RESENHA Londres é nossa!

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
Título: Londres é nossa!
Autora: Sarra Manning
Editora: Galera Record
Nº de Páginas: 266
Sinopse: "Uma divertida e acelerada carta de amor a Londres, a garotos e a alucinantes noites em claro
Sunny sempre foi um pouco ingênua, até meio molenga. Mas quando recebe a foto de seu namorado beijando outra garota em seu celular, ela sabe exatamente o que fazer: encontrá-lo e terminar tudo. Só que... será que Mark não tem uma explicação para isso tudo? Eles estavam indo tão bem... Agora, Sunny precisa achar o rapaz em pleno sábado à noite em uma das cidades mais movimentadas do mundo. O que antes parecia uma tarefa simples virou uma verdadeira corrida maluca por Londres. No caminho, Sunny conhece um condutor de riquixá, grupo de dragqueens, sua banda girl power favorita e, principalmente, os Goddard – os gêmeos (primos) franceses mais misteriosos e descolados de Londres."

*Livro cedido em parceria com a editora


 Nesse momento tô aqui sentandinha em frente ao computador me culpando por não ter resenhado essa belezinha antes, foi um dos primeiros livros que recebi da parceria com Galera Record e foi uma leitura tão importante pra mim! Não só pela representatividade(Uma protagonista negra, obrigada deusa!) mas sim pela história como um todo, a maneira como Sunny inicia esse trajeto de pé na bunda com traição e como ela sai disso... É um manual de superação praticamente.
 Sunny é uma garota muito boba quando o assunto é seu namorado, ela está em um piquenique divertido quando recebe a foto de seu namorado beijando outra pessoa, Sunny tem certeza que Mark pode explicar aquela foto, que aquilo não passa de uma situação confusa e mal interpretada, ele nunca trairia ela, afinal eles se amam e ela estava pronta para finalmente ter a sua primeira vez com ele, certo? Errado, Mark traiu Sunny, isso é simples, aceita querida!
 Depois de receber essa foto ela decide procurá-lo para tentar entender isso e finalmente terminar, na verdade ela segue bastante confusa, a única coisa que tem certeza é de que precisa encontrar Mark e finalmente decidir o que fazer. E então o cenário de Londres entra em cena.



 Durante o piquenique/aniversário em questão, Sunny encontra dois figurões que são super comentados na cidade, são dois jovens franceses que andam de moto estilo vintage e com um sobretudo, super atual esse look, né? Haha, eles decidem dar carona para ela encontrar logo Mark e dar um fim nisso tudo, acontece que encontrar esse cara é quase uma missão impossível.

 O livro todo é essa busca incansável pelo namorado/Ex de Sunny, ela procura ele por todo canto e quando está prestes a se encontrarem... Ele some pra outro lugar, chega a dar raiva, durante alguns trechos eu me peguei pensando"termina logo por telefone, esse cara nunca mais vai aparecer" mas aí entendi que o livro era muito mais sobre a descoberta pessoal dela do que sobre o ex namorado.
 Sunny é uma protagonista negra, com um cabelo black enorme e foi aí que me identifiquei, durante o livro a autora faz alguns comentários bastante pertinentes a respeito dessa animalização que as pessoas costumam fazer com pessoas negras, primeiro pegam em nossos cabelos, como se fossemos bichos e depois perguntam se podem tocar, isso é tremendamente irritante, sem contar os questionamentos a respeito do racismo velado. O que era pra ser uma obra divertida, leve, uma aventura para encontrar o ex namorado babaca, na verdade se tornou uma leitura cheia de descobertas pessoais. Enquanto mulher negra eu me identifiquei muito com a protagonistas e todas as situações relacionadas a sua cor, ela passa por situações inusitadas e que muitos leitores brancos podem achar que foram coisas simples. Foi uma leitura fortalecedora, sai dela mais consciente e orgulhosa do que sou, e apaixonada por Londres! Todos os cenários foram tão bem escritos que me senti sentadinha na moto dos companheiros de aventura da protagonista! Uma leitura divertida mas extremamente consciente, minha única ressalva é que o livro é tão curtinho que após a leitura fica aquele gostinho de quero mais! <3

Então agora eu tenho um grande e belo cabelo afro, e apesar de, às vezes, eu escutar comentários maldosos ou ver olhares de desaprovação de garotas com apliques, e de minhas duas avós me dizerem que meu cabelo passa uma mensagem errada para os outros, azar de quem não gosta. Eu amo o meu cabelo.


25 comentários:

Cabine de Leitura disse...

Apesar de parecer uma trama bem leve e fluida não é um livro que me chama atenção. Acredito que me entediaria facilmente com o livro. O público alvo deve ser infanto-juvenil por isso não me prende. Mas sem duvida é um bom presenta para meninada.

Beijos.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

Jessie disse...

Oi!!

Tudo bem? Então, esse tipo de trama que tem essa pegada meio gato e rato me deixa muito p da vida. Aí eles quase se encontram e então o cara some de novo e fica nisso? Eu largaria o livro de lado bem fácil porque, de jeito nenhum, teria paciência. Então a narrativa pode ser fluida e legal, mas a premissa me encheria o saco e por isso vou passar a dica :D

Beijinhos
www.paraisoliterario.com

Di Leitora disse...

Olá
Esse tipo de livro me parece ser bem fácil de me prender, mas acho que não teria paciência para essa trama dela ficar procurando pelo ex e tals..fora que como você ressaltou, tem muitas coisas que um leitor branco(a) acharia normal ou não entenderia..
Beijos
https://florescendolivros.blogspot.com.br

Stefani Almeida disse...

Oiii

Ai que delicia ler um livro com tanta representatividade e que vc se identiicou. Ja li outros livros da autora e confesso que não gostei muito não, mas fiquei bem curiosa pra ler esse. Adorei a capa, ela passa tanta tranquilidade, e parece que o livro é bem docinho também né. Ja coloquei na listinha <3

http://www.galaxiadeideias.com/

Livros & Café disse...

Oi, tudo bem?

Tive a oportunidade de solicitar este livro ano passado, mas decidi não pedir. Fiquei na dúvida se seria uma boa leitura e, por isso, deixei para ler em um outro momento. Quem sabe e consiga ler este ano.

Beijos.

Antonia Isadora de Araújo Rodrigues disse...

Olá!!!
Eu ainda não tinha ouvido falar sobre esse livro e quando você disse que ela ficava procurando o cara para terminar com ele, me fiz a mesma pergunta que você: "Por quê ela não liga e termina por telefone mesmo??"
Mas como você disse o livro é uma aventura de auto-conhecimento da personagem e fico muito feliz em saber que a personagem é negra e que ela demostra o que muitas mulheres negras passam em determinadas situações.
Adorei a resenha!!!

lereliterario.blogspot.com

cris disse...

Oi tudo bem? Adorei sua resenha, mas sinceramente acho que não seria o tipo de livro que leria, talvez em outra ocasião. Mas divulgarei para minhas amigas, obrigado. Bjs

Beatriz Andrade disse...

Eu ainda não li esse livro, mas tenho uma grande curiosidade com ele. Adorei a sua resenha e espero ter a oportunidade de ler também, a premissa é bem interessante.

Carolina Fernandes disse...

Oii
Já havia visto o livro por ai, mas ainda não li. Achei a história bem legal, parece aquele tipo de trama gostosa que nos deixa pensando em várias coisas ao mesmo tempo quando acaba, e assim que acaba sentimos falta dos personagens.
Obvio, Londres é um brinde na leitura.

Vícios e Literatura

Book Obsession disse...

Olá!
Eu tenho esse livro e ainda não peguei pra ler. Acredito que a leitura é daquelas despretensiosas e espero que tenha bastante ambientação local.
Adorei sua resenha!
Beijos!

Camila de Moraes

Juliana Gomes disse...

Oiee. Que legal essa leitura, realmente parece muito empolgante gostei de saber que o livro é recheado de descobertas pessoais e que vc curtiu tanto assim. Adorei a resenha

Abby Anjos disse...

Como eu nunca ouvi falar desse livro antes??? Só pela resenha já me senti super representada hahahahah Acho que li um total de 0 livros com protagonistas negras, e então COM CERTEZA preciso ler esse
Obrigada por me apresentar <3

Vitória Zavattieri disse...

Ooi,
Eu nunca nem tinha ouvido falar sobre o livro mas gente, ele merece mais atenção! Protagonistas negras são tão especiais e Sunny parece o tipo de personagem que ia me encantar de cara. Amei a dica e já coloquei na minha lista!

Corujas de Biblioteca

Barbara M. Cabalero disse...

Oi.
Adoro essas tramas leves, mas que de algumas forma trazem lições importantes. É aquilo, né, um livro não precisa ser um contante tapa na cara para ensinar alguma coisa. Amei a ambientação em Londres.
Entrou para a lista.
Beijos.

Maria Luíza Lelis disse...

Oi, tudo bem?
Eu amei tanto esse livro quanto li, virou um dos meus queridinhos. Então, fiquei muito feliz de ler e saber que ele é foi tão importante para você.
Duas coisas fizeram com que eu amasse essa leitura, o amadurecimento da protagonista e a forma como Londres é retratada. Eu achei incrível ver que, durante essa jornada para encontrar o namorado, ela descobre tanto sobre si mesma e se fortalece. Além disso, como você falou, a ambientação é tão bem feita que também senti como se estivesse na moto com eles, andando e conhecendo Londres.
Adorei sua resenha e fiquei até com saudade do livro.
Beijos!

Jéssica Melo disse...

Olá, desde que esse livro lançou que eu tenho vontade de ler principalmente pela autora ter escolhido trazer essas reflexões em um enredo que parece bem divertido *-* Adorei a dica.

Sick, Sad Books disse...

Oi migaa,
Eu já li umas resenhas antes sobre esse livro e já deu aquela vontadezinha de ler só pelo fato de se passar em Londres, fala sério, quem não gostaria de passar horas procurando o @ em LONDRES?
E sem falar que a representatividade está aí né, personagem negra.
Amei demais, quero emprestado haha.

Milena Nones disse...

Oi!
Apenas pelo fato desse livro ter como cenário a minha tão querida Londres, já seria uma leitura que eu faria sem dúvida alguma! A capa está muito linda e parece ser uma história divertida e leve, boa opção para relaxar. Dica mais que anotada! ;)

Karem F disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karem F disse...

Que capa maravilhosa. Gostei da resenha, mostrando que a viagem que ela acaba fazendo é meio que para se auto descobrir, porque se fosse somente para correr atras do garoto ia ficar bem sem graça a trama.

Bjus**
http://imagine-livros.blogspot.com.br/?m=0

Profª Nara Dias disse...

Hello! Gostei da capa, gostei da proposta e fiquei até curiosa para analisar a leitura, apesar de parecer uma historinha adolescente mas profunda, acredito que leria sim! Beijitos

Nara Dias
www.viagensdepapel.com

Ana Caroline Santos disse...

Olá, tudo bem? Só olhando a capa podemos ver um empoderamento e uma temática bem representativa. Confesso que não conhecia a obra, porém fiquei curiosíssima ainda mais sabendo que se torna uma procura pessoal. Dica anotadíssima e adorei a resenha <3
Beijos,
diariasleituras.blogspot.com.br

Angélica Lima disse...

Oi, tudo bem?
Não conhecia o livro, mas gostei da premissa dele, e o lacre começa pela capa, né?
Quero ler, só não sei quando vou conseguir </3
Bjs

Nina Tavares disse...

Oi, tudo bem?
Não conhecia o livro, mas adorei saber da representatividade. Amo livros assim e já quero ler.
Bjs!

Hoje é dia de livro disse...

Ameeei a premissa, quero muito pegar carona nessa moto também! Que legal o livro te passar isso, sair mais fortalecida, acho isso um ponto muito forte e importante nas obras!

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo