Posts Recentes

RESENHA Mamãe & eu & mamãe

8 de junho de 2018

Titulo: Mamãe & eu & mamãe
Autora: Maya Angelou
Editora: Rosa dos tempos
Nº de Páginas: 176
Sinopse: "Último livro publicado pela poeta e ativista, Maya Angelou, Mamãe & Eu & Mamãe descreve seu relacionamento conturbado com a mãe, a empresária Vivian "Lady" Baxter, com quem voltou a morar aos 13 anos, depois de dez sob os cuidados da avó paterna. É a jornada de uma mãe e filha em busca de reconciliação assim como uma reveladora narrativa de amor e cura"





* Livro cedido em parceria com a editora



Para quem não sabe o Grupo Editorial Record está com o selo de publicações feministas Rosa dos Tempos e pra mim esse é um dos melhores projetos da editora, nada mais justo que publicar obras desse cunho, e que de certo modo acabaram sendo esquecidas pelo mercado editorial. Maya Angelou nunca havia sido traduzida, apesar de ser a única obra escrita por ela, por algum motivo que não entendo, poucas pessoas conheciam. Eu sou um desses casos e fico feliz que a editora tenha mudado essa situação, conhecer um pouquinho sobre Maya e sua relação com sua mãe definitivamente me fez ver o mundo de maneira completamente diferente da que eu encarava, e me fez acreditar que o feminismo muitas vezes é de sangue sim, principalmente quando se trata de mulheres negras.


A obra basicamente vai falar sobre a relação de Maya com sua mãe, sem qualquer tipo de floreio e coisas do tipo, Vivian não era uma mulher fácil de lidar, vez ou outra o amor entre as duas beirava algo perigoso e de difícil julgamento, mas quando mulheres negras ousam existir em ambientes onde são cotidianamente silenciadas, é isso que acontece. Maya viveu parte de sua infância com sua avó e depois de crescida conheceu sua mãe, esse primeiro contato foi bastante complicado, a autora demorou muito tempo para até mesmo se sentir confortável em seu novo lar, chamar Vivian Baxter de mãe então... Algo que emociona até mesmo quem lê, quando isso é relatado.

Eu não fazia ideia de que esse livro me emocionaria tanto, acompanhar a trajetória de Maya por meio da sua convivência com a mãe é uma maneira genial de mostrar como mães negras tem uma forma diferente de criar seus filhos, para além de todo o processo de ensinamento, é preciso preparar essas crianças para o racismo que está enraizado em nossa sociedade, é preciso torná-los fortes antes mesmo de crescerem, isso soa doloroso, mas é bastante real. O amor entre as duas é puro e maravilhoso de se ler, Vivian está presente em todos os momentos importantes da vida de Maya, sendo eles bons ou não, ela estendeu a mão para a filha em todas as situações, seja quando a mesma engravidou, decidiu morar fora e até mesmo quando ela foi vítima de um relacionamento abusivo e esteve à beira da morte. Em momento algum a mãe de Maya pareceu ter medo, ela sempre enfrentou tudo com muita bravura e a impressão que tive é que apesar disso ser algo natural dela, ela fazia porque sabia que precisava ser forte para que Maya aguentasse a situação também. Vivian existia como um trampolim para que a filha pudesse realizar seus sonhos. 

Maya tem uma maneira muito sincera de escrever, até mesmo quando não concordava com algumas coisas sobre sua mãe ela não maneirou nas palavras, creio que mostrar os pontos fracos de alguém que você ama, e ainda assim seguir amando incondicionalmente é uma maneira primorosa de demonstrar que o amor materno é maior que tudo. A edição é super curtinha e você lê em pouquíssimo tempo, apesar disso são diversos temas tratados, desde racismo, machismo, relacionamento abusivo e dificuldades da época. Uma leitura que definitivamente vale a pena. 

"Você foi uma trabalhadora incansável - graças a você, mulheres brancas, negras e latinas zarpam do porto de San Francisco. Você foi chapeadora naval, enfermeira, agente imobiliária e barbeira. Muitos homens e - se não me falha a memória - algumas mulheres arriscaram a vida para amá-la. Nunca existiu pessoa mais grandiosa do que você. Você foi uma péssima mãe de crianças pequenas, mas nunca houve uma mãe de adolescentes melhor do que você."

Comentários
27 Comentários

27 comentários :

  1. Nossa, que massa! Adorei o quote final, achei de um significado enorme! Embora eu saiba e tenha entendido que o livro aborda todos esses temas que você mencionou, achei a relação entre mãe e filha é o maior tema de todos. Como elas vão se conhecer depois de 13 anos de distância e toda a dificuldade deste relacionamento! Não conhecia a autora mesmo, mas adorei a dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Day, tudo bem? Já li comentário muito positivos sobre esse novo selo do Grupo Editorial Record, mas infelizmente ainda não consegui conferir nada! Quem sabe não começo por esse porque a abordagem sobre o racismo é bem interessante. Imagino que ficarei bem impactada também!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Maravilhosa a idéia de trazer de novo livros ignorados por algum motivo, as vezes acontece, novos livros vão surgindo, e esse parece ser muito interessante. Adorei a resenha e realmente, a vida da autora foi muito sofrida e fico contente que mesmo assim ela teve apoio e todo suporte de sua mãe.
    Dica anotada e vou ler em uma oportunidade.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Gosto tanto de biografias, sou super empolgada pra ler.
    Esse com certeza é um livro que quero ler, uma história emocionante , comovente e verdadeira.

    um beijo

    www.chuvanojardim.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Não leio muitas biografias mas nossa essa parece ser tão emocionante. Relacionamento de família e ainda mais com uma mãe tão 'forte' torna tudo mais instigante de se acompanhar. O livro parece ser lindo.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  6. Oi Day, deve ter muito livro bom que a gente nem fica sabendo, achei muito legal este projeto do Grupo Editorial Record. Adoro histórias emocionantes e esta parece ser carregada de momentos assim. Espero algum dia ter oportunidade de ler.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Quando esse foi lançado, fiquei doida por ele. Tanto que já até comprei. Falta só o tempo para ler.
    Como você, acho muito importante a Record estar com esse selo focado em obras feministas, pois precisamos ter acesso mais fácil à essas obras.
    Gosto de relatos sobre relações entre mães e filhas, pois mesmo sendo muitas vezes uma relação difícil, o amor está sempre ali.
    Fico muito feliz que tenha gostado da leitura. Espero gostar também.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi tudo bem? Adorei o projeto da Editora, está de parabéns, não conhecia também o livro, mas ficou claro pra mim que tenho que ler, adoro biografias sobre mãe e filha, mostra as dificuldades vividas, adorei sua resenha, pois me deixou mais curiosa sobre a obra, dica anotada, parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Eu já conhecia o selo, mas ainda não havia visto esse livro e fiquei curiosa com a leitura. Parece ser um bom livro e gostei muito de ver a sua resenha sobre ele.

    ResponderExcluir
  10. Olá, como vai? Eu gosto de biografias e ultimamente tenho lido poucas por causa do tempo mesmo, muito trabalho e estudo! Eu ainda não conhecia esse livro ou o selo dele mas, fiquei interessada em ler esse livro principalmente, por causa dos quots lindo que ele possui.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Não conhecia esse livro, mas gostei de saber que traz a interação de mãe e filha, que muitas vezes não concordamos com as opiniões e tomadas de decisões, de forma tão simples e com uma leitura bem fluida.
    Me parece ser uma leitura agradável e boa para se refletir.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Obrigada por me apresentar a esse livro! Quero muito saber mais sobre a Maya e me parece que essa publicação traz uma leitura bem tocante e verdadeira pela sua resenha.

    ResponderExcluir
  13. A Record está de parabens por lançar esses livros importantes. Não conhecia a história mas agora quero MUITO ler. Obrigada por me apresentar o livro <3
    https://porvarioslugares.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Adorei saber que a Editora Record está com este selo, é uma excelente iniciativa. Sobre o livro, parece muito emocionante e forte. Vou anotar a dica. Parabéns pela resenha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Oiii tudo bem??

    Não conhecia esse selo da record, bem legal. Então, a história não me chama atenção, apesar de ser bem sincera ao ponto da autora. E adoro livros emocionantes, talvez mais pra frente eu realize essa leitura.
    Adorei a resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse selo, parece bem legal. Bem o livro não faz muito o meu gênero, mas gostei da sua resenha, quem sabe um dia eu dê uma chance para ele hahaha

    ResponderExcluir
  17. OI, tudo bem?
    Adoro a proposta desse selo da editora e não conhecia este livro, mas achei ele muito interessante, mas apesar disso não sei se leria,
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi.
    Eu não sabia sobre o novo selo da editora e adorei.
    Gostei também do enredo do livro e dos assuntos abordados. Com certeza não é uma leitura leve, mas com certeza pretendo ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Adoro o nome Maya 😍😍😍😍 mas confesso que não conhecia a autor nem esse livro dela.
    Realmente penso que esse livro seja forte e intenso, assim como as biografias costumam ser. Nem todos os relacionamentos são flores então entendo os pontos que vc destacou na resenha. Fico feliz que o livro tenha sido uma surpresa positiva para vc. Valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  20. Sem dúvida eu me emocionaria muito durante a leitura também e acho que esse tipo de livro é de leitura obrigatória para TODAS as mulheres. Sem dúvida, a garra que mães negras precisam agregar no processo de educação de seus filhos é diferente das outras mães. Mas nós brancas temos que ter a mesma responsabilidade com nossos filhos, a combater o racismo desde cedo.
    beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Não sabia que o GER estava com esse estilo de publicação e fiquei muito contente, por são livros que todos precisam ler. Não tenho dúvidas que eu me emocionaria também com esse livro. Acho que ele retrata a vida como ela é de verdade, sem floreios, sem romantizar, apenas sendo real. Isso, associado ao racismo, deve ser ainda mais forte.
    Vou anotar a dica, sem dúvidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Normalmente não gosto desse tipo de livro, mas me interessei bastante pelos temas tratados e tudo mais, realmente fiquei curiosa para conhecer essa história, ainda mais sendo um livro tão curtinho e rápido de ler.
    beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi,

    Primeiramente, eu não sabia que o GER estava com esse selo, fiquei bem impressionada, porque são livros que trazem temáticas que me interessam, principalmente por causa do cunho feminista. Eu adorei a proposta do livro, porque realmente as mães negras ensinam seus filhos de uma forma totalmente diferente. Adorei a dica e espero me emocionar também durante a leitura.

    beijos :)

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Eu adorei quando soube desse selo do GER, mas só tinha visto um lançamento dele até agora e não conhecia esse livro. Eu confesso que não sou muito fã de ler não ficção, mas esse me pareceu uma leitura incrível.
    Acho interessante o livro mostrar a relação da autora com a mãe de maneira tão real. Além disso, os temas que ela aborda são sérios e me deixam com mais vontade ainda de ler.
    Adorei sua resenha e já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    já faz um tempo que vi os anúncios da editora onde informavam que trariam de volta este selo, também considero importante que obras do tipo tenham seu espaço em nossa literatura. Quanto a história, não fazia ideia que trazia uma carga emocional tão acentuada e tampouco que abordava tantos assuntos importantes, me parece uma leitura rica.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Não li nada do novo selo da editora, e como você achei incrível a proposta. Finalmente estão dando mais atenção para esse tipo de escrita. Apesar de não apreciar biografias, esse em especial me atraiu bastante.
    Anotado a dica
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  27. Oii.
    Não conhecia esse livro, mas já fiquei bem curiosa com a premissa. Só não posso prometer que vou conseguir ler por agora, porque estou lotada até o pescoço de livros que preciso ler com urgência.
    Adorei a resenha.
    Bjs Mary <3

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Espalhando Bonitezas - Web Design
Para o topo!