RESENHA Uma sombra ardente e brilhante

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Título: Uma sombra ardente e brilhante
Autora: Jessica Cluess
Editora: Galera Record
Nº de páginas: 336
Sinopse: "O primeiro livro da série de Jéssica Cluess, perfeito para surpreender fãs de fantasias já bem habituados com magia, profecias e triângulos amorosos

Henrietta Howel tem o poder de explodir em chamas. Quando é obrigada a expor suas habilidades ela tem certeza de que será executada. Apenas os feiticeiros podem usar magia, e nenhum deles é mulher. Ela se surpreende quando não só é poupada da guilhotina, mas também nomeada a primeira feiticeira em séculos. Ela é a garota profetizada, aquela que derrotará os Ancestrais – seres sanguinários que aterrorizam a humanidade. Henrietta então passa a treinar dia e noite com um grupo de feiticeiros ansiosos para testar as habilidades – e o coração – da garota da profecia. Mas será que Henrietta é mesmo a garota da profecia?"

*Livro cedido em parceria



 Este livro é incrível, eu nunca li nada sobre feiticeiros, magos e bruxas, só Dezesseis luas, mas tem uma pegada totalmente diferente, sendo assim, a experiência foi totalmente nova, mas porque a surpresa? Por vários fatores, começarei pela contextualização histórica. Henrietta Howel vive na Era Vitoriana, ou seja, as mulheres não tinham voz na sociedade, apesar da rainha ser uma mulher existia todo um contexto que colocava os homens como a classe dominante  e detentora do poder sobre o corpo feminino, em todas as esferas. Isso acontecia não somente por serem mulheres, mas, também, porque a muitos anos uma bruxa e um mago conjuraram um feitiço que libertou seres sanguinários, os Ancestrais, que aterrorizam o mundo todo, e por conta desse acontecimento, amas as classes de feiticeiros foram torturados e agora vivem na mira das autoridades não podendo usar seus poderes.
 No entanto, essa pena é bem mais pesada para as bruxas, se descobrissem a existência de uma delas, ou a prática em si, eles a queimariam na fogueira. Por causa da pena de morte Howel faz o máximo para esconder seus poderes de todos, só seu melhor amigo Rook, o impuro, sabe sobre isso, mas como nem sempre a sorte está ao seu favor, incêndios misteriosos começam a acontecer, e sabemos bem quem é a culpada.
 A trama cria forma e ganha ação justamente por esses incêndios que ela provocou, pois Mestre Agrippa está procurando uma garota descendente de feiticeiros que solta fogo, assim como dizia a profecia. Ele a encontra e a leva para Londres, junto com Rook pois ela não o deixaria para trás, onde ela seria treinada para ser uma feiticeira. Mas tem um porém, ela não consegue dominar os feitiços da maneira que Agrippa a ensina e ela começa a se questionar se ela realmente é a garota profetizada.
 No meio de todo sentimento de impotência que ela sente por não conseguir fazer os feitiços antes do dia em que receberá a comenda da rainha ela encontra um mago, Hargrove, que a ajuda com os feitiços (por um motivo que vocês só descobrirão quando lerem o livro).
 O que mais me deixou com vontade de ler essa belezinha é que ele é cheio de mistérios e historias mal contadas, eu não conseguia parar de ler, lia em todo canto para saber o que ia acontecer, esse livro me prendeu muito, mais do que eu esperava, e sem falar dessa capa que é linda demais. Essa história com toda certeza entrou na minha lista dos favoritos.
 Existem alguns romances no decorrer do livro, mas isso não é o mais importante, o que realmente está em jogo ali é, o mundo todo porque Howel tem que salva-lo dos Ancestrais, mas,  também, o papel da mulher naquela sociedade. Howel sofre muito com os preconceitos, ATENÇÃO, ELA É UMA PERSONAGEM NEGRA, OBRIGADA GALERA RECORD! Todos diziam que as mulheres não podiam ter poderes e tomar lugares de lideranças pois eram muito emotivas, se deixavam levar pelos sentimentos e eram fracas, mas Howel mostra que não, que as mulheres são tão fortes quanto os homens, tanto que ela consegue realizar um feito que nenhum homem é capaz, e acaba salvando muita gente. Devido a isso tudo, eu acredito que esse livro é muito importante e que mostra a força das mulheres e, além de tudo, que podemos SIM fazer o que quisermos.
Ps: preciso do segundo volume logooo!!
"O conhecimento é tão poderoso quanto o fogo. Quanto mais forte brilha, mais ele devora"



16 comentários:

Viviane Almeida disse...

Olá, tudo bem? Eu não li sua resenha completa, não quero nenhum tipo de spoiler porque estou lendo o livro agora, e amando cada parte da história. Assim, como você eu fiquei muito feliz quando descobri que a jovem Henrieta Howel é negra. Espero gostar tanto da história quanto você.

Beijos e Abraços VIVI
http://resenhasdaviviane.blogspot.com

Alice Duarte disse...

Oiieee


Eu sou louca pra ler esse livro, mas odeio esperar pela publicação da segunda aprte, já sofri tanto com essas longas esperas... Anyway, adorei o perfil da protagonista logo de cara e a trama me atraiu demais também, futuramente com certeza vou ler.

Beijos

www.derepentenoultimolivro.com

Porre de Leitura e Livros disse...

Oi, Tudo bom?
Tenho uma amiga que leu e amou esse livro, desde então ele está a minha whihlist, parece ser o tipo de narrativa que eu vou amar muito.
Beijos.

Book Obsession disse...

Olá!
Tenho visto bons comentários sobre essa leitura e parece ser uma ótima dica de leitura, principalmente com uma protagonista bem forte e que legal os autores escreverem sobre personagens de destaque negros e as editoras abrindo cada vez mais espaço pra isso. Para muitos pode ser bobeira, mas faz uma diferença absurda.
Vou esperar sair a continuação pra ler numa tacada só!
Beijos!

Camila de Moraes

Maria Luíza Lelis disse...

Olá, tudo bem?
Eu gostei bastante desse livro. Confesso que, por se tratar de um livro da fantasia, eu esperava um pouco mais de ação. Então, no começo, estava achando a leitura bem morna. No entanto, achei o enredo incrível e gostei muito do fato de ser uma história que traz representatividade e empoderamento feminino. Acho que esse foi o aspecto que me deixou mais animada com o livro e ansiosa pela continuação.
Adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado da leitura também.
Beijos!

Bruna Costabeber disse...

Olá, tudo bem?
Meu Deus, primeira resenha que leio desse livro e só reafirmou minha vontade de ler esse livro. Quando a Galera estava divulgando esse livro eu fiquei muito contente pelo conteúdo que ele parece trazer e pela personagem negra, mas não imaginava que era um livro cheio de mistérios e isso me fascinou demais.
Vou tentar comprar logo esse livro.
Beijos,
https://www.umoceanodehistorias.com/

Beatriz Andrade disse...

Eu já havia visto o livro pelas redes sociais, mas não sabia nada sobre ele. A sua resenha é a primeira desse livro que leio e já fiquei muito curiosa com a leitura, parece ser algo que eu gostaria muito e gostei de ver a sua opinião.

Fernanda Barroso disse...

Olá!
Que premissa maravilhosa! Amo livros de fantasia e se passarem uma mensagem legal, melhor ainda! Adorei a personagem antes mesmo de a conhecer e espero conseguir ler este livro em breve! Dica super anotada!

Abraços

Jasmim Wynne disse...

Oie!
Já tinha visto a capa, mas não o conhecia. Gosto muito de fantasia, mas devo confessar que esse não me animou tanto :( acho que porque já estou um pouco cansada dessa coisa de "a escolhida" que parece ter em toda fantasia (mesmo que nessa exista a dúvida).
Acho que por agora passo :)

Thayenne Carter disse...

Olá,

Assim que foi lançando, via esse livro o tempo todo, mas, infelizmente, ele não consegui atrair minha atenção. Até acho a premissa interessante, contudo não é algo que me vejo lendo agora. Não sabia que a protagonista era negra, quem sabe eu não acabe dando uma chance no futuro né?!

Beijos,
oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

Suelen Fernandes disse...

Olá!
É tão bom quando não costumamos ler um gênero e quando fazemos ele nos surpreende. Eu também não sou de ler muitos livros assim, mas amei a sua empolgação e o enredo e se tiver oportunidade vou ler o livro.
Sua resenha está muito boa.
Beijinhos!

Lucy disse...

Oi, Dayhara!
Na verdade, eu fiquei meio com o pé atrás quando a sinopse mencionou triângulo amoroso. Geralmente os autores não fazem boas escolhas. Mas, lendo a sua resenha, me animei bastante em ler esse livro. Adoro fantasia e já li livros sobre magia e feiticeiros (recomendo Enraizados!) e achei muito bacana ser uma história que se passa no mundo "real" e que ainda coloca em destaque o papel da mulher na sociedade e, ainda por cima, uma mulher negra.
Bjs
Lucy - Por essas páginas

Jennifer Silva disse...

Meninaa, que resenha incrível! É muito bom quando lemos uma história de fantasia com uma personagem feminina forte, ainda mais quando ela pe subestimada, aí mesmo que ela mostra que podem tudo haha. Amei o enredo e gostei logo de cara da personagem principal <3. Essa edição está realmente muito linda, irei anotar a sua dica, com certeza. Bjss!

Maria Valéria disse...

a gente não vê tantas personagens femininas negras por ai, ne? ponto positivo para a obra só pela representatividade... sobre a trama em si, confesso que não é uma história que me atraia de cara, mas quem sabe eu lendo possa gostar do desenvolvimento dela...

bjs...

Polly - Entre Livros e Personagens disse...

Olá, tudo bom?
Não conhecia esse livro, mas adorei demais a premissa! Curti muito saber que é uma história sobre bruxas, que se passa na era Vitoriana, ainda mais com tanta representatividade (personagem principal mulher e negra ♥)! Já anotei a sugestão e espero de coração poder conferir em breve! Espero que o segundo volume seja tão bom quanto este foi.
Beijos!

Livros Encantos disse...

Ola lindona quando li fantasia me animei, porém triângulos amorosos me irritam pela indecisão pelo sofrimento desnecessário muitas vezes. Devido a esse fato vou me acostumar com a ideia e depois tentar ler, a fantasia está ganhando rss. beijos

Joyce
Livros Encantos

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo