RESENHA Coragem

segunda-feira, 26 de março de 2018
Título: Coragem
Autora: Rose McGowan
Editora: HarperCollins
Nº de Páginas: 288
Sinopse: "ROSE McGOWAN nasceu em um culto e o trocou por outro, mais visível: Hollywood.Rose McGowan se tornou uma das atrizes mais desejadas de Hollywood da noite para o dia quando foi "descoberta" nas ruas de Los Angeles. O estrelato logo se tornou um pesadelo de exposição constante e sexualização. Todos os detalhes de sua vida pessoal se tornaram públicos, e as realidades de uma indústria inerentemente machista emergiam a cada roteiro, papel, aparição pública e capa de revista.Hollywood esperava que Rose ficasse quieta e cooperasse. Em vez disso, ela se rebelou e impôs sua verdadeira identidade e voz. Ela reemergiu sem roteiros nem desculpas, corajosa, controversa e sempre verdadeira. Liderando o movimento de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento ao expor os crimes de Harvey Weinstein, Rose é hoje um dos rostos do movimento feminista e não hesita ao disparar verdades inconvenientes e exigir mudanças.CORAGEM é seu livro de memórias em forma de manifesto - um relato sem censura nem piedade da ascensão de um ícone millennial, uma ativista sem medo e uma força de mudança imparável determinada a expor a verdade sobre a indústria do entretenimento, trazer à luz uma indústria multibilionária construída sobre a misoginia sistêmica e empoderar pessoas ao redor do mundo a acordarem e terem CORAGEM"

*Livro cedido em parceria com a editora


Tenho certa dificuldade em ler biografias, me parece um pouco narcisista então acabo nem me interessando por esse gênero, acontece que algumas são realmente necessárias, como por exemplo Coragem, que mostra todo o percurso de Rose McGowan, seus altos e baixos, sua dor e o seu renascimento. Não é só uma biografia, é um grito de liberdade que foi silenciado por anos, creio que seja uma maneira inteligente de mostrar a importância do feminismo e de como juntas somos mais fortes.





 Rose sempre chamou a atenção e os holofotes por conta de sua beleza, essa exposição que muitas vezes parecia problemática a atriz levava numa boa, mas todos temos os nossos limites, certo? E foi aí que ela chegou ao seu máximo, abriu mão de toda a vida de glamour em Hollywood. Imagine só, você vive a vida toda acostumado com fama, reconhecimento e um trabalho que você é vista como referência, mas a exposição e a pressão é tamanha que você decide abrir mão de tudo isso, porque sua mente e sua preservação valem muito mais.
 Quando pensamos em fama e Hollywood sempre nos vem em mente uma imagem de perfeição, atrizes sem nenhum defeito, todas com um peso ok, sorridentes, bem vestidas e de boas condições financeiras mas qual o preço disso tudo? Em um relato sincero e doloroso McGowan mostra quanto da sua sanidade mental foi levada em prol da fama, é doloroso demais ver como a figura feminina muitas vezes é anulada nesse cenários, os casos de abuso, humilhação, preconceito, exposição, tudo sempre levado ao limite porque a fama vale mais. É surreal ver como muitas mulheres se sujeitam a isso na esperança de ter um pedacinho seu na calçada da fama.
 Eu nunca, nunquinha gostei de ler biografias, nunca tive interesse algum mas nesse caso Coragem foi um relato sincero sobre o feminismo! Como é preciso se empoderar e se rebelar contra aquilo que te oprime e silencia, Rose soube perfeitamente como mostrar que apesar de tudo ela segue sendo uma pessoa maravilhosa e que não abaixa a cabeça pra nada, que foi preciso passar por tudo isso pra entender qual era o seu lugar, lutando para ajudar outras mulheres. Creio que seja uma obra enriquecedora em todos os aspectos, se você tem curiosidade em saber como a indústria da fama funciona, como o machismo está enraizado em absolutamente tudo, essa é a dica perfeita. Durante grande parte da leitura eu senti a fragilidade da autora, no aspecto físico ou psicológico mas em momento algum isso chega a ser demérito, mesmo frágil ela mostra como foi capaz de vencer a luta contra o abuso em todos os âmbitos, um verdadeiro simbolo feminino pronto para ser a força motivadora de outras mulheres.
 Um relato extremamente cru sobre a vida de alguém real, falando abertamente sobre o perigo de seitas, sejam elas quais forem, as dores e cicatrizes do abuso sexual, o sofrimento pela pressão estética. Eu que não conhecia a autora, me tornei fã dessa mulher forte que não desistiu nem mesmo quando era perseguida. Obrigada por esse livro, HarperCollins, esse é um grito de liberdade e igualdade, e certamente serviu como um abraço para que outras mulheres não se sintam sozinhas. 
"Existe uma diferença entre ser sexual e ser sexy. Não há nada de errado nisso. Sexualizada é quando os outros fazem mudanças para o beneficio deles. Eu tinha participação naquilo. Não dizia não. Tinha perdido a minha voz. Tinha me perdido. Mas meu eu tentava me acordar desesperadamente."


21 comentários:

Pollyanna Reis disse...

Olá!
Também sempre tive dificuldade em ler Biografias, porém, esses dias venho lendo tantas resenhas positivas, que acredito está mudando minha opinião. já são duas dicas anotadas agora, dicas bem interessantes e convidativas. Quero muito saber como a Rose conseguiu enfrentar e de alguma forma vencer tudo que ela passou. Nós mulheres devemos fazer como a Rose, se empoderar e se rebelar contra aquilo que oprime e silencia. Obrigada pela dica!
Bjos

www.momentosdeleitura.com

Jessie disse...

Oi oi!

Tudo bem? Então, a Ana vai ler esse livro é está bem empolgada, confesso que estou numa onda de livros com narrativas leves e divertidas porque andei lendo algumas coisas bem pesadas ultimamente.

Fico feliz que tenha gostado tanto da história, concordo que esse tipo de relato seja importante para todas nós. Realmente quero ler Coragem, mas não neste momento.

Beijinhos
www.paraisoliterario.com

Andrea Morais disse...

Uaau. Nunca ouvi falar dessa moça O_O
Ao contrário de você, adoro ler biografias, mas não de qualquer pessoa, adoro as de autores e figuras históricas, acho que não leria essa...
Bjs

larissa Xavier disse...

Olá, eu não conheço a atriz, mas não gosto de biografias a única que eu me interessei em ler foi grilboss e amei ler foi uma biografia cheia de ensinamentos para mim. Eu não me interessei por essa então passo a dica

Florescendo Livros disse...

Olá
Não conhecia a atriz, mas me interessei muito para saber mais sobre a vida dela,realmente a vida de atrizes e cantoras muitas vezes é conturbada demais e exigente demais, as mulheres passam por diversas situações horriveis e muitas vezes ficam encurraladas em trabalhos que elas não queriam fazer. Eu vi o documentário da Lady Gaga recentemente e ela falava como ela era obrigada a cantar e ter uma postura que muitas vezes ela não queria, só para dar ibope.

Greice Blogando Livros disse...

Olha, depois que vi umas biografias e documentários digo que ser exposta demais é um pesadelo. A fama é um pesadelo porque se perde tudo da vida privada e as pessoas não sabem dosar a privacidade alheia. Então é por isso que vemos muitas pessoas se perderem.

Atraentemente Evandro disse...

Eu não conhecia o livro, mas sou um grande apreciador de biografias. Concordo que muitas se tornam narcisistas e vou ainda além dizendo que algumas são incompletas, superficiais e só dizem o que interessam. Algumas vezes nos deparamos com uma boa estória, igual parece ser desse livro. Quantas coisas fortes e temas delicados ele aborda. Adorei a resenha.

*☆* Atraentemente *☆*

Book Obsession disse...

Olá!
Eu li uma resenha desse livro ontem e mesmo não sendo uma fã de biografias, achei bem interessante e confesso que fiquei chocada em alguns pontos com a vida dessa atriz.
Acredito que realizaria a leitura desse livro.
Beijos!

Camila de Moraes

Sempre com Livro blog disse...

OII, confesso que nunca li uma biografia, e nunca tive realmente interesse. Mas, gostei muito da sua resenha sobre essa biografia, e me despertou curiosidade sobre esse gênero. Parabéns pelo artigo..

Nina Spim disse...

Oi, tudo bem? Desde que li A arte de pedir, da Amanda Palmer, ler biografias nunca mais se foi a mesma coisa. Eu acho muito importante que as pessoas, sejam elas famosas ou não, contem suas histórias, não acho nem um pouco narcisista, pelo contrário. Acho que abrir a sua vida pro mundo é algo que dificilmente a gente consegue fazer e fico muito feliz por essa mulher (que eu não conheço, apesar de ser famosa) ter contado a sua história. Com certeza vou atrás dessa biografia, especialmente porque ela fala da nossa sociedade patriarcal e suas ferramentas de controle mulherio. Muito obrigada pela dica <3 Que bom que gostou da leitura, fico feliz. Te recomendo o livro que falei acima, é basicamente o melhor livro do universo haha.

Love, Nina.
www.ninaeuma.blogspot.com

Saga Literaria disse...

Olá, tudo bem?
Eu também recebi esse livro, confesso que pouco sabia sobre a "Rose McGowan", a história da vida dela comove pelas dificuldades que enfrentou. Gostei da sua resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura.
Abraço!

Luisa Lopes disse...

Também tenho certa dificuldade, até reticências em ler biografias - principalmente quando escritas por "não-escritores" (ou pessoas que nunca escreveram nada). Não só por também achar que envolve narcisismo, mas por não gostar da forma da escrita.
Mas sempre há exceções - em geral, em virtude do "tema" da biografia. Essa seria uma das que eu leria, até porque é um tema muito atual, cuja discussão é necessária.
Vou procurar!

Beijos,

www.degradeinvisivel.com.br

Aline M. Oliveira disse...

Oi! Também não sou uma leitora frequente de biografias, e não por serem biografias, mas não me interessar mesmo. Mas nesse caso, tenho de concordar com você, que esta biografia precisa ser lida! Neste contexto atual, o feminismo está com uma imagem contrária do que realmente é, e uma voz, que possa ser ouvida no mundo todo, e nessa magnitude é mais que necessária! Deve ser leitura para todos que buscam a igualdade, respeito e justiça!
Bjoxx - http://www.stalker-literaria.com/

Bruna Costabeber disse...

Hey, tudo bem?
Tive a mesma impressão que você sobre esse livro, pois eu também não tenho o costume de ler biografias. Confesso que esse grito de liberdade, de desejo de igualdade, me agradou demais. Eu só tenho um problema com relação a esse livro a vitimização que a Rose apresenta ao longo da trama. Senti que, em alguns momentos, ela optou por culpar o outro por seus problemas e não por se libertar, apesar de no final ter me surpreendido muito. Adorei sua resenha!
Beijos

Abby Anjos disse...

Também não gosto muito de biografias.... Quando era pequena adorava ler, conhecer dos artistas que gosto, mas acho que hoje, com a internet e tudo, uma biografia se torna muito fútil hahahah

Não conhecia essa obra, me parece que é um ótimo livro. Principalmente pra galera mente fechada que não entende absolutamente nada sobre o feminismo. Obrigada por apresentar esse livro fantástico!

Bjs,
Abby
Blog Linhas Tortas

Ana Paula Lima Miranda disse...

Oiii!

Eu também não sou muito fã de biografias, estou com uma parada aqui há um tempo e não consigo ler :( Mas gostei de conhecer essa obra! Parece ser bem escrita e trazer um conteudo beeem bacana e importante. Acho que livros como esse nos faz crescer, né?

Gostei da dica!

beijinhos,

Fabrica dos Convites disse...

Tenho lido muita coisa positiva deste livro e da história de vida da Rose. Confesso que não tinha muito interesse no livro, até por ser biografia, mas estou a ponto de mudar de ideia.
Bjs Rose

Marijleite disse...

Olá, que bom saber que se arriscou a ler essa biografia, é um gênero que gosto. Fui pesquisar o nome da autora no google pra saber mais sobre ela. Parece pela sua resenha que Coragem é uma ótima leitura.

Poesia na Alma disse...

Concordo com você, algumas biografias são necessárias, de utilidade pública, outras, são apenas para alimentar o capital e enganar inocente. eu não conhecia a biografia de Rose McGowan e fiquei bastante curiosa por sinal

Antonia Isadora de Araújo Rodrigues disse...

Olá!!!
Eu corro um tanto de biografias e até hoje não me tinha prendido por nenhuma, mas esta como você mesmo cita talvez se faça necessária ser conhecida e divulgada.
Adorei os quotes são forte e trazem uma essência do que está por aí.

lereliterario.blogspot.com

Caos da Leitura disse...

Oi, tudo bem?
Muita gente negou esse livro por ser biografia. Mas eu acho que estamos em um momento que precisamos valorizar o trabalho e histórias de mulheres, assim como livros feito como Coragem. Eu quero muito, estou esperando para comprar e amei a sua resenha! Beijos

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo