Posts Recentes

RESENHA Erros...Nas Entrelinhas

8 de março de 2017


Devo começar essa resenha agradecendo a Editora Pendragon pela oportunidade de parceria, fiquei imensamente feliz ao ver o resultado, como se não bastasse, assim que o correio chegou meu sorriso aumentou, o cuidado da editora foi extraordinário! Enviaram marcadores, recados fofos, sacolas mais fofas ainda! São nesses pequenos detalhes que vocês ganham clientes.

Samantha tem tudo o que quer, é popular, namora um cara cobiçado, capitã do time das líderes de torcida, bons pais, irmãos que são deuses gregos. Tudo caminha muito bem, sua vida segue uma linha tênue em que nenhuma mudança é necessária. No primeiro dia de aula ela esbarra em um novato com olhos inspiradores e a conexão é quase palpável, digna de filme, sabe? Benjamim acabou de chegar na cidade, e também não esconde seu interesse por ela.


Os dias passam e Sam segue pensando em Benjamin, acontece que ele sabe que ela não é a garota fútil que aparenta ser, ele sabe que ela é diferente de tudo, e faz questão de mostrar isso a ela, dizer que está ali. Acontece que Sam tem namorado, Devin é um cara incrível, carinhoso, prestativo, mas desde quando Ben chegou, não parece ser o suficiente. Mesmo que o relacionamento deles seja algo que reflete na escola, Devin está presente em festas regadas a álcool e drogas, Sam se aproveita disso para fugir de sua realidade, já que suas amigas... São amigas só de aparência, Paige é uma delas, que na cara de pau dá em cima do pai de Sam, e isso vai render grandes problemas no decorrer da história.

Eis que meus problemas durante a leitura começaram, por menor que tenham sido, eu fiquei incomodada, Sam simplesmente não consegue ser fiel! Ela beijou professor, beijou Ben, beijou tanta gente que eu em determinado momento me peguei pensando "Mas outra pessoa, já?" Solteiros temos total liberdade, mas em relacionamento... A coisa é diferente. Entretanto, Sam e Ben começam a namorar, ela abandona Devin e isso a afasta do grupo de populares, e então ela descobre que Benjamin tem um problema de saúde grave, ele tem hemofilia e isso o torna fraco, Sam se torna outra pessoa, não usa mais drogas e quer mesmo ajudar Ben, ainda que Megan, a melhor amiga de Ben, esteja o tempo todo presente, causando ciúmes.

Mas algo acontece e tudo muda, Sam tem de se afastar de Ben porque faz mal a ele, machuca-o mesmo sem o tocar, e ficamos nesse eterno jogo de gato e rato onde ninguém pega ninguém, não oficialmente.

O ambiente escolar é bem construído, a autora fez questão de pensar todos os detalhes e deixou tudo com carinha de musical, eu amei isso! Devin, Megan, Sam e Ben precisavam se encontrar sempre porque estariam presentes no mesmo musical, além de dar toda a emoção da situação, cantando, o que torna a leitura ainda mais especial, nós leitores ganhamos dezenas de dicas músicas, que você encontra no final do livro, muito bem categorizado.

A história foi bem elaborada para uma autora tão nova! Os capítulos são pequenos, e a leitura é fluída, sempre algo tenso acontece e você fica eufórico esperando pela próxima situação, os únicos fatos que me incomodaram foram as inúmeras traições, a doença de Ben não ser tratada com a devida importância, principalmente no final, ficamos sem saber de absolutamente nada. O livro foi uma grata leitura, gosto de autores novos e que mostram que são capazes sim de preencher o mercado editorial! Espero poder conferir novas obras de Brenda, ela tem um potencial fora do comum.
"Eu estou com aquela sensação de quando você esta em uma montanha russa e ela sobe, sobe, sobe e chega a um certo ponto e para por alguns segundos, antes de descer em uma velocidade avassaladora, e faz você sentir uma fraqueza nas pernas e um frio na barriga. Uma sensação de medo e liberdade."

Título: Erros... Nas Entrelinhas
Autora: Brenda Ripardo
Editora: Editora Pendragon (Comprando por esse link, uma porcentagem é destinada ao nosso blog)
Nº de Páginas: 308
Sinopse: "Samantha é capitã do time das líderes de torcida e namora Devin, o quarterback do time de futebol. Mas para ela, as coisas não haviam sido fáceis, já que era o tipo de garota invisível. Logo no primeiro dia de aula ela conhece Benjamin, um garoto recém-chegado na cidade, cujo contato inspirador, desperta novamente nela o amor pela música, que há anos permanecia adormecido. Benjamin é diferente, envolvente, e faz com que os sentimentos de Samantha em relação a ele cresçam, e embora ela tente lutar contra isso, o destino parece sempre querer uni-los. O intenso envolvimento de ambos a deixa certa de que ele é o seu verdadeiro amor. Entretanto, nada parece estar a salvo, pois Samantha acaba cometendo erros e ferindo os sentimentos das pessoas que a cercam. Ela terá como lição que os segredos nem sempre estão seguros e que tomar certas decisões, podem trazer sérias consequências."


Compre por aqui! Loja Pendragon

RESENHA O Clube de Leitura de Jane Austen

6 de março de 2017


Você já imaginou encontrar a sua própria vida em um dos livros de Jane Austen? Pois é, a Editora Rocco fez isso por nós! 

O Clube de leitura de Jane Austen narra o encontro de 5 pessoas, todos com o interesse de debater sobre uma das maiores autoras de todos os tempos, o grupo é composto por 4 mulheres e 1 homem, cada um tem uma característica que torna diferente do outro membro, como Allegra, a mais nova do grupo, ou a velhinha mais casamenteira de todos, Bernadette. 

O clube teve início porque a amiga Jocelyn precisava se livrar das dores de um divórcio, é fato que após um evento como esse nossa cabeça e nossos sentimentos ficam tão mais fragilizados e nada melhor que Jane para curar essa dor. 

O fato da narrativa ser em terceira pessoa e oscilar o tempo todo entre presente e passado me deixaram confusa e por muitas vezes cansada da leitura, mas a curiosidade para entender a teoria dos 5 e me sentir naquele meio foi maior que qualquer outra sensação então me deixei levar. Se por vezes eu queria deixar a leitura de lado por estar cansada, muitas vezes eu queria seguir para saber sobre qual livro debateriam em seguida, qual vida iria se encaixar ali naquele pequeno e aconchegante momento.

Se você é fã de Jane obviamente vai se deliciar com o livro e entender que cada personagem está ali porque tem uma ligação especial com cada capítulo, você começa sutilmente sem entender e quando dá por si percebe que faz todo o sentido. Eu que fui uma breve leitora de Jane demorei um pouco a entender, mas quando notei esse pequeno detalhe, fez toda a diferença, fiquei sorrindo um tempão em perceber esse pequeno cuidado por parte da autora, cada personagem foi muito bem construído para se encaixar em Jane, ou foi Jane que foi construída para se encaixar em nós? Eis um dos grandes mistérios da literatura.

Essa capa é muito condizente com a história toda, não só por esse ar aconchegante e essa cor tãããão Jane Austen, fiquei sabendo que o livro foi adaptado para o cinema e espero poder conferir em breve! Basicamente foi uma leitura agradável, não das melhores, mas que me deixou um pouco mais apaixonada por clássicos.
“O que os livros tinham de bom era a resistência da palavra escrita. A pessoa podia mudar, e sua leitura talvez mudasse como resultado disso, mas o livro permanecia o que sempre havia sido. Um bom livro era surpreendente na primeira vez, menos na segunda.”


Título: O Clube de Leitura de Jane Austen
Autora: Karen Joy Fowler
Editora: Rocco
Nº de Páginas: 320
Sinopse: "Cinco mulheres e um homem se reúnem para debater as obras de Jane Austen na Califórnia do início dos anos 2000 e acabam descobrindo, entre casamentos frustrados, arranjos sociais e afetivos, que suas vivências não são assim tão diferentes das experimentadas por Emma ou outras personagens da escritora britânica que tão bem descreveu a sociedade de sua época, dois séculos atrás. No livro, que figurou na lista do mais vendidos do The New York Times e deu origem ao filme homônimo estrelado por Kathy Baker e Emily Blunt, a premiada escritora norte-americana Karen Joy Fowler disseca as relações contemporâneas com acuidade, humor e ironia dignos da autora de Orgulho e preconceito e outras obras que continuam fascinando leitores de todas as idades. Uma homenagem a uma das maiores escritoras da língua inglesa e uma deliciosa comédia de costumes dos nossos tempos. Ponto forte: No ano do bicentenário de sua morte, Jane Austen (1775-1817) continua atraindo leitores de várias idades, especialmente jovens. O livro é uma excelente porta de entrada para a obra de Jane Austen e agrada em cheio também aos já fãs da autora"
Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Suelen Marques - Web Design
Para o topo!