Posts Recentes

O terror presente em Criaturas & Criadores

10 de janeiro de 2018

Título: Criaturas & Criadores
Autores: Raphael Draccon, Carolina Munhoz, Frini Georgakopoulos, Raphael Montes.
Editora: Record
Nº de Páginas: "Clássicos do medo reinventados por quatro escritores brasileiros, para noites de sustos, terror e gritos
Quatro dos mais populares autores contemporâneas brasileiros, Raphael Draccon, Carolina Munhoz, Frini Georgakopoulos e Raphael Montes se uniram para reinventar os contos de terror clássicos. Frankenstein vive, e está numa favela do Rio. Rumores indicam que Drácula pode ser o dono de uma nova e badalada boate. Numa faculdade de artes, há uma lenda que diz que um fantasma ajuda belas jovens a cantar num teatro abandonado. Um mistério ronda a vida de um dentista e pai de família que está prestes a descobrir seu lado mais monstruoso. Quatro clássicos do medo reinventados por quatro escritores brasileiros para noites de sustos, terror e gritos."

*Livro cedido em parceria com a editora





Vocês adoram receber pacotes de surpresa? Eu sim! Fiquei imensamente feliz quando recebi essa belezinha da Editora Record, vocês não tem ideia da beleza que esse livro tem, pessoalmente é outro nível! Capa dura, folhas grossas, todo trabalhado no brilho... Qualquer um fica facilmente apaixonado por essa edição. Confesso que não sou a maior fã de livros de terror, essa parte fica com o Pê, outro colaborador do blog, sou a louca dos romances, mas após uma ressaca causada por trabalhos da faculdade eu senti que precisava respirar um ar diferente, expandir meu "olhar literário" e me aventurar em outros meios, essa foi a primeira obra que tive em mente quando pensei nisso, não hesitei em começar a lê-la, mesmo pensando em como dormiria a noite. Os contos são extremamente curtinhos e li rapidamente, entrei profundamente em cada história, vibrei e senti medo como ninguém, a viagem pelo terror foi incrível. Acompanhar essa releitura feita por autores brasileiros mostra como os autores nacionais vem crescendo cada vez mais, nenhum deixou a desejar, todos foram fantásticos ao seu modo, vou comentar sobre cada um.




 A criatura- Raphael Draccon - O primeiro conto mostra a entrevista entre uma youtuber e um médico, a intenção da personagem famosa é fazer com que o médico conte para as câmeras o que realmente aconteceu no dia em que o BOPE invadiu a favela e matou o maior traficante da cidade. O conto é uma releitura de Frankenstein e tudo parecia ir muito bem, nada de sustos, o entrevistado só estava contando como o traficante morreu, eis que ele começa a explicar porque tantos policiais morreram... A narração é feita no presente, durante a entrevista e quando os crimes aconteceram, o plot do conto é sensacional e você fica de boa aberta, com esse conto você entende como a criatura é capaz de tornar maior que o seu criador.

 Conde de Ville - Carolina Munhoz - Esse conto foi muito bacana por um motivo bastante simples e representativo, a personagem principal é gorda! Representatividade importa meus caros, em todos os níveis. Elisabeth está em uma fase difícil, ela é escritora de terror e enfrenta uma grande crise criativa, não consegue escrever nada. Quando seu namorado que irá trabalhar em uma boate que acabou de abrir a convida para conhecer o lugar, ela conhece o dono do estabelecimento que é todo gótico e estranho, a paixão é quase imediata e já sabemos que aqui o clássico usado como base é Drácula. Talvez esse tenha sido o conto que menos me impactou, não teve nenhum ponto alto, tudo foi muito linear.

 Por trás da mascára- Frini Georgakopoulos-  Primeiro preciso dizer que eu dou um prêmio a qualquer um que consiga falar o nome dessa autora haha sofri demais até pra digitar. Esse conto me deixou bastante emocionada, de verdade, o clássico usado como base é O fantasma da Ópera mas sinceramente, foi tudo diferente do que eu esperava, Christine segue em luto pela morte do seu pai, seu sonho agora é dar orgulho a ele, onde quer que ele esteja mas ela não anda desempenhando muito bem essa função, está a um passo de ser expulsa do local onde estuda e decide apelar para ajuda superior. Sua amiga Meg comenta com ela que há uma lenda muito interessante sobre o antigo teatro, um professor que lecionava lá morreu, desde então ele ajuda jovens com o coração puro a fazer música de verdade. Chris vai sem acreditar e o fantasma de fato aparece, aqui cremos que o cara realmente é um fantasma e até achei bizarro ela se apaixonar por ele.. Que nada, o fantasma é o terror em si, sem querer dar spoiler, mas o ser de outro mundo é um grande alerta de relacionamento abusivo.


O sorriso do homem mau - Raphael Montes - Esse foi o conto que eu estava mais ansiosa pra ler, Raphael Montes é puro sucesso, teve seus livros traduzidos para mais de 20 países e fiquei um pouco desapontada com um conto tão curtinho, mas ele não deixou a desejar de forma alguma. Talvez esse tenha sido o conto mais macabro e que me deixou com medo de dormir. Pablo é um homem calmo, excelente dentista e ama crianças, possui uma linda família mas há algo assustador nele, ele acaba sequestrando seu próprio sobrinho, faz coisas horríveis, espanca, mutila, é doentio e ele simplesmente não se lembra das coisas que faz, eu simplesmente não faço ideia de qual clássico Raphael usou como inspiração, mas seja lá o que for, quero ler! Pablo segue essa vida dupla por pouco tempo, ele não consegue fingir ser um bom marido, preocupado com o sumiço de seu sobrinho e um homem doentio nas horas vagas, você sente nojo das coisas que ele faz, sente pena de seu sobrinho, quando achamos que esse é o cenário do conto e que não iremos mudar de opinião, o autor mostra porque é tão famoso por suas histórias, ele mostra como o ser humano pode ser corrompido pela sociedade e como a perversidade está presente em todos.


Essa edição é uma das mais belas da minha estante, a leitura foi prazerosa demais e indico a todos que gostam do gênero ou querem se aventurar um pouquinho, você não vai se arrepender!

De um lado um homem fascinado com o fruto de sua própria ambição. Do outro, uma mulher aterrorizada pelo mesmo motivo.

Comentários
16 Comentários

16 comentários :

  1. Heiii, tudo bem?
    EU devorei esse livro super rapido de tao bom, mas é inegavel que o conto do Raphael é o melhor, realmente me deu calafrios o final!
    A edição tb é uma das mais lindas que tenho, a Record caprichou e que venha mais capas duras por favor.
    Otima resenha.
    Amei a dica.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bom?

    É ótimo que os autores nacionais estejam ganhando mais espaço no cenário brasileiro. Eu também gostei da ideia do livro, de fazer releituras de clássicos de terror, trazendo-os para o momento atual. Eu não conheço todos os autores convidados, somente o Draccon, a Munhóz e o Montes. Por outro lado, eu gostei bastante das histórias escolhidas e a maneira que eles a conduziram, pelo menos na premissa. A edição parece ser belíssima e daquelas que ficam lindas na estante. A que eu estou mais curiosa para ler é O Sorriso do Homem Mau, do Raphael Montes, que parece ser baseado no clássico O Médico e o Monstro - mas acho que só lendo para saber, então você poderia pesquisar e ver se assemelha com o que você leu.

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Oiee, tudo bem? Gostei muito do seu post <3 Eu adoro o gênero, mas não curto tanto releituras, então fiquei meio receosa de começar... Dos autores eu só li o Raphael Montes e gosto muito da escrita dele. Agora fiquei dividida sobre ler ou não :D

    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Realmente os escritores nacionais vem crescendo e se destacando bastante. Não conhecia este livro, mas gosto muito de contos, então o livro é uma boa pedida. Comecei hoje um livro do Raphael e estou me apaixonando pela escrita dele, quero ler e espero não me arrepender rsrs.

    Beijos
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Não conhecia este livro antes, apesar da resenha ser bem positiva, não é um gênero que eu sinto interesse em ler, talvez um dia, quem sabe? Amei a capa e a contra-capa.

    Abraços,
    https://jovemcigano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Eu ja vi em outros blogs e somente vejo comentarios positivos, eu nunca li nada do autor e esse livro esta na minha lista vai que esse ano rola ne... e amei a diagramacao da contra capa

    Bruna
    https://odiariodoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi tudo bem?
    Adoro livro de contos de terror, ainda não li esse, mas vai para minha lista de desejos, parabéns pela resenha e pela divulgação! Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Estou bastante curiosa a respeito desse livro, gostei muito da sua resenha e da opinião de cada um dos contos. Acho que no quesito terror, o formato de contos é bem mais impactante, dá pra contar pros amigos em uma roda de fogueira. rsrs
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Oii, receber livros é tudo de bom mesmo! Um livro com o Raphael Montes então... sonho meu rs. Esse livro está na minha lista justamente por causa do conto dele.
    Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
  10. Oiii tudo bem??

    Estou fascinada por essa edição, realmente preciso dela na minha estante. Amooooo contos, de verdade. Espero gostar de ler e comprar assim que possível.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  11. Oie amore,

    Não conhecia o livro até então.
    Mais sendo bem sincera não é um gênero que eu curta, então vou passar a dica.
    Adorei sua resenha, muito bem feita de dividida, parabéns!

    Beijokas!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi!

    Apesar de conhecer os autores, eu não sabia que tinha sido lançado esse livro, mas achei a edição bem linda e fiquei interessada no conto do Raphael. Com certeza vou dar uma olhada e adquiri-lo. Adoro contos, hehe.

    beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oiii,

    Eu já tinha visto este livro e achado a edição simplesmente maravilhosaaaaa, mas o fato de terror não ser muito meu gênero eu não tinha dado tanta importância, mas sua resenha me deixou curiosa, por ser um tipo de leitura que você não está acostumada (como eu) e que ainda assim te agradou. Vou anotar a dica e assim que possível fazer a leitura.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!!!
    Eu posso supor que o último conto citado, talvez tenha sido inspirado em "O Médico e o Monstro" não é certeza mas desconfio.
    Eu fiquei tão feliz em ver um conto inspirado em uma das minhas obras preferidas que era "O Fantasma da Ópera" mas fiquei mal em saber que é uma história abusiva e isso me parte o coração, porque meu Fantasma tem que sempre ter alguma coisa.
    Porém, achei a edição lindíssima e os contos interessantes mesmo sendo uma medrosa de primeira com certeza leria ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. E aí, tudo supimpa? A unica obra do Draccon que li foi "Cemitérios de Dragões" e, tenho que admitir, não foi a minha leitura preferida não. Desde então, me mantenho afastado do que ele escreve. Sendo os contos releituras, o pé fica mais atrás ainda. Mas, pelo que se observa na sua resenha, os autores tiveram sucesso no desafio imposto. Se tiver a oportunidade, lerei sim. Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Conheço esse povo todo, amo a Frini, mas eu não costumo ler livros de terror. Nem curto porque sou uma pessoa facilmente assustavel, mas cara, eu amo essa capa e a forma que o povo tem criatividade para fazer releituras de forma tão irada! Adorei a resenha! Beijos

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Espalhando Bonitezas - Web Design
Para o topo!