinho, falar sobre amor não valorizado é dolorido, mas quando Lola fala por nós você só consegue pensar"Eu vivi isso, eu poderia ter escrito isso".
 Gabriel é um garoto mais novo, imaturo, com o típico charme adolescente e que causa estrago por onde passa, Lola é simples, sempre ocupada, companheira de seu melhor amigo gay, Sam(que me arrancou muitas gargalhadas), a nossa protagonista é o oposto de Gabriel e essa é a prova que os opostos se atraem mas logo em seguida brigam...
 Se você acha que essa é a história e ponto, sinto muito te enganar, alias, EU FUI ENGANADA! Literalmente, na última página temos uma revelação e nada mais faz sentido! Fiquei 5 minutos de boca aberta tentando digerir os fatos e só conseguia pensar em como o autor foi sacana e esperto ao mesmo tempo, não vou soltar spoiler, claro, mas uma coisa é fato: Você nunca vai adivinhar quem foi o Gabriel de verdade, e essa é a graça da história toda.

 Resenha 2
Título: Amor à moda antiga
Autor: Fabrício Carpinejar
Editora: Belas Letras
Nº de Páginas: 104
Sinopse:  "Em seu aniversário de 43 anos, Fabrício Carpinejar ganhou de presente uma velha máquina de escrever Olivetti Lettera 82 verde-esmeralda. Desde esse dia, ele se dedica a escrever nela poemas de amor e a guardá-los como um inventário de seus sentimentos e emoções ao longo de sua carreira. Pela primeira vez, a Belas-Letras publica esses poemas exatamente como os originais foram enviados à editora, em maços de papel despachados pelos Correios, sem nenhum tipo de correção ortográfica, edição ou retoques, inclusive com as próprias anotações à mão feitas pelo próprio Carpinejar. Todos os textos de Amor à Moda Antiga (inclusive este) foram originalmente escritos em máquina de escrever. O resultado é um livro orgânico, singelo e apaixonadamente imperfeito, exatamente como o amor é. "






 Que eu amo poesia não é novidade, mas acompanhar isso aos olhos de Carpinejar foi uma viagem deliciosa, calma, como quem caminha com a brisa.
 Em seu aniversário de 43 anos Carpinejar ganhou uma máquina de escrever, da cor de sua obra, mas quem realmente foi presenteado foram os leitores. Ele se dedicou a escrever sobre amor, surras de amor, socos de amor, pedidos de socorro de amor ou como vocês costumam chamar, poemas de amor.
 O livro é curtinho, um poema por página, de um lado a cor verde esmeralda gritando em seus olhos, do outro, o poema cru, isso mesmo, os textos não passaram por revisão nem nada do tipo, todos os poemas estão desalinhados, reescritos, com anotações exatamente como o autor enviou para a editora. Isso dá um ar de proximidade tão grande, é como se nós fossemos os primeiros a ler a obra e estivéssemos dentro da cabecinha de Carpinejar, acompanhando o que ele viu no poema, antes e depois da escrita.
 Tenho o hábito de ler poesia porque sou fascinada pelo poder das palavras nesse meio, e dessa vez a dose veio em dobro, amor e mais amor por essa leitura, aprendi a amar aos olhos de Fabrício e isso foi mais do que especial.

25 comentários:

F disse...

Olá
A garrafinha é muito amor, eu adorei receber também. A editora é incrível, e seus livros sempre se destacam. Já li Precisava de você há um bom tempo atrás e é uma obra maravilhosa. Agora, recebi Amor à moda antiga e é impossível não se apaixonar por cada trecho apresentado e a edição em si. Tudo muito especial, e eu adorei poder conferir suas impressões sobre cada um deles.
beijos, F

Helyssa Santos disse...

Oi, queria ver a foto da garrafinha rs Sobre a resenha, apesar de não ter o costume de ler esse estilo, deu para sentir sua empolgação e bateu a curiosidade. Dica anotada. Bjs

Crislane Barbosa disse...

Oi, Day!
Esse "Precisava de Você" parece um livo bem fofo. Já tinha visto ele por aí, mas nunca tinha reparado nele de verdade. Agora fiquei curiosa! ^^
Beijão!
http://www.lagarota.com.br/
http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

Sabrina Finoti disse...

Morro de vontade de ler esse livro do Pedro, ano passado não consegui ler ele pois sempre estava fora do estoque :(
Mas pelo jeito a escrita dele é muito fofa e única.
O livro de poemas do Carpinejar é lindo também, amei o cuidado que a editora teve com cada página desse livro

Paula Sesterheim disse...

Oii, tudo bem?
Parabéns pela parceria com a editora, se eu tivesse uma garrafinha única também iria me gabar pro resto da vida euheuheeu
Infelizmente, não curti muito os livros citados acima. Curto um pouco de Carpinejar, mas não sou muito chegada em poemas.
Precisava de você parece ser um livro legal, mas o gênero não chama muito a minha atenção.
Obrigada pelas dicas, mas vou passar.

Grazi Moraes disse...

Oie amore,
Pela capa parece se tratar de um livro amorzinho... Adorei essa ideia de resenha dupla (TOP).
Adorei a resenha, parabéns!

Beijoka!

Felipe Cunha disse...

Oi, tudo bom?
Parabéns pela parceria, primeiramente. Tenho muita vontade de ler algo do Pedro Guerra e adorei conhecer um pouco mais sobre esse livro dele, adorei o trecho que você colocou. Tenho dois livros do Fabrício Carpinejar aqui em casa, mas ainda não li. Adorei a resenha.
Até mais o/

Kaline Rainha disse...

Olá!!!
Ambos os livros são totalmente diferentes um do outro e por isso mesmo tremendamente interessantes. Gostei bastante do que li a respeito.

PS: Você escreve maravilhosamente.

Feliciity disse...

Olá!
Ainda não conhecia nenhum dos dois livros, mas já ouvi falar desse autor Pedro Guerra.
Gostei bastante da descrição da Lola, e claro, dos seus "problemas" amorosos.
Gosto muito de poesias também, e esse que está na sua forma mais crua, sem revisão nem nada, parece ser o mais legal.
Irei dar uma olhada nas recomendações.

Paty Souza disse...

Olá.
Gostei dos livros, ainda não li nenhum. Mas Carpinejar foi o que mais despertou meu interesse, não pelo fato de ler de poesia frequentemente, mas pelo fato de que preciso ler mais o genêro, e ele é o autor contemporâneo que mais vem recebendo elogios.
E um livro curtinho, com uma poesia por página e com uma diagramação linda como essa é mais inspirador e incentivador ainda.

Até mais!!
Leituras da Paty


Gabrielly Marques disse...

Oiee, tudo bem? Adorei ambas as resenhas, e conhecer esses livros, que parecem suuuper bonitos. Eu quero muito conferir esse livro do Carpinejar. Também adoro poesia. Não sabia que esse Precisava de Você é um romance, adorei saber disso e fiquei muito curiosa com a leitura. Espero ter a oportunidade. Beijos!!

Maria Luíza Lelis disse...

Olá, tudo bem?
Que legal essa resenha dupla. Adorei conferir suas impressões sobre ambos os livros.
Confesso que o do Carpinejar não me interessa tanto, porque não sou muito fã de poesia. Mas o jeito que você falou sobre o livro até me deixou curiosa.
Porém, foi o primeiro que conquistou minha atenção totalmente. Menina, preciso saber que revelação foi essa na última página. Mesmo sem ter lido o livro, já estou super curiosa e doida para ler.
Adorei a resenha e, com certeza, vou conferir esse livro. O do Carpinejar eu vou deixar anotado para um outro momento.
Beijos!

Livreando disse...

Gostei bastante da história de "Precisava de você" e imagino o qual libertador tenha sido para Lola escrever todos seus sentimentos. Fiquei bem curiosa sobre esse final.
Carpinejar é um encanto e a diagramação desse livro está um encanto. Parabéns pelas resenhas.
Bjim!
Tammy

Thayenne Carter disse...

Olá,

Sempre quis ler algum livro do Carpinejar, pois sempre li trechos de seus textos no tumblr e acho muito lindos e tocantes. Além disso, essa edição está muito bonita e chama muito atenção, apesar de sua simplicidade. Não conhecia o outro livro, mas fiquei bem curiosa sobre a premissa, quero muito conhecer Lola e o que ela tem a dizer sobre seu ex amor.

Tamires Marins disse...

Agora fiquei curiosa para ver essa garrafinha! Rs

Eu achei o primeiro livro legalzinho, leria se ganhasse de presente, por exemplo, pois pelo que eu percebi a identificaçào com a história é bem fácil, mas não é algo que me chamou tanto a atenção a ponto de eu comprar.
O segundo eu não leria apenas porque não curto poesia. ;)

Beijos

Polly.webs disse...

Olá, tudo bom?
Não conhecia nenhum desses títulos e confesso que o primeiro chamou muito minha atenção por tudo que você falou da personalidade de Lola. Fiquei curiosa em relação ao final e claro, para saber como Lola "exorciza" os sentimentos ruins através da escrita. Quanto ao de poesia, eu não curto muito livros assim, mas fiquei curiosa pelo ar de proximidade que os mesmos trazem.
Ótimas resenhas!

Beijos

Criiiis ♥ disse...

Oiii!
Não conhecia os dois livros ainda. Fiquei bem interessada em ler "Precisava de você". Quem nunca sofreu de amor, acho que está vivendo errado kkkk. Gosto de livros que nos fazem imaginar uma coisa e depois, como em um passe mágica, tudo muda. Já fiquei curiosa para saber o que acontece no final desse livro.
Beijos

Carolina Fernandes disse...

Também sou parceira e fiquei bem em dúvida na hora de pedir os livros, queria muitos! Agora vou querer Precisava de Você também! Isso não se faz! hahaha
Quero saber qual é a revelação bombástica do final!

Vícios e Literatura

Bruna Costabeber disse...

Olá!
Aí, que resenha dupla mais maravilhosa. Sempre ouço inúmeros elogios para Carpinejar e acho esse livro muito interessante. Agora, quem me ganhou mesmo foi a Lola, adoro livros que fazem a gente morder a língua e que nos surpreende.
Beijinhos ♥

Júlia Oliveira disse...

Eu já ouvi falar desse livro do Carpinejar e confesso que me deixaram curiosa. Lola parece ser muito bom, pra aumentar o astral de quem terminou um relacionamento e precisa mudar os ares. Adorei! Beijos

Cia do Leitor disse...

Olá!
Gostei dessa pegadinha inicial do livro "Precisava de você", foi uma boa jogada de marketing o titulo do autor ser rabiscado pra dar a vez a protagonista. Adorei!
Fiquei curiosa.
Nizete
Cia do Leitor

Charlene Cíntia disse...

Olá!parabéns pela parceria!
É lindo esses juros que as editoras enviam né!eu amo tbm
Tenho uma grande dificuldade em ler livros de poesias .mas tenho um desejo muito grande em ler este do carpinejar todas as resenhas que leio a respeito do falam coisas boas e incríveis sobre ele.a caso dos ossos livros são muito lindas

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
O "Precisava de você" eu já conhecia, e já faz tempo que estou de olho nele...haha' as diagramações dos livros da editora são lindas, né?
O segundo livro eu ainda não conhecia, mas eu ando tão encantada e interessada em poesia que bati os olhos e já me apaixonei...haha' QUERO!
MilkMilks ♥

Gabriela Cerqueira disse...

parabéns pela parceria antes de tudo, haha
e olha, eu amei o primeiro livro, de verdade, só pela sua pequena resenha eu consegui me identificar demais com a lola, parece até as coisas que eu escrevia antigamente, quero demais fazer essa leitura, tenho certeza que ele vai fazer parte dos meus queridinhos.

Tamara Padilha disse...

oie, ótimas resenhas e parecem ser dois livros lindos. Sou bem suspeita para falar de carpinejar pois adoro ele, e gostei muito do primeiro livro, e achei bem bacana ele ser surpreendente e ser como um acalento, fazendo com que a gente se identifique com ele.

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo