RESENHA Poliana

quarta-feira, 30 de maio de 2018
Título: Poliana
Editora: Nova Fronteira
Autora: Eleanor H. Porter
Nº de Páginas: 192
Sinopse: "Após a morte do pai, Poliana, que já era órfã de mãe, vai morar com a tia Paulina, uma solteirona rica, severa e pouco afetuosa, em Beldingsville. Mas a vida da cidadezinha vai mudar com a chegada desta menina de dez anos que se tornou a própria personificação do otimismo na literatura ocidental. Poliana nunca deixa de praticar algo que o pai criou e lhe ensinou: o "jogo do contente" — a tentativa de sempre se posicionar de maneira positiva frente às adversidades. Inspiração para a novela "As aventuras de Poliana", do SBT, este livro acaba de ganhar uma edição especial, repleto de 
ilustrações e um belíssimo projeto gráfico."




*Livro cedido em parceria com a editora.

 Como vocês bem sabem o blog agora é parceiro da Editora Nova Fronteira e vejo isso como um grande divisor de águas, o blog SEMPRE falou sobre a literatura que gosto, as obras que me conquistam mas recentemente tenho sentido uma quase necessidade de ler clássicos, é como se tudo o que eu leio fosse bom, mas sinto que há algo mais ao meu alcance, e que pode expandir minha visão como leitora, então porque não ler tudo o que há ao meu dispor, principalmente clássicos? Pois bem, a Nova Fronteira me deu uma surra de boas obras, eu nunca recebi tanto livro de uma vez só e meu coração só sabe se encher de alegria e agradecimentos, mas vamos ao que interessa? Poliana também veio na caixinha de boas vindas, em uma edição lindíssima, tão colorida que nem precisa de embalagem para presente. É uma obra que ultrapassa as fronteiras do tempo e segue sendo atual demais, impossível não sorrir e sair com algum ensinamento após a leitura.



 Pensar na sua própria felicidade e das pessoas com quem você compartilha o seu dia a dia é o que este livro se propõe a nos fazer refletir. Poliana é uma menina que perdeu os pais muito nova e por conta disso muda-se para o interior na casa de sua tia mal humorada, única pessoa que poderia cuidar da garota por ter um parentesco. 
 Assim que chega na nova casa é logo apresentada ao seu quarto no sótão, mas por mais que o lugar fosse abafado, sem quadros ou tapetes, a garota consegue se adequar perfeitamente com o ambiente mostrando para a tia sua inocência e simplicidade em aceitar e agradecer o que a vida tem de bom a oferecer e, se por algum acaso, o que a vida oferecer não for tão bom assim, pelo menos tentar encontrar alguma coisa boa em toda a situação é o que valerá, porque sempre existe um outro lado. Essa maneira de encarar os problemas tem a ver com o “jogo do contente”, o melhor e mais sincero ensinamento que seu falecido pai a instruiu jogar para fazer das coisas ruins, coisas boas. 

 Com esse jogo a jovem vai mudando o pensamento de todos os “cabeças-duras” da pacata cidade, ensinando-os o poder da empatia. O que a menina não sabia era que a sua vinda para esta nova cidade traria consigo histórias passadas de seus pais e de muitos que ainda moram ali. Histórias de sua tia, dos empregados da casa, dos moradores da cidade. Sentimentos que uma vez foram retraídos, guardados, esquecidos, mas que apenas com algumas jogadas do “jogo do contente” os fazem lembrar que o amor vale a pena. 

 Poliana é a única criança que vive na cidadezinha, mas sem ela a vida de muitas pessoas não passaria de algo monótono. A presença da criança deixa a vizinhança muito melhor pois é ela quem ensina a grande lição da gentileza, que todas as pessoas deveriam ter. Esse é um livro tão amorzinho que ultrapassa a fronteira das páginas e consola o nosso coração, é uma leitura que nos acalenta e acima de tudo nos mostra que o otimismo, antes de mais nada, é o melhor remédio para a alma.


"Vai onde há a dor, e cura! Vai onde não há amor, e ama! Vai onde há a dor, e alegra! Vai onde não há amor, transforma!"

15 comentários:

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Olá!

Não tinha ideia de que essa nova novela do SBT era baseada nesse livro clássico. Que legal saber! Aliás, adorei a atriz que vai interpretar a Poliana.
Eu super amei a capa da Nova Fronteira e mesmo conhecendo o clássico e tendo admiração pela história, nunca o li, e eu gostei demais desta edição.
Valeu pela dica, Dayhara! Aliás, tão delicada quanto a nova capa que o livro ganhou da editora, foi sua foto do livro. Muito linda! Adorei seu capricho! Beijinhos!

Eliziane Dias

Aline M. Oliveira disse...

Oi! Que mensagem tão linda! Não conhecia esse clássico, e percebi a semelhança com a novela do SBT, então acredito que seja inspirada por ele. Realmente, deveríamos ser capazes de enxergar o lado bom das coisas, e tirar proveito mesmo daquelas situações que a gente pensa que são tão ruins que não dá pra salvar nada. Adorei conhecer!


Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

O Que Tem Na Nossa Estante disse...

Oie!! Parabéns pela parceria e que bom que as leituras estão sendo proveitosas! Poliana é um clássico que eu ainda preciso muito conferir. A personalidade da protagonista me chama bastante atenção e adorei a capa!

Bjs, Mi

O que tem na nossa estante

gabriela quaglia disse...

Adorei! Não fazia ideia que a nova novela do SBT era baseado nesse livro. Poliana é um clássico da literatura infantil, li quando era pequena e às características da personagem são muito marcantes! É um livro que sempre merece ser relido!

Beijos - www.anneandcia.blogspot.com.br

Fernanda Barroso disse...

Olá! Primeiramente, parabéns pela parceria, que ela continue sendo tão encantadora quanto parece já estar sendo!
Adorei sua resenha, me passou um sentimento muito gostoso e, imagino, a história deve ser também. Acho que vou anotar para dar de presente para minha irmã mais nova. Ela tem acompanhado a novela no SBT, mas sabemos como um livro é mais especial!

Abraços

Rafaelle Vieira disse...

Oi, tudo bem?
Também estou numa fase com maior interesse nos clássicos, acho que chega uma hora em que buscamos uma maior profundidade no que lemos. Ainda não li esse clássico, mas tenho muita vontade porque ele e muito elogiado. Quero essa edição linda da Nova Fronteira.
Beijos,
Rafa -Fascinada por Histórias

D e s s a disse...

Sabe que ultimamente tenho sentido também essa necessidade de ler clássicos? Nunca peguei para ler por medo da linguagem, mas quero muito sair da minha zona de conforto e ler livros que eu acho que não pegaria para ler. Essa obra sempre esteve nos meus desejados, e fiquei muito feliz com essa edição que saiu, está linda, preciso ter na estante.
beijos

Viviane disse...

Olá Day, tudo bem? Quero dar os parabéns pela nova parceria, a editora Nova Fronteira possui ótimos títulos publicados, tenho certeza que virão resenhas incríveis por aí. Faz mais de dez anos que eu não assisto novelas e como não tenho costumo ficar assistindo TV nem sabia desse novo lançamento do SBT, acho legal eles escreverem uma novela baseada em livros porque assim, estarão estimulando mais leitores a conhecer a obra original.
Esse livro parece ser um ótima indicação para a minha sobrinha, eu não fiquei interessada em lê-lo mas, com certeza amei a sua resenha.

Beijos e Abraços VIVI
Resenhas da Viviane

Luna disse...

Eu tornei a leitura de livros clássicos algo essencial na minha vida. Tenho que ler pelo menos um por mês. Isso porque simplesmente descobri um paraíso no meio deles e me apaixonei. Antes eu torcia o nariz, pois tinha me deparado com uns que eram terríveis, mas agora filtro direito e acabo por ler histórias maravilhosas.

Poliana está na minha lista! Amo as novelas infantis do Sbt e se tivesse tempo assistiria essa. Mas estou numa fase em que não consigo assistir nada. :(

coisas da vida disse...

achei o livro muito fofo acho que prefiro o livro do que a novela que foi inspirada no livro pretendo dar uma chance sim em breve

Book Obsession disse...

Olá!
Parabéns pela parceria. Se tem uma coisa que descobri com o blog é essa necessidade de variar um pouco nas leituras e confesso que me identifico bastante por buscar novas possibilidades.
Adorei saber que esse é um clássico, mas não saberia da novela se não mencionasse na resenha, justamente por não assistir mais já há um tempo.
Leitura de clássicos é algo que ainda preciso colocar nas minhas leituras, mas me agradou saber que é uma trama que aquece nossos corações e tem bastante a ensinar para os mais jovens.
Dica anotada!
Beijos!

Camila de Moraes

Tay Meneses disse...

Nunca prestei atenção nessa obra, pelo menos não até um dia desses e olha que gosto de ler clássicos. O enredo é bem cativante, pelo que li sobre ele até agora. Além de reflexivo. Quem sabe algum dia eu me renda a essa obra e a leia,quem sabe!

Maria Luíza Lelis disse...

Oi, tudo bem?
Eu li esse livro quando tinha uns 11 anos e, desde então, reli várias vezes. Em todas, eu me encantava ainda mais com a história e as reflexões que ela traz. Acho lindo ver uma menininha mudando a vida de tantas pessoas e trazendo tantas lições.
É uma leitura muito cativante e parece que essa nova edição da Nova Fronteira está realmente linda, deixando o livro ainda mais apaixonante. Adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado do livro. Quando tiver a oportunidade, recomendo também a continuação dele, Pollyana Moça.
Beijos!

Garotas Devorando Livros disse...

Olá!

Eu li Poliana bem novinha e desde então é um dos meus livros preferidos da vida, indico que leia Poliana Moça também, é ótimo. Enfim, estou alucinada por essa versão a capa é maravilhosa e mesmo que eu tenha uma das primeiras edições que guardo com muito carinho, até porque ralei para conseguir, preciso ter essa edição para ontem. Sobre a história o que eu tenho para dizer é que é só AMOR e marcou muito minha vida.

Beijos

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Acredita que eu ainda não conhecia esse livro? Se já tinha visto ou lido algo a respeito, realmente não lembro *-* O mundo seria um lugar tão melhor se as pessoas simplesmente sentissem empatia e compaixão pelas outras e pelos animais, não é mesmo? Acho que vou amar esse livro!
MilkMilks ♥

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo