RESENHA Asiáticos podres de ricos

terça-feira, 12 de junho de 2018
Título: Asiáticos podres de ricos
Autor: Kevin Kwan
Editora: Grupo editorial Record
Nº de Páginas: 490
Sinopse: "Best-seller internacional que inspirou uma das mais aguardadas adaptações cinematográficas do ano. Quando Rachel Chu chega a Cingapura com o namorado para o casamento de seu melhor amigo, imaginava passar dias tranquilos com uma simpática família. Só que Nick não mencionou alguns detalhes, como o fato de sua família ter muito, muito dinheiro, que ela viajaria mais em jatinhos particulares do que de carro e que caminhar de mãos dadas com um dos solteiros mais ricos da Ásia era como ter um alvo nas costas. Logo, Rachel percebe que não será poupada das fofocas e intrigas. Isso sem falar na mãe de Nick, uma mulher com opiniões bem fortes sobre com quem o filho deve – ou não – se casar. Um passeio pelos cenários mais exclusivos do Extremo Oriente – das luxuosas coberturas de Xangai às ilhas particulares do mar da China Meridional –, Asiáticos Podres de Ricos é uma visão do jet set oriental por dentro. Com seu olhar satírico, Kevin Kwan traça um retrato engraçadíssimo do conflito entre os novos-ricos e as famílias tradicionais em seu romance de estreia, que já fez milhares de leitores chorarem de tanto rir no mundo todo."
*Livro cedido em parceria com a editora

 A primeira coisa que me chamou a atenção quando recebi Asiáticos podres de ricos na caixinha do VIB foi o tamanho, a sinopse é extremamente convidativa, mas um livro com quase 500 páginas choca qualquer leitor, certo? Devido a isso posterguei a leitura do mesmo o quanto pude, mas depois comecei a me questionar, eu nunca havia lido nada da cultura asiática, agora que tinha a oportunidade estava negando isso, que absurdo! O fato é que quando comecei a ler não consegui mais parar, uma leitura engraçada, com jeitinho de central de fofoca mas com uma crítica extremamente interessante.



 Rachel Chu acha que conhece bem seu namorado, além de um belo homem ele é um excelente professor universitário, Nick é realmente isso tudo e muito mais, ele esqueceu de avisá-la que é um dos herdeiros mais ricos do mundo, vem de uma família extremamente tradicional e que não vai gostar nadinha desse relacionamento. Na verdade, Nick convida Rachel para o casamento de seu melhor amigo e simplesmente não menciona nada disso para sua namorada, imagine só o choque que é, ir para um país totalmente diferente no que diz respeito aos costumes, para conhecer a família de seu namorado e de quebra descobrir que ele tem tanto dinheiro que nem em mil vidas seria capaz de gastar tudo? Pois é, Rachel não faz ideia de onde está se metendo mas antes mesmo de desembarcar no avião a família toda de Nick já sabe da sua vinda e quer fazer de tudo para acabar com esse relacionamento.
 O que mais vi em relação a esse livro são comparações com Gossip Girl e de certa maneira eu entendo, o enredo todo é uma grande central de fofocas! Todo mundo da alta sociedade se conhece bem e não pensam duas vezes quando o assunto é repassar informações, sejam elas erradas ou não. Antes mesmo de Rachel desembarcar ela já levava fama de caloteira e coisas do tipo, quando na verdade ela nem fazia ideia da fortuna do namorado. E eis outro ponto, Nick desde o início teve oportunidade para contar para Rachel sobre a situação de sua família, como eles eram ricos e tradicionais, no mínimo seria justo avisar a garota sobre esses pontos, mas não, por medo e receio ele acabou deixando isso de lado e acabou complicando a situação da moça. Durante todo o enredo eu percebi como ser de uma classe social diferente muitas vezes pode minar um relacionamento. Rachel é uma mulher incrível, excelente profissional mas não é podre de rica, sendo assim, familiares, amigos, garotas que desejavam ter Nick, todos são extremamente babacas com a moça, zombam de seus modos simples, suas roupas, aprontam poucas e boas para que ela se sinta deslocada, armam situações grandes o suficiente para que ela perceba que não pertence ao mundo dos milionários, e Nick... Bom, ele na maior parte do tempo age como um pamonha sobre essa situação, não fazendo absolutamente nada e fechando os olhos pra isso, só depois do plot que ele cai na real.
 O livro é extremamente descritivo, inicialmente achei isso algo ruim mas depois compreendi que era bacana aprender cada detalhezinho de uma cultura que eu não conhecia, a editora fez questão de colocar notas de rodapé na obra e isso facilitou muita coisa. O romance é muito bonito, não tem nada daquela coisa gato e rato, são jovens maduros e que tentam se relacionar de maneira saudável, o que estraga é a família de Nick, a grande maioria tradicionalistas e maldosos. A obra é narrada a partir de vários pontos de vista e isso tornou a leitura muito mais dinâmica, o final pareceu caminhar para um fechamento de história muito gostosinho MAS ADIVINHA? Tem continuação! Haha e logo logo sai a adaptação no cinema também!


Não faço a menor ideia de quem essas pessoas são. Mas uma coisa eu posso garantir: essa gente é mais rica do que Deus.

23 comentários:

Aline M. Oliveira disse...

Oi Day! Quando eu li sobre este livro a primeira vez, eu pensei que seria algo relacionado com negócios, e tivesse a biografia de alguém e tal, mas depois que fui lendo e descobrindo sobre a história em si, achei super legal! Imagina você, tá namorando um cara, que até então você pensava que era rico, mas aí descobre que o cara é podre de rico, filho de uma das famílias mais importantes ( e rica) lá da terra dele? Adorei! Sem mencionar a dose de humor que a autora consegue dar quando leva os dois pra casa dele e começa as tretas com a mãe e o resto das pessoas. Espero que a adaptação fique boa! Obrigada pela resenha!


Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

Viviane Dutra disse...

Oi Day, eu já li algumas resenhas deste livro, me atrai pela cultura asiática e tem a saia justa da moça que não sabia das condições financeiras do rapaz, mas não tem nada de mais especial que me faça querer comprar, acho que se eu ler, vou gostar, mas não é o tipo de livro que eu compro, gostei muito da tua resenha. Quero assistir o filme quando lançar.
Bjos
Vivi
http://duaslivreiras.blogspot.com/

Diane disse...

Olá...
Eu também recebi esse VIB e gostei bastante da história, sem dúvida, é um chick lit adorável! Porém, todas aquelas exageradas descrições de artigos de luxo me incomodou um pouco e deixou a leitura meio maçante.
Bjo

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Jis Rocha Nossas Leituras disse...

Olá
Vi algumas resenhas mga positivas em relação a esse livro . Livro muito descritivo ou ajuda ou atrapalha, nesse caso creio que atrapalhou. Não sei se leria pois estou com trauma dos Doramas, culpa das minhas amigas que não falam de outra coisa.
Mas gostei da sua resenha e quando essa paixão pela Asia der uma maneirada quem sabe leio?
Bjus

Paraíso Literário disse...

Oi Day!

Tudo bem? Tenho visto esse livro por todo canto na blogosfera, em geral os comentários são bastante coletivos, mas mesmo assim ninguém conseguiu me fazer bater aquela vontade de ler, sabe?

Honestamente eu não me dou com livros muito descritivos, então quando comentou isso eu realmente fiquei ainda mais desanimada em fazer a leitura, mas fico feliz que você acabou curtindo a narrativa. Outra coisa que me afasta é a questão da fofoca (motivo pelo qual nunca li Gossip Girl e livros similares), mas isso é uma coisa bem pessoal.

Enfim, fico feliz que o saldo da leitura tenha sido positivo para você Day, mas vou passar a dica desta vez.

Beijinhos - Jessie
www.paraisoliterario.com

Fabrica dos Convites disse...

Está Está dos detalhes ajudarem no entendimento de uma cultura desconhecida e Importante, mas deve deve ser bem dosado para não ficar cansativo. Já esta parte das narrativas serem de vários personagens, eu adoro, e concordo que fica mais dinâmico.
Bjs Rose

Cila - Leitora Voraz disse...

Oi Day, sua linda tudo bem?
Eu descobri esse livro, quando vi sobre a adaptação para o cinema, que está sendo cotada como a comédia romãntica do ano. Estou louca para ver o filme e ler o livro também. Eu sempre me irrito com o mocinho, pois ele nunca vê o que as pessoas estão fazendo para separá-lo da mocinha e às vezes até não acredita nela. Sua resenha ficou ótima!!!
beijinhos.
cila.
http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

Fernanda Barroso disse...

Olá! Que coisa legal! Eu nunca tinha ouvido falar sobre o livro e não sabia que teria uma adaptação! Mas já gostei. Enredos assim costumam me chamar bastante atenção. não nego, especialmente se forem sobre uma cultura que não conheço muito. Dica anotadíssima!
Abraços

Lucy disse...

Olá! Eu já li algumas recomendações desse livro, fiquei mega curiosa, mas não tinha visto que eram quase 500 páginas de livro! rsrs
Em todo o caso, quando a leitura pega o ritmo, acredito que 500 páginas sejam fichinha. rsrs Estou doida por esse livro já tem um tempo, espero conseguir ler antes do lançamento do filme.
bjs
Lucy - Por essas páginas

Cabine de Leitura disse...

Já tinha visto o livro, mas não conhecia a fundo a premissa dele e confesso que tinha torcido o nariz, mas saber que mesmo com 500 páginas você não largou o livro e ele ainda é uma leitura engraçada e crítica me anima a querer dar uma olhadinha. O fato dele ser extremamente descritivo me assusta um pouquinho, mas levando em conta que tem um bom romance eu toparia ler, vou anotar a recomendação. 3

Abraços.
https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

Tahis Aguiar disse...

Olá!
Andei vendo muito esse livro no instagram, e fiquei curiosa para saber mais, e depois veio a noticia que seria adaptado para as telonas. Bom, a primeira vista não me conquistou, ma ao ler a sua resenha, fui ficando curiosa, eu adorava assistir a série Gossip Girl, ma não gostava dos livros achava muito fútil, e tenho um receio com esses livros, mas ao saber que com 500 páginas não conseguiu desgrudar do livro, já me intriga, irei conferir e espero gostar! ótima resenha!

beijos!
https://blogminhaestanteliteraria.blogspot.com/

Ivi Campos disse...

Tudo no livor me interessou, a começar do cenário totalmente diferente dos livros que tenho lido. mas o que mais me ganhou no enredo foi o romance não ser gato e rato. Chega de casal brigando o tempo todo né? Quero ler!!!
Beijos

Bruna Costabeber disse...

Olá Day,
Esse livro chamou muito minha atenção desde que as pessoas começaram a receber a VIB, eu curto muito a premissa dele e acho que ele tem pontos extremamente positivos, principalmente, por não ter aquele tipo de história que vemos full time por aí. Outro ponto muito interessante, no meu ponto de vista, é a questão da cultura asiática.
Vou anotar a dica, sem dúvidas.
Beijos

Mara Santos disse...

Estou louca para ler esse livro já já o adquiri, afinal não sou nada boba! rsrsrsrs Louca para ele chegar e iniciar a leitura! Amei a sua resenha!

Livros Encantos disse...

Ola lindona, esse livro está em minha lista de leitura, mesmo com 500 páginas pelo visto a leitura flui muito bem, imagino como a protagonista se assustou ao descobrir o mundo de seu namorado e sua família e estou curiosa sobre o desfecho dessa história, a capa está linda. beijos

Joyce
Livros Encantos

Book Obsession disse...

Olá!
Não sabia que esse livro tinha continuação até ler sua resenha, achei a trama interessante e confesso que ando preferindo quando os casais são mais maduros e bem desenvolvidos. Parece ser uma boa história!
Beijos!

Camila de Moraes

Rafaella Viegas disse...

Oiii tudo bem??

Não sou muito fã da cultura asiática, e evito ao máximo leituras assim, mas até que parece bem interessante e fiquei curiosa sim com o desenrolar dessa história.
Só a questão de ser bem descritivo que me da um pouco de preguiça, não curto muito, mas quem sabe não dou uma chance.
BJus RAfa

Ju disse...

Não esperava que ele fosse tão descritivo. E tenho pânico de notas de rodapé em leituras de ficção, simplesmente não consigo me envolver direito se preciso prestar atenção nelas. E não tinha a menor ideia de que o livro tinha continuação! Todo mundo tem falado bem, mas acho que vou acabar só vendo o filme.

Kelly Alves disse...

Oi Day,
Já vi muito falarem desse livro, mas confesso que pelo título, em nenhum momento me senti curiosa com relação a ele, então nem cheguei a ler a sinopse. Sua resenha é primeira que leio do livro e despertou certa curiosidade kk, mas assim como você disse no início 500 páginas é de assustar mesmo, e no momento sou incapaz de dedicar tanto tempo a um livro só, mas ainda sim vou deixar a dica anotada.
beijokas

Evy disse...

Oii, ainda não tinha lido nada a respeito desse livro, mas o título dele me chama muito a atenção! Adoro a capa também haha Adorei saber sobre o que se trata, parece interessante!
Ótimo post, parabéns

by: atravesdaescrita.blogspot.com

Marijleite disse...

Não sabia que tinha continuação. O que mais me chama a atenção nesse livro é trazer uma cultura diferente, por isso tenho bastante vontade de lê-lo. Ficou ótima a sua resenha.

Salvattore Mairton disse...

Olá, não conhecia a obra ainda, fiquei bastante interessado por ser uma história bem detalhista e trazer uma cultura diferente no enredo, seria um livro que eu não desgrudaria até terminar.

Caos da Leitura disse...

Oi, tudo bem?
A primeira vez que li sobre esse livro, morri de ri e fiquei bem curiosa porque é um universo que eu não conhecia e achei o nome hilário. Varias pessoas estão indicando e ainda não tive oportunidade, sua resenha só adicionou ainda mais desejo. Espero ler logo! Não sabia que tinha continuação, OMG! Bijos

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo