RESENHA Em outra vida, talvez?

sexta-feira, 20 de abril de 2018
Título: Em outra vida, talvez?
Autora: Taylor Jenkins Reid
Editora: Grupo Editorial Record
Nº de páginas: 322
Sinopse: "Hannah está perdida. Aos 29 anos, ainda não decidiu que rumo dar à sua vida. Depois de uma decepção amorosa, ela volta para Los Angeles, sua cidade natal, pois acha que, com o apoio de Gabby, sua melhor amiga, finalmente vai conseguir colocar a vida nos trilhos. Para comemorar a mudança, nada melhor do que reunir velhos amigos num bar. E lá Hannah reencontra Ethan, seu ex-namorado da adolescência. No fim da noite, tanto ele quanto Gabby lhe oferecem carona. Será que é melhor ir embora com a amiga? Ou ficar até mais tarde com Ethan e aproveitar o restante da noite? Em realidades alternativas, Hannah vive as duas decisões. E, no desenrolar desses universos paralelos, sua vida segue rumos completamente diferentes. Será que tudo o que vivemos está predestinado a acontecer? O quanto disso é apenas sorte? E, o mais importante: será que almas gêmeas realmente existem? Hannah acredita que sim. E, nos dois mundos, ela acha que encontrou a sua."
*Livro cedido em parceria com a editora


Eu fiquei super animada com a proposta desse livro, a ideia de que podemos saber como seria a vida da personagem se ela optasse por outro caminho é sensacional, é como se a autora se desse ao trabalho de pensar em todos os leitores, literalmente, mas a experiência não foi tudo isso, infelizmente.
 Hannah está se mudando, voltando para a sua cidade, ela nunca teve um local para realmente chamar de lar, sempre viajou muito mas depois de descobrir que era a amante de um homem casado, isso foi o suficiente para ela perceber que precisava voltar para suas origens e se entender antes de finalmente evoluir. É por apoio de sua amiga Gabby que ela volta e finalmente reencontra Ethan, o grande amor de sua vida mas que o destino sempre fez questão de mandar pra longe ou reapresentá-los em oportunidades não tão boas assim, quando ela resolve sair para uma noitada com sua amiga, reencontra seu grande amor e precisa escolher entre ficar e passar a noite com ele, ou ir embora pra casa, as NOSSAS escolhas começam a entrar em ação.





 Pois bem, Hannah pode escolher entre ficar com Ethan e ter uma noite maravilhosa, mas tardiamente descobrir como suas escolhas tem consequências sérias, ou decidir voltar para casa com Gabby, matar a saudade da melhor amiga e sem querer ter sua vida mudada pra sempre também.
 Eu realmente não quero dar spoiler sobre essa história mas independente do caminho que Hannah opta por seguir, as consequências são muito sérias, mas o mais importante nisso tudo é Gabby, pra começar ela é uma mulher negra, muito empoderada, dona de si, incrível! Minha vontade era de tê-la como amiga, independente do caminho que a protagonista escolha, Gabby está ali sempre pronta para dar apoio e mostrar o valor de uma amizade verdadeira. Já Hannah... Eu não sei, algumas coisinhas me incomodaram um pouco, achei ela um pouco vazia de tudo, uma mulher que passa por traumas terríveis mas que segue com outras prioridades me deixou um pouquinho desacreditada, em suma, a autora tinha um bom ambiente para trabalhar a história, uma jogada incrível para conquistar os leitores mas quem ganhou voz mesmo foi Gabby, ela quem salvou a história todinha! Já o romance, não senti conexão alguma entre os personagens infelizmente.
 Em todo caso, valeu a pena a leitura, pra variar me vi sorrindo ao ver uma mulher negra tão incrível na história, a proposta é engraçada mas eu esperava um pouquinho mais. Não há aviso sobre as mudanças de Hannah, você acaba lendo os dois caminhos que ela optou porque os capítulos se intercalam, isso soou meio confuso mas rapidinho peguei o jeito. 

É muito fácil racionalizar o que você está fazendo quando não conhece os rostos e os nomes das pessoas que talvez esteja magoando. É muito mais fácil escolher você mesma em vez de outra pessoa quando a coisa é abstrata.

27 comentários:

Karini Couto disse...

Tudo bem? Pulei algumas partes, pois comprei esse livro para leitura.. Mas ainda não busquei com uma amiga.
Ela insiste que só me entrega se eu for buscar pessoalmente. rsrs

Estou animada para começar a ler.
Beijos.

www.alempaginas.com

Aline M. Oliveira disse...

Oi Day! Quando li sobre este livro, também pensei que seria legal optar pelas escolhas da personagem, e descobrir as alternativas e seus resultados. Mas lendo agora sua resenha, parece que a história é sem graça e pobre, o que é uma pena descobrir, pois achei que seria divertido se surpreender com as novidades. Que pena!



Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

Jis Rocha Nossas Leituras disse...

Ola
Engraçado a personagem principal não ser o foco e sim a amiga kkkkkk, o pior é que qdo um livro não começa a me prender tiro o foco do principal e olho ao redor, assim consigo me sentir a vontade com a trama e finalizar. Parece que foi isso o que aconteceu aqui. Histórias assim não são a minha prioridade, tanto que até hoje acho que só vi um filme "precido", era o mesmo evento mas visto pelo Ponto De Vista de várias pessoas, e depois um unico desfecho.
Vou indicar para uma amiga que leu um livro assim e adorou.

Bjus

Clayci disse...

Não conhecia este livro, mas tive uma experiência parecida lendo Três vezes Nós. Apesar de gostar da proposta, dependendo da narrativa, acaba sendo cansativo. Mas mesmo com suas ressalva fiquei curiosa rs

Beijos
Sai da Minha Lente

Viviane Dutra disse...

Oi Day, eu sempre quis ler um livro que tivesse caminhos diferentes a seguir, mas eu não me aguentaria, mesmo escolhendo um, depois eu leria o outro. Deu para perceber que a leitura não te agradou tanto, mas por ser um pouco diferente, acho que eu me arriscaria, pois fiquei curiosa. Gostei da tua sinceridade.
Bjos
Vivi
http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

Ana Caroline Santos disse...

Olá, tudo bem? Por mais que a pouco tempo esse livro tenha "estourado" nos blogs, nunca me vi tão interessada nele. Que pena que ele não funcionou também para você, mas que bom que pelo menos teve uma personagem pra salvar a história hahah De fato parece bem empoderador e sai daquela caixinha pré moldada de personagens. Adorei saber dessa representatividade. Quem sabe futuramente eu dê chance?! Ótima resenha e fotos!
Beijos,
http://diariasleituras.blogspot.com.br

Greice Blogando Livros disse...

Aiii, já li um livro assim, quando a personagem toma rumos diferentes e quais as consequências diferentes e realmente eu também fiquei bem confusa, mas neste livro tinha 3 versões e então eu fiquei mais confusa ainda porque não seguia uma lógica e tinha que ficar indo e voltando. Não curto coisas assim.

Diane disse...

Olá...
Adorei sua resenha!
Desde que a editora lançou essa obra eu estou bastante ansiosa para realizar essa leitura. A premissa é muito interessante, traz elementos interessantíssimos e é exatamente o tipo de leitura que curto. Sua resenha me animou ainda mais a ler <3
Bjo

Maria Luíza Lelis disse...

Olá, tudo bem?
Eu estou curiosa para ler esse livro desde que ele foi anunciado. Achei a premissa muito legal e me pareceu uma leitura super gostosa. No entanto, o livro tem alguns problemas, especialmente no que se refere à protagonista. Uma pena que seja assim e a protagonista não tenha te cativado e nem o romance seja convincente. Mas, por outro lado, já gostei da Gabby antes de ler o livro e acho que ela deve ser uma personagem que conquista mesmo a admiração do leitor.
Amei sua resenha e espero ler este livro em breve para tirar minhas conclusões.
Beijos!

Cabine de Leitura disse...

Também curti a proposta dinâmica do livro, então é uma pena saber que não foi tão bom. Fiquei curiosa para saber as escolhas de Hannah e suas consequências e uma pena o romance não ter sido convincente, mas que bom que a Gabby salva o livro. Se tiver a oportunidade quero ler.

Abraços.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

Florescendo Livros disse...

Olá, a capa desse livro me chamou muita atenção, sua resenha me deixou muito afim de saber que rumo Hannah tomou, saber suas decisões e a Gabby deve ser aquela personagem que conquista o leitor desde o começo.
Beijos

Isadora Ferreira disse...

Olá,

Não conhecia o livro, mas já vi que vou gostar bastante da história. Adoro quando o personagem tem que tomar uma escolha bastante complicada que pode trazer grandes consequências, acho que esse ar de suspense me cativo ainda mais. Fiquei curiosa para saber se Hannah escolhe ficar com Ethan. Gabby também parece ser uma ótima personagem e já me senti conquistada por ela. Adorei a resenha!

www.virandoamor.com

Jéssica Melo disse...

Olá, não conhecia o livro, mas achei a proposta de poder escolher o destino da protagonista bem bacana *-* Vou deixa a dica anotada para conferir assim que tiver uma chance.

Book Obsession disse...

Olá!
Humm não imaginei que era essa proposta do livro. A capa é bem bonitinha e a sinopse também instigante, mas ao ler sua resenha não sei se pegaria pra leitura.
Mas gostei de conhecer sua opinião sincera sobre a leitura e ver que você ainda conseguiu pelo menos dar algumas risadas.
Beijos!

Camila de Moraes

kênia Cândido disse...

Oi Dayhara.

Eu achei a capa muito fofa e delicada, mas não é a leitura que estou procurando no momento.Mesmo achando sua resenha muito legal, dessa vez vou deixar para pegar uma dica literária na próxima visita ao blog.

Bjos
http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

Ju disse...

Sinceramente, não me interessei por esse livro. Me irrita demais quando não sinto conexão entre personagens que vivem um romance... E acho que não ia curtir a protagonista. Da Gabby sim eu também gostaria, mas isso não é o suficiente para eu querer ler.

Ade Pessoa disse...

Não conhecia o livro mais a historia parece ser boa, ja li livros assim com uma personargem assim que tinha que fazer escolhas e tal, talvez seja besteira minha mais eu acredito que tudo ja esta pre- destinado, quero lêr esse livro fique curiosa pra saber qual caminho ela vai escolher. Beijos

Ivi Campos disse...

Eu já tinha visto a capa deste livro pelas redes sociais, mas imaginava a historia bem diferente. Adorei a premissa e acho que a autora foi genial neste enredo. Quero conferir.
beijos

Lana Silva disse...

E a primeira vez que me deparo com esse livro, e confesso que me surpreendi totalmente com tudo que encontrei em sua resenha, o fato da história possuir uma personagem que passou por algo traumático e agora terá de lidar com as consequências, e poderá contar com a ajuda de sua amiga para isso, uma pessoa que te cativou durante toda leitura, pelo que você descreveu.
Espero gostar dessa obra tanto quanto você.

Livros & Tal disse...

Olá, tudo bem?

É uma pena quando a proposta do enredo é maravilhosa, nos faz criar boas expectativas e por fim meio que nos decepcionamos, mas que bom que, de um modo ou de outro, você conseguiu aproveitar algo da leitura.

Acredito que todas as nossas escolhas, na vida, sejam elas de modo bem consciente ou não, são importantes e definem nossos caminhos, das coisas mais simples as mais complexas, bem, acho acho que o livro pode gerar reflexão nesse sentido.

Beijo!
Ana.

Bell Paula disse...

Oi!
Eu ainda não li esse livro, mas ele tá na lista de desejados. Quando la a sinopse pela primeira vez, eu achei a trama bem interessante e fiquei super empolgada para ler, mas você disse que a protagonista não é tão cativante assim e isso me deixou um pouco triste, porém saber que há uma personagem cativante, forte e carismática e que faz todo o livro valer a pena tirou um pouco desse receio.

Beijos
www.manuscritoliterario.com.br

Bruna Eduarda disse...

Olá! Tudo bom?

Ainda não tinha ouvido falar da obra mas não ando acompanhando muito os livros da record. Enfim, eu fiquei desejando spoiler, como que faz? hahaha. Deu pra notar que essa Gabby é bem melhor que essa Hannah. O livro não é muito o meu estilo e confesso que pelo o que eu li na sua resenha eu não sei ao certo se teria vontade de lê-lo. Mas fico feliz que a leitura tenha valido a pena ♥

Um beijo

Instantes Memoráveis disse...

Olá, tudo bom?

Que pena que o livro não é tão bom assim. Eu vi e achei a proposta interessante, já que nos dá caminhos a serem seguidos, como aqueles livros interativos. Assim, nós podemos perceber o que acontece com o personagem quando ele escolhe diferentes coisas - e nos faz refletir sobre as escolhas que fazemos na vida também. Ainda bem que tem uma personagem maravilhosa como a Gabby para superar isso, né? Se eu decidir ler, será somente por ela <3

Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
Abraços.

Liliana Silva disse...

Oi!
Não conhecia nem o livro nem a autora, mas depois de ler a sua resenha fiquei curiosa para conhecer a história. Vou adicionar à minha lista de leituras.
Obrigada pela dica.
Beijinhos

a-lilianaraquel.blogspot.com

Marijleite disse...

Olá, ainda não conhecia esse livro. Achei super interessante isso de podermos ver como será o futuro da protagonista nas duas opções que ela tem. Uma pena que não tenha sido tão bom quanto você esperava, mas que bom saber que essa personagem secundária lhe agradou.

Thayenne Carter disse...

Olá,

Eu li um outro livro com essa proposta tão inovadora, no começo era até divertido, mas os finais não foram satisfatórios. Ainda não li esse, mas pelos comentários que já vi, aconteceu o mesmo novamente. No momento, eu não leria, porém quem sabe né.

Beijos,
oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

Cia do Leitor disse...

Olá!
É tão bom quando nos identificamos com um livro, apostamos mele e ficamos extremamente satisfeitos com o resultado. Parece que isso aconteceu contigo. Não conhecia a obra, mas já estou interessada.
Nizete
Cia do Leitor

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo