RESENHA Peixe fora D'água

sábado, 11 de novembro de 2017
Titulo: Peixe fora d'água
Autora: Lynda Mullaly Hunt
Editora: Rocco
Nº de páginas: 262
Sinopse: "Todo mundo é inteligente de diferentes maneiras. Mas se você julgar um peixe pela sua habilidade de subir em árvores, ele passará a vida inteira se achando burro.” É exatamente assim, como um peixe fora d’água, que Ally se sente. A cada mudança de escola ela tenta disfarçar sua dificuldade para ler e sua inaptidão para se encaixar. Mas sua vida tem sido difícil. Até que um novo professor consegue enxergar a Ally brilhante e criativa que existe por trás da garota rotulada de lenta e difícil; e até que ela conhece Keisha, uma menina sem papas na língua, e Albert, um garoto obcecado por fatos e ciência. Conforme esses três deslocados começam a encontrar seu lugar, coisas surpreendentes acontecem na vida de Ally, Keisha e Albert. E de todos ao seu redor."


*Livro cedido em parceria com a editora





 Solicitei esse livro achando que encontraria uma história fofa sobre superação e encontrei a minha meta de vida. Pra quem não sabe eu curso Letras, sou professora em formação e já estou atuando na área, é tudo bem diferente do que esperava e adivinha? Eu achei que teria controle em sala de aula mas nem tudo sai como o esperado, muitas vezes me vi sem reação e Peixe fora D'água veio para me salvar, ensinar o que é ser um professor de verdade e a como despertar o melhor dos alunos, sem nunca deixar de acreditar em cada um deles, independente de qual seja o seu talento ou dificuldade, é espetacular.
 Ally é uma garota diferente, ela é extremamente lenta para ler e escrever, se culpa o tempo todo por isso e se acha burra, acredita fielmente que sua capacidade intelectual depende dessas duas ações e se ela não é capaz de fazê-las com louvor, ela é burra, uma pena! Ally é talentosa em outros meios, como exatas e artes mas ainda assim não parece ser suficiente, a garota sofre ataques de alunos maldosos, se diminui o tempo todo por conta de sua condição, tudo isso porque nunca encontrou alguém para encorajá-la, até chegar o Sr. Daniels...
 Ele é o professor substituto e vai cuidar da turma de Ally por um tempo, nada de diferente, certo? Errado, Dani é o tipico professor que marca a vida de qualquer aluno(pro lado bom, claro), ele é doce, carinhoso, encontra métodos para cativar cada criança, acredita no potencial de cada um e não desiste deles, em um hipótese alguma. Dani faz isso com tanta naturalidade que fica claro como ele nasceu para ser professor e como ensinar é um dom, não um ofício.
 Aos poucos Ally vai se abrindo para ele e se permitindo, mostrando assim a sua dificuldade, ciente de que ele não é capaz de ajudá-la quando é o contrário que acontece. Ally não é nenhuma burra como imaginava, ela é especial e precisa de ensinamento diferenciado mas nada disso compromete sua intelectualidade, ela só precisava de um pouquinho de amor! 
 Desse modo, Ally que era uma garota sozinha acaba encontrando alguns amigos e percebe que não é a única diferente no mundo, o fato das pessoas não terem os mesmos problemas que você, não te torna diferenciada, mas ainda assim, a amizade que é semeada nesse livro é maravilhosa, doce e empática. 
 Essa é uma obra maravilhosa e que deveria ser leitura obrigatória de cada professor em formação, terminei transformada e apaixonada, foi tudo doce, tocante e muito profundo. O bacana é saber que a história foi inspirada na vida da própria autora!


A maior parte dos professores parece gostar que todos os alunos sejam iguais: perfeitos e quietinhos. O professor Daniels, na verdade, parece gostar que sejamos diferentes.




 

10 comentários:

Tamara Padilha disse...

Oi. Adorei essa premissa. Gostei dessa lição sobre os professores e como muitos conseguem tirar de nós aquilos que outros não conseguem, somente aplicando carinho, paciência e outras coisas necessárias. Achei bem legal você ter conseguido se encontrar nesse livro. Vai para a minha lista de desejados.

Cabine de Leitura disse...

Já tive a pretensão em lecionar e cursei um ano de pedagogia, mas desisti. Hoje ainda sonho com algo do tipo, mas tenho medo, por quantas anda a situação da educação
no país, então acredito que o livro seja uma boa pedida para mim. Anoto a dica e te desejo toda sorte e sucesso nessa sua tão digna e linda profissão.

Beijos.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Lara Xavier disse...

Ola se eu visse esse livro na livraria eu passaria direto e não daria uma oportunidade para ele mais eu quero ler agora mesmo que eu não deseje ser professora mais esse livro deve ser otimo

Ivi Campos disse...

A capa do livro e o nome, me lembraram um desenho que meu filho assistia no Discovery chamado Peixonauta.
Ainda não conhecia o livro e fiquei empolgada com os elogios que você fez sobre a obra. Já quero ler.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

Carolina Souza disse...

Que gostoso essa história. Já anotei a dica pra quando quiser dar um presente para minha mãe, que também é professora e trabalha com educação infantil. Pelo que você conta, com certeza ela iria amar este livro! E eu também, que fiquei muito curiosa com a história.

http://anneandcia.blogspot.com.br/

Bruna Costabeber disse...

Olá!
Pela capa e título, eu não leria esse livro, mas sua resenha mudou isso e fiquei interessada em fazer a leitura. Achei a premissa desse livro, de certa forma, parecida com Extraordinário e também achei muito inspiradora, sabe?
A Ally parece ser aquela personagem que você quer levar para a vida sempre, dica anotada.
Beijos

Bruna Milanese disse...

Oi, queria começar dizendo: que blog fofinho!!!! Amei os cactos!! <3
Agora sobre o livro: eu não tinha ideia nenhuma de que o livro era sobre isso haha
Adorei muito a proposta, eu sempre tenho uma quedinha por filmes que trabalhem a ideia de professores que inspiram e incentivam os alunos a serem melhores dentro das suas próprias diferenças e esse livro me parece ser muito isso!
Dica anotadíssima!
Beijos!

Stalker Literária disse...

Oi!
Ainda não tinha visto esse livro, mas que bom que foi uma leitura que te ajudou no momento certo, é tão bom quando isso acontece.
Pela sua resenha deu pra ver que além de uma história incrível e verdadeira é bem emocionante

Maria Luíza Lelis disse...

Oi, tudo bem?
Eu não conhecia esse livro e confesso que se fosse olhar só a capa não teria interesse em ler. No entanto, depois de ler sua resenha fiquei super curiosa.
Adorei a premissa e parece ser um daqueles livros que inspiram e transmitem muitas lições. Além disso, acho o livro traz temas muito importantes, ainda mais se considerarmos que é realmente muito difícil encontrar escolas que são realmente inclusivas e que oferecem as condições para que todos os seus alunos possam se desenvolver plenamente. Acredito que seja muito bonito acompanhar a jornada dessa personagem, que com o incentivo de seu professor, começa a aprender a superar suas limitações e ir além do que imaginava que conseguiria.
Adorei a resenha e vou anotar a dica.
Beijos!

Wellida Danielle disse...

Olá, tudo bom?

É ótimo quando somos surpreendidos positivamente com uma obra. Você, como professora em formação, deve ter amado encontrar esse tipo de história. A premissa é interessante e eu também achei que fosse uma história fofa de superação. Ledo engano.
É sempre bom ler obras desse tipo para nos inspirarmos, não só profissionalmente, mas principalmente na vida pessoal. Nessa, pelo jeito, nós encontraremos que podemos ter dificuldades em fazer alguma coisa, mas a verdade é que há uma chance de que simplesmente estamos fazendo de uma maneira "errada". Assim, ao ser nos mostrado como é feito corretamente, nós provamos que conseguimos fazer, sim!
Pelo jeito é uma história linda que eu amarei a leitura e recomendarei para todo mundo. Quero ler, urgentemente!

Enfim, amei a resenha e agradeço a indicação :)
Abraços.

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo