RESENHA Imbatível

segunda-feira, 10 de setembro de 2018
Título: Imbatível
Autores: Stuart Reardon e Jane Harvey-Berrick
Editora: Grupo Editorial Record
Nº de Páginas: 392
Sinopse: "Para Nick Renshaw, o rugby é a coisa mais importante de sua vida — mais importante até do que sua namorada, Molly. Seu empenho e sua determinação fizeram dele o garoto de ouro do rugby inglês e garantiram um contrato com um importante clube. E ele não consegue imaginar o que seria de sua vida sem isso. Então, quando sofre uma grave lesão que pode significar o fim de sua carreira, Nick vê seu mundo desmoronar. Como se não bastasse ter a vida profissional abalada, ele ainda é abandonado e traído pelas pessoas que mais ama. Sozinho e sem rumo, Nick está lutando com todas as suas forças para recomeçar do zero. Mas há alguém que parece capaz de ajudá-lo: Anna Scott, sua psicóloga. O problema é que nenhum dos dois consegue negar a atração que sente pelo outro — e manter a relação estritamente profissional se torna mais difícil a cada dia que eles passam juntos. No entanto, quando o passado de Nick volta para assombrá-los, desistir parece o caminho mais fácil para os dois. Mas será que, depois de tantos golpes do destino, eles conseguirão se reerguer e se tornar imbatíveis?"
*Exemplar cedido em parceria com a editora 

 Em 2018 coloquei como desafio fugir um pouco dos romances e me aventurar em outros gêneros, isso tem funcionado perfeitamente, percebi como há um leque enorme de boas histórias por aí, mas não adianta, romance vai sempre ser meu porto seguro.  Com Imbatível não foi diferente, me vi torcendo pelo casal, e sofrendo junto com eles, que história linda! 
 Nick Renshaw está se tornando um astro do rugby, ele sempre batalhou para isso, o esporte se tornou sua vida e ele almeja um futuro onde possa representar o seu país em campo. No seu último jogo representando o time da segunda divisão, antes de subir para a primeira divisão em novo time, Nick se machuca e tem uma contusão que o afasta do campo por um bocado de meses, para um jogador profissional isso é visto como o fundo do poço, ficar parado nessas condições, é pedir pra se aposentar precocemente. Em seu novo clube, Nick passa a receber atendimento especial, faz acompanhamento com Anna Scott, psicóloga esportiva que vai tentar lidar com as cicatrizes internas desse homem. Quando pensamos em alguém auxiliando dessa maneira, pensamos em uma espécie de coach, correto? Errado, Anna é bem mais que isso, ela vai servir de base para que ele supere seus medos, suas contusões e possa voltar ao campo, como se isso não fosse suficiente, ela se apaixona por ele.



 Anna é uma mulher dedicada ao seu trabalho, viveu por ele, hoje é uma profissional de sucesso e não há tempo para aventuras, até Nick chegar, ele é um homem discreto, reservado, com cicatrizes pelo corpo todo e que evita falar, mas fica claro como ele também se sente atraído por ela.
 Que livrão! eu preciso começar agradecendo por essa dupla, Stuart Reardon é modelo(o da capa, inclusive) e ex jogador de rugby, Jane teve a brilhante ideia de convidá-lo para escrever um romance e ele agiu de maneira bastante natural, se recusando porque achava que não era capaz de escrever histórias de amor, então ela pediu que ele descrevesse as coisas que sentia em campo, enquanto jogava e coisas do tipo, o resultado não poderia ser melhor. Geralmente quando leio romances que envolvem algum tipo de esporte ou coisas do tipo, a descrição sobre isso é quase nula, a impressão que tenho é que as autoras focam apenas no romance, em cenas hot e esquecem totalmente de como envolver o leitor em outros aspectos é importante. Eu não entendia nadinha de rugby, sabia o que era o esporte mas mal compreendia as regras, e aí que esse livro se torna diferencial, a participação de Stuart foi imprescindível porque ele fala sobre o esporte de uma maneira bastante didática e que realmente te envolve, nos momentos em que ele estava prestes a entrar em campo, eu conseguia imaginar isso com clareza, a descrição sem dúvida alguma foi uma das coisas que me conquistou, além do mais, a maneira como ele descrevia como uma lesão afeta o psicológico do jogador, realmente me tocou. Mas ok, e o romance? Bom, não poderia ter sido melhor.
 A relação de Anna e Nick começa de maneira totalmente profissional, ela se nega a sequer pensar nele como um possível flerte enquanto o atende, sua função ali é ajudá-lo e ponto, mas quando ela vê Nick sendo quebrado, não consegue fugir, ele é exposto pela mídia, perde seu posto e ainda é colocado como um verdadeiro vilão, Anna se afasta porque é mais seguro, mas ainda assim eles conversam ocasionalmente trocando emails, e em sua última noite no país, eles resolvem se encontrar para um jantar informal, como bons amigos, e a gente já sabe o que acontece, né?
 O destino insiste em brincar com esses dois de maneiras tão surreais que meu coração ficou apertadinho. Ambos são personagens maduros, que batalham por suas carreiras e colocam isso em um patamar importante, eu achei isso bacana, diferente dos romances onde mocinho encontra mocinha e ambos deixam tudo de lado pra viver esse amor, aqui as coisas não funcionam assim, a carreira dos dois é algo inquestionável, o romance quem se adapta a isso, entendem? Maturidade meus amigos, maturidade. Apesar de ser um romance, existem questões bem sérias em pauta, como exposição na mídia, agressão, ética no trabalho, a impressão que tive, é que o romance acabou sendo algo bem dosado no livro, nada exagerado, é uma paixão acontecendo, apesar de tudo.
 Essa foi uma leitura rápida, eu me prendi na história, quis aprender um pouquinho sobre o esporte e me apeguei muito aos personagens, a maneira como eles se tratam é bastante sincera, e quando o romance acontece, Nick todo grandalhão, se torna um homem fofo e babão, como não amar? Minha única ressalva é a capa, eu realmente não sei lidar com essas capas de modelos sem camisa e em poses sugestivas, eu morro de vergonha de ler no trabalho ou no ônibus, minha saída é providenciar uma capa para o livro haha mas no mais, nada a reclamar! Uma leitura gostosa, trama envolvente, com um diferencial bacana, um ex atleta falando sobre sua realidade, a receita perfeita! 
 Ah, o título é uma analogia muito interessante sobre as vezes em que tanto Nick quanto Anna caíram, mas souberam se levantar. 

“Quando o seu mundo desabar...Quando todos disserem que você perdeu...Quando seu corpo estiver destruído...Eu ascenderei...Eu retornarei...E eu serei imbatível”

11 comentários:

Pamela Carolina disse...

Devo admitir que também tento sair da zona de conforto em ler apenas romances, mas raramente isso dá certo.
Gostei muito da sua resenha, é bem diferente dos romances que estamos acostumados a ler, pois nessa história aparentemente os personagens deixam a paixão de lado para priorizar algo que amam e que tem mais importância para ambos, que é as suas profissões.

V. disse...

Caramba, o enredo me lembrou um pouco "Belo desastre". Confesso que também tenho um tombo por romance e a história me agradou. Por mais que a gente já tenha mais ou menos uma noção do que vai acontecer, é sempre como se fosse a primeira vez, né? A gente se envolve com os personagens que é uma maravilha. Hahaha
Sempre acho interessante quando tem profissões que ensinam um pouco mais para quem está de fora sobre como os procedimentos funcionam.
E por último, mas não menos importante... JESUS, QUE CAPA É ESSA?
Adorei a resenha!

Beijos!

http://www.garotasdevorandolivros.com/

Alem de uma Prateleira disse...

Um romance sempre será bem vindo. Eu sei como você sente, tento de todas as formas variar um pouco, mas no final sempre volto a ler um romance! hahahahaha. Tive a oportunidade de conhecer o Stewart em um evento literário da The Gift e nossa que cara simpático! Quando descobri que ele ia lançar um livro fiquei super curiosa para ler, mas como estou um pouco apertada em relação a dinheiro, ainda não pude comprar.

Adorei a sua resenha e tipo quero muito ler a história do Nick. Estava aqui pensando e até hoje eu não li nada com relação a esportes. Acho que vou ter que quebrar o porquinho para adquirir esse livro!

Beijos!

No Conforto dos Livros disse...

Olá!! :)

Eu confesso que não conhecia este livro ainda, mas ainda bem que gostaste e que aconselhas a leitura

Que bom que a trama envolve e que a leitura se faz rapidamente, sem grandes ressalvas (a não ser a capa :P).

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Ana Luiza Lopes disse...

Oie Day, tudo bem?
Nossa me identifico super com sua vergonha das capas com poses sugestivas hahaha
Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas como a fã louca de romances que sou, já está na minha lista! Gostei do que você disse que aprendeu um pouco sobre o esporte, é bom quando além de se divertir (pq ler pra mim é pura diversão, lazer) a gente aprende alguma coisa com o livro né? Gostei muito da sua resenha e descrição dos personagens!


Beijos,
www.entrepaginas.com.br

Suzzy Chiu disse...

Sempre tive uma quedinha por romances e esse pelo jeito é tudo de bom, desde a capa até o final.
Ainda nao conhecia o livro e estou bem curiosa pra saber o rumo dos personagens e de como tudo vai se resolver.
A capa está um arraso, uau!!! Lindo demais hahaha.
Adorei os pontos ressaltamos e espero gostar tanto vc.
Beijos.

Marijleite disse...

Eu estava curiosíssima pra ler uma resenha desse livro, pois acompanho o Stuart pelo Instagram e achei super legal isso de ele ser um dos autores do livro. Pela sua resenha, parece que a dupla de autores soube trabalhar muito bem nesse romance, acho que vou sim adquiri-lo.

Bruna Costabeber disse...

Oi!
Adoro quando as pessoas voltam a ler o gênero que amam e continuam se apaixonando cada vez mais por ele. Eu confesso que a proposta desse livro não chama muito minha atenção, pois eu não gosto muito de romance, mas fiquei muito contente por saber que o livro te agradou. Também acho muito legal o livro ter sido rápido de se ler. Acho que eu posso ler esse livro e me encantar com ele como você, mas o farei sem muitas expectativas.
Beijos

Thayenne Carter disse...

Olá

Depois de sua resenha fiquei empolgada por um único motivo: relacionamento real. Pelo o que descreveu dessa relação, é notável o quanto eles se gostam, mas também gostam de suas carreiras, além de ser algo crível, meio que foge do que encontramos em outros livros do gênero. Outra coisa que me deixa ansiosa por essa leitura, Jane. Sempre quis ler algo da autora.

Beijos,
oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

Book Obsession disse...

Olá!
A capa em si já chama atenção né. E a escrita dessa autora é muito boa. Estou curiosa para conferir essa parceria e agora que você disse que o Stuart trouxe essa veracidade do esporte para o romance me deixou ainda mais empolgada. Sinto a mesma frustração que você quando leio livros com esportes. Assim que tiver uma promoção interessante vou adquiri-lo.
Beijos!

Camila de Moraes

Ana Claudia Machado disse...

Olá,

Não tenho o hábito de ler esse gênero, porém pela sia resenha parece ser uma leitura leve ideal para sair de ressacas... Vou anotar a dica...

Beijos e parabéns pela resenha...
Blogancoraliteraria

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo