Resenha A Desumanização

terça-feira, 8 de maio de 2018
Título: A desumanização
Autor: Valter Hugo Mãe
Editora: Biblioteca Azul
Nº de Páginas: 160
Sinopse: "Na paisagem gélida da Islândia, a menina Halla, de apenas onze anos de idade, busca compreender os sentimentos que surgem com o falecimento de sua irmã Sigridur. Vivendo a divisão permanente das “crianças espelhos”, Halla nos guia por impressões de transitoriedade e perda a partir do seu ponto de vista infantil e, por isso mesmo, cheio de uma simplicidade profundamente poética. O sofrimento do luto, a solidão e a violenta frieza da mãe se misturam com a paisagem inóspita da Terra do Gelo e, somados à narração lírica e melancólica de Valter Hugo Mãe, em que o desamparo dos personagens é superado por uma compreensão sublime e bela de sua condição, transformam esta obra em um primor da literatura contemporânea."



 Acho que essa é uma das poucas vezes que não tenho palavras pra definir como foi a minha experiência ao realizar determinada leitura, foi o meu segundo contato com o autor. Inicialmente li apenas um conto seu para a aula de Teoria da Literatura e já havia notado a sua sensibilidade mas nunca me passou pela cabeça que uma de suas obras poderia se tornar uma das minhas favoritas da vida. Pra vocês terem noção, eu simplesmente desisti de usar post its porque todas as páginas, todos os parágrafos, cada pedacinho dessa obra merece ser mencionado. É impossível falar sobre A desumanização sem mencionar a poética presente na obra, como ela foi perfeitamente criada para transformar o leitor, eu sai muito melhor do que entrei, podem ter certeza.



 Aqui vamos conhecer Halla, a gêmea menos morta, por mais mórbido que isso possa parecer é a verdade, sua irmã morreu e ela pela primeira vez se vê sozinha no mundo, antes era como se sua existência estivesse intimamente ligada à existência de sua irmã, hoje seu fiel companheiro é o luto. Halla tem um pai incrível, que usa da poesia para manter o otimismo da filha, é o tipo de homem que só tem palavras sábias e certamente um transformador de almas se assim posso dizer. Mas para além disso, Halla precisa conviver com o ódio de sua mãe, depois que sua irmã morreu é como se ela fosse uma presença ruim, os castigos, as palavras, tudo é doloroso demais e muitas vezes tive a sensação de que Halla precisava passar por tudo aquilo para entender que precisava construir uma fortaleza em si mesma, vencer o luto e renascer, dessa vez independente. 



 Li uma resenha no skoob em que dizia "Parece que li um sonho" e foi exatamente como me senti, a personagem principal é uma criança que passou por tanta coisa, com o luto tão gritante em sua mente, com situações tão precoces que muitas vezes senti que ela era uma mente idosa, presa em um corpo jovem. Halla sofre, meu Deus como sofre! Não só o processo do luto acaba transformando sua maneira de ver o mundo como também os acontecimentos que se dão a partir disso, como o ódio de sua mãe, que as vezes parece algo punitivo, outras vezes só natural e tantos outros assuntos que sinceramente podem ser grandes gatilhos. Mas não é sobre isso que quero falar, é sobre Valter Hugo Mãe, que homem! Minha vontade a partir dessa leitura é de ler cada uma de suas obras, pretendo fazer isso o quanto antes. Sua escrita é visceral, detalhista e muito questionadora. Finalizei essa obra com uma ressaca literária que dificilmente será curada, sinto que Halla precisou passar por isso tudo para mostrar como nós somos moldáveis ao mundo, e não o contrário. 
 Uma obra triste, incrivelmente triste mas que vai transformar a sua vida e a sua trajetória como leitor, esse é um daqueles 100 livros que precisamos ler antes de morrer, sabe? Pois é.


"Acontecia gostar dele. De gostar muito dele. E por cada instante me deixava levar pela ideia boa de partilhar e perdoar-me por ter crescido a partir de tanta insignificância. Redimia-me lentamente"


37 comentários:

Fabrica dos Convites disse...

Jura que é tão triste assim? Ja fiquei com o coração apertado...
Não conhecia ainda, mas vou deixar anotado, quem sabe mais para frente resolva ler.
Bjs, Rose

Karine Fernandes disse...

Nossa que livro, parece que não é um tipo de leitura que dê para ler tranquilamente. Eu não conhecia ele mas achei muito interessante a forma como falou dele, mesmo que tenha sido dificil para você, está ótimo. Parabéns.

Beijos

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oi Day, tudo bem?

Não conhecia o livro, mas parece ser bem intenso! Não imaginava que seria tão triste! Não é um tipo de livro que leria no momento, mas por ser tão bem trabalhado vou anotar a sua indicação.

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

Karini Couto disse...

Tudo bem?
Não conhecia o livro. Mas que história densa!!
Fiquei bastante curiosa.
Eu acho esse tipo de leitura interessante, pois desperta muitas reflexões.
Obrigada pela dica.
Beijos.

www.alemlaginas.com

Livros da Beta disse...

O que falar dessa resenha? Não conhecia a obra, a sinopse me emocionou e esse post me atropelou! Com certeza é um livro engrandecedor que todos merecem ler! Já o o coloquei como prioridade em minha lista de aquisições. Obrigada pela dica!

bjs
www.livrosdabeta.blogspot.com.br

Bell Paula disse...

Oi, tudo bom?
Eu não tive a oportunidade de conhecer a escrita do autor, mas sua resenha me deixou muito curiosa. Vou procurar esse livro para ler o quanto antes! Obrigada pela dica!

Beijos!
https://www.manuscritoliterario.com.br

Aninha Goulart disse...

Oiii,

Me pareceu ser uma obra realmente envolvente, só pela resenha deu para ver que transmite uma enorme emoção, faço ideia lendo! Já me imaginei chorando rios lendo este livro. Quando eu estiver com um emocional mais adequado e pronta pra chorar e sentir a dor dos personagens com certeza irei pegar para ler.

Beijinhos...
http://www.paraisoliterario.com

Joanice Oliveira disse...

Olá,

Já tive contato com a escrita do autor e ele sempre opta por temas mais profundos e um clima mais pesado, poético, melancólico e mórbido e por isso gostei bastante da obra que li.

Essa ainda não conhecia, mas já coloquei como a ser lida.

Beijos!

Viviane disse...

Oie, tudo bem? Eu nunca tive nenhum contado com as obras desse autor, apesar de assistir vários youtubers que gostam muito dos livros dele, ficam sempre indicando as obras e tals, ainda não tive vontade de conhecê-las.
Esse livro prova que não estou preparada emocionalmente para conhecer as suas obras ainda, o tom melancólico dela me deixa apreensiva. Parabéns pela resenha!

Beijos e abraços
http://resenhasdaviviane.blogspot.com.br/

Clayci disse...

Sem dúvidas essa obra me deixou curiosa. A capa já chama atenção, a sinopse já prende e a sua resenha me deixou mais empolgada pra ler a trama. Adicionei na lista de desejados.

Sai da Minha Lente

Diane disse...

Olá...
Adorei sua resenha!
Ainda não coonhecia esse livro, mas, achei a premissa tão intensa que acho que não é uma obra que leria no momento... Quem sabe futuramente?
bjo

Camila disse...

Ainda não conhecia esse livro e fiquei encantada com a sua resenha!
Infelizmente não é o tio de leitura que eu gosto, mas vou pensar nele com carinho e quem sabe algum dia eu mude de ideia!!
beijos
Camis - blog Leitora Compulsiva

Profª Nara Dias disse...

Já estava interessada por esse escritor, depois desta resenha fiquei ainda mais aguçada em ler. Adoro esse tipo de leitura ...

Nara Dias Viagens de Papel

Alice Duarte disse...

Oiii Day

Eu não conehcia esse livro, que lindo e ao mesmo tempo que tocante. Pela resenha dá pra sentir o quanto te emocionou, acho que vale asuper a pena livros assim, que mexem com a gente. Dica anotada.

Beijos

www.derepentenoultimolivro.com

Entre Livros e Amores disse...

Olá ♥
Confesso que se fosse olhar só para capa passaria longe do livro, pois achei ela um tanto esquisita, mas que premissa maravilhosa, sobre isso da irmã morrer me lembrou até Sr. Daniels. Gosto muito de livros assim que nos toca de certa maneira, saber que vocês amou as citações é algo gratificante, sou a louca dos quotes e quando leio um livro bom faço igual você até abandono os post-it de tantas citações maravilhosas. Amei sua resenha♥

kênia Cândido disse...

Oi Dayhana.

Eu amei sua resenha! Este livro deve proporcionar uma leitura maravilhosa, pois conhecendo sua opinião deu muita vontade de ter o livro em mãos para começar a leitura. Obrigada pela dica, adorei.

Bjos
http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

Jessie disse...

Oi Day!

Tudo bem? Confesso que não é bem o tipo de leitura que estou procurando no momento, mas sua resenha me deixou bastante empolgada.

Seu comentário sobre as situações pelas quais a personagem principal passa ainda tão nova e que a deixa tão diferente me deixou bastante comovida e acho que quando estiver algo mais profundo pra ler, com certeza vou me lembrar da sua resenha

Beijinhos
www.paraisoliterario.com

Florescendo Livros disse...

Olá,só de ler sua resenha da para perceber como é um livro incrível, adoro livros que tratam de temas fortes mas tem a sensibilidade da poesia na escrita e uma personagem criança, deve ter sido maravilhoso de ler.
Beijos

Suelen Fernandes disse...

Olá!
Eu ainda não li nada do autor. Mas pela sua resenha deu para ver como a história meche com o leitor e o faz refletir. Tem histórias que ficam marcadas na nossa mente e esse livro me pareceu ser um deles. Devido a sua empolgação em falar desse livro já vou adiciona-lo na lista para ler em breve.
Amei a sua resenha.
Beijinhos!

Maria Luíza Lelis disse...

Oi, tudo bem?
Eu ainda não conhecia esse livro, mas deu para perceber que se trata de uma obra mais do que especial. Acredito que seja uma leitura um tanto dolorosa por toda a carga de sofrimento que a protagonista carrega, ainda mais por se tratar de uma criança. No entanto, parece que foi escrito com muita sensibilidade, então, acredito que seja uma leitura tocante e reflexiva.
Adorei sua resenha e já anotei a dica.
Beijos!

cris disse...

Oi tudo bem? Realmente só de ler sua resenha me deu um aperto no peito, a história parece encantadora, mas por outro lado vimos o abandono, parabéns pela resenha, dica anotada. Bjs!

Beatriz Andrade disse...

Nossa, eu não conhecia esse livro ainda e já quero muito realizar a leitura, parece ser uma obra que mexe bastante com o leitor e eu quero conhecer mais a fundo o que tem nessas páginas. Obrigada por essa dica de leitura incrível!

Ju disse...

Não sei se seria uma leitura para este momento... Fiquei quase um ano de ressaca e não quero arriscar entrar em outra. Acho que não leria por agora uma obra que parece ser tão densa, já estou com coisas demais na cabeça. Mas anotei a dica para o futuro, porque parece ser algo bem diferente.

Bruna Eduarda disse...

Olá! Tudo bom?

Confesso que pela capa e o título eu não me atrai em absolutamente nada, mas poder ler a sua resenha me fez ficar curiosa sobre a obra mesmo não sendo o tipo de leitura que tenho preferência. Já estou aqui imaginando a sofrência do livro. Anotei a dica, e espero gostar ao pontos ficar de ressaca literária como você ❤️

Beijos

Poesia na Alma disse...

esse autor é sensacional, a poética e sensibilidade dos textos dele, fazem voar, você encontrou a certa definição: sonho. é assim mesmo que me sinto. ^^

Aline Coelho disse...

Caramba, não conhecia esse autor nem esse livro, mas sua resenha foi tão emocionante que fiquei bem curiosa. Valeu pela sugestão de leitura e dessas que mudam nossa forma de ver o mundo e as pessoas.

Leituras, vida e paixões!!!

Bruna Costabeber disse...

Olá, tudo bem?
Ainda não li nada desse autor, mas morro de vontade, porque sempre li elogios para ele. Fiquei muito contente por perceber que te faltaram palavras para falar sobre esse livro e que ele retrata tanto sofrimento. Eu me pergunto como essa personagem sofre e como isso vai mudar minha vida, sabe?
Vou anotar a dica.
Beijos,
http://www.umoceanodehistorias.com/

larissa Xavier disse...

Olá, não conhecia o livro e nem o autor é a primeira resenha que eu leio mais confesso que o livro não chamou atenção e não me despertou o interesse então passo a dica

Jis Rocha Nossas Leituras disse...

Ola
Não conhecia o livro, mas pela sua empolgação, meu Deus tenho que ler. Apesar de ser tistemente triste como vc disse, realmente estou curiosa. Livros one podemos tirar algo para a nossa vida é maravilhoso.
Vou procurar para fazer a leitura o quanto antes.
Dica anotada,
.
Bjus

Garotas Devorando Livros disse...

Olá!

Quero, porém estou receosa. Triste é algo que eu até levo na boa, mas parece algo além disso e sinceramente preciso me preparar para ler algo assim, de qualquer forma sua resenha despertou em mim uma vontade louca pra conferir a obra, agradeço pela dica e tenha certeza que lerei em breve.

Beijos

Ritchelly Galani disse...

Olá! Juro que não conhecia o autor e nem a obra, mas fiquei interessadíssima nesse livro. Mesmo sendo trise, muito triste o fato de parecer um sonho já me conquistou, e fiquei curiosa para saber se a menina consegue superar seu luto.. Dica anotada e ótima resenha!

beijos,
Conta-se um Livro

Aline M. Oliveira disse...

Oi! Esse parece ser um daqueles livros que você terminar a leitura e fica olhando para o nada, tentando compreender os sentimentos que ele causa. Parece ser uma história triste, porém cheia de reflexões e questionamentos, e ensinamentos. Eu gosto muito de livros em que as crianças são os protagonistas, porque quando bem escritos, como neste caso, a intenção do autor de tocar e mexer com a sensibilidade do leitor é muito mais profunda! Gostei de verdade da indicação, e vou procurar suas obras pra leitura!


Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

Barbara M. Cabalero disse...

Oi.
Não conhecia o autor ou a obra. E, lendo sua resenha, fiquei interessada.
Mas, parece exatamente aquele tipo de livro que temos que estar preparadas para ler, não é? A morte da irmã gêmea, lidar com o luto e com o ódio da mãe. Deve ser uma leitura emocionalmente dificil.
Adorei a resenha e a dica.
Beijos

Book Obsession disse...

Olá!
Que triste esse enredo!
Acho que traz temas muito interessantes e pelo visto o autor soube retratar bem o luto e ainda deixar a personagem apesar de pouca idade bem madura.
Gostei bastante do enredo, mas pela capa não parece ser tão intenso assim.
Beijos!

Camila de Moraes

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Eu ainda não li nada do autor, mas tenho um amigo - e colunista do blog - que é apaixonado por suas obras, e vive dizendo que preciso ler alguma. Ainda não conhecia esse livro, mas assim que você mencionou ter se apaixonado pela história e se envolvido de maneira a se sentir outra pessoa ao finalizá-lo, me deixou mega curiosa. Já anotei na listinha de desejados.
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Liliana Silva disse...

Oi!
Não conhecia o autor nem a obra, mas fiquei curiosa por ler o livro! Vou adicionar à minha lista de leituras. Obrigada pela dica!
Beijinhos

http://a-lilianaraquel.blogspot.com

Delmara Silva disse...

Ual!
Com uma recomendação de peso como esta como ficar indiferente a obra? Confesso que quando iniciei a leitura desse post não achava que esse livro me interessaria no final das contas e pra falar a verdade a premissa não me interessa muito de modo geral, mas suas impressões me fizeram repensar essa impressão inicial. Espero ter a oportunidade de poder lê-lo em algum momento.

Abraços!
Nosso Mundo Literário

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo