RESENHA Um dia em dezembro

quarta-feira, 7 de novembro de 2018
Título:  Um dia em dezembro
Autora: Josie Silver
Editora: Bertrand Brasil
Nº de Páginas: 392
Sinopse: "Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram... e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?"
*Exemplar cedido em parceria com a editora





 Um dia em dezembro faz parte do VIB de Novembro, recebemos uma cópia ainda não revisada da obra, juntamente com um globo de neve fofo, e uma arte de pelúcia no formato de coração. A premissa da obra é pra mexer com o coração de qualquer leitor apaixonado por romances, imagine só, você está em um ônibus voltando de um dia cansativo no trabalho, quando ao seu lado, para outro veículo e você vê alguém tão incrível e bonito que fica sem reação, seu ônibus vai embora e você provavelmente nunca mais irá ver aquele homem, mas e se for o grande amor da sua vida? Quem nunca se apaixonou por alguém no trânsito?

Essa é a vida de Laurie agora, ela se apaixonou por um estranho no ônibus, não consegue esquecê-lo e segue meses procurando por esse homem que ela nem ao menos sabe o nome, sua melhor amiga Sarah ajuda nessa busca sem fim, mas depois de meses, essa situação parece mesmo ter sido só brincadeira do acaso. Laurie resolve se envolver com outras coisas, focar na tentativa de finalmente encontrar um emprego como jornalista, e conhecer o namorado novo de sua melhor amiga, mas como qualquer castigo é pouco, e o destino gosta de brincar conosco, quem poderia ser o namorado da sua melhor amiga? Jack, o cara do ônibus! Como lidar com esse sentimento adormecido mas que ainda mexe com os sentidos de Laurie? Como confessar isso para Sarah, e o pior, Jack também a reconheceu?



Essa é uma história sobre como o destino brinca com as pessoas e como o tempo se encarrega de tudo. Esse certamente é o meu VIB favorito, eu sempre me perguntei porque não existiam histórias sobre amores que começam no trânsito e eis aí, a melhor delas! Inicialmente você admira a insistência de Laurie, que procura o desconhecido por meses, mas quando o destino brinca com ela de novo, e coloca a sua paixão platônica como namorado de sua melhor amiga, tudo desaba de uma forma incomum. Ela decide não contar a Sarah que Jack é o cara que as duas procuraram por tanto tempo, e tenta colocar a amizade acima de tudo. Vale frisar que Laurie em momento algum pensa em “furar o olho” da amiga, apesar de sentir tudo de maneira muito intensa por Jack, ela respeita sua amizade, e acaba se tornando uma grande amiga do cara, o pior disso tudo? Isso dura anos, MUITOS ANOS, nossa protagonista segue sentindo coisas por Jack, não consegue contar para Sarah a verdade, e Laurie não tem condições de se apaixonar por outra pessoa, principalmente porque o homem de sua vida tem planos de se casar com a sua melhor amiga.
A graça nisso tudo, é acompanhar a história pelo ponto de vista dos dois personagens, Jack mente que não conhece Laurie, e faz de tudo para esconder isso, mas nos capítulos narrados por ele, fica claro que ele sente o mesmo pela protagonista, mas também ama Sarah, então vive em uma eterna confusão sentimental. Já Laurie é extremamente respeitosa com sua amizade e o relacionamento da mesma, tenta seguir sua vida da melhor maneira possível, mas fica claro quão nocivo é pra si, acompanhar a sua paixão se tornar o homem da vida de sua melhor amiga. Quanto azar!

Aqui vamos acompanhar o amadurecimento de todos os personagens, a história se arrasta por anos, relacionamentos, casamentos, brigas, tudo acontece até Laurie finalmente poder respirar com liberdade, obviamente o romance é o ponto alto, mas acredito que a grande mensagem do livro é sobre como tudo acontece no seu tempo, nenhum sofrimento é em vão, nenhuma paixonite acontece por acaso, tudo tem um propósito.
A leitura é extremamente fluída, os diálogos e as situações são engraçadas demais, e Laurie é uma amiga para se ter por perto, com certeza, ela é leal, preocupada e muito amorosa. Jack é um cara divertido, que certamente poderia ter facilitado as coisas, mas é compreensível também. O final da história tem um ar gostosinho de natal, é impossível não se pegar sorrindo. O livro já foi lançado, e se você sempre imaginou como seria se a sua paixonite do ônibus evoluísse para algo mais, essa história é pra você!


16 comentários:

Book Obsession disse...

Olá!
Ahh essa história deve ser uma delícia hein! Do tipo que me cativou só de ler sua resenha.
Imagina só o desenrolar da trama e as personagens afim do mesmo cara. Dou risada só de pensar nas confusões que irão se meter.
Parece ser o tipo de comédia romântica que deixa um quentinho no coração. Achei a capa tão linda que já venho namorando ela e espero conseguir comprar na Black Friday.
Beijos!

Camila de Moraes

João Medeiros disse...

Ola! Nem sou fã do genero, mas a resenha me cativou bastante! Parece uma daquelas histórias que todo mundo sabe o que vai acontecer mas não quer deixar de acompanhar, haha. Abraço

Karini Couto disse...

Tudo bem? Apesar de não ler livros assim com tanta frequência eu recebi e li esse. A história é bem clichê, mas esses clichês que amo e que me fazem bem.

Amei a capa também.
Beijo.

Ps Amo Leitura disse...

Oi Dayhara.

Estou de olho neste livro desde que vi todos recebendo essa caixinha da editora. Se eu quero? MUITO! E sua resenha me deixou ainda mais curiosa para conhecer essa linda história.
O fato que você comentou que o "destino brinca com a gente e se encarrega de tudo" é a mais pura verdade. Sempre acontece algo, mesmo que uma forma diferente, mas no final tudo se acerta. Adorei!

Beijos,
Blog PS Amo Leitura

Larissa Dutra disse...

Olá, tudo bem? Ahhh, que livro mais fofo! Vi a obra esses dias em algum lugar e fiquei doida para ler, principalmente por causa desse enredo que parece ser bem clichê, mas que eu amo - quem não ama, né?! Adorei a resenha.

Beijos,
Duas Livreiras

No Conforto dos Livros disse...

Olá!! :)

Eu confesso que nao conhecia este livro, mas ainda bem que gostaste de fazer a leitura!! :)

Fico especialmente interessado nesse crescimento das personagens e na leitura fluida!

Boas leituras!! ;)
no-conforto-dos-livros.webnode.com

Clayci disse...

Tenho que dizer que achei a premissa meio esquisita e doentia rs. Nunca me apaixonei por ninguém no trânsito ou em qualquer lugar a ponto de querer ir atrás gente hahahaha.
Mas achei a capa fofinha e adorei o kit que vcs receberam o globinho é lindo demais *_*

beijos
Sai da Minha Lente

michelle louise Paranhos disse...

Um triângulo amoroso sempre é interessante ainda que muitos considerem clichê. É o que sempre digo : o que não é um clichê do que algo tão comum que todo mundo viveu ou vai viver e por isso mesmo provoca imediata identificação com o leitor?
Mas esse livro parece ir além e além disso explora dois pontos de vista ,algo que se bem conduzido deixa o livro sensacional.
Amei! Vou conferir o livro.
Parabéns pela resenha !😁

café preto disse...

Das resenhas que li sobre esse livro, a tua é uma das melhores. Eu vivo pelos clichês românticos bonitinhos e bagunçados desse gênero literário. Preciso aproveitar a blackfriday e adquirir esse livro

Lucy disse...

Oi, Dayhara! Me parece um romance até clichê, mas com elementos que chamam a atenção e dão aquele diferencial. Não conhecia a obra, me interessei bastante!
Bjs
Lucy - Por essas páginas

Beatriz Andrade disse...

Como eu estou louca para comprar esse livro!!!
Adorei a sua resenha, com certeza é uma leitura pela qual eu vou me envolver bastante e ver as suas impressões com a obra só me deixou ainda mais interessada. Eu amei demais a premissa e parece ser um livro envolvente e bem amorzinho.

Cabine de Leitura disse...

Adoro premissas que mexe com o coração e nem preciso faalar nada sobre janelas de ônibus. Já sofri por daber que o cara que Laurie procura é o namorado da amiga, preciso ler para saber com quem Jack fica. Dica anotada, quero conferir a mensagem sobre o tempo que esse livro trás. Fiquei curiosa para ver o globo de neve, posta fotinha.

Beijos
https://acabinedeleitura.blogspot.com/

Mari disse...

É um pouco estranho se apaixonar por alguém que você nunca nem trocou uma palavra antes. Mais estranho ainda é sentir algo tão forte mesmo quando é apresentada a ele como o namorado da melhor amiga. Mas pelo que você escreve, pelo jeito, a história consegue lidar com isso bem e tratar o assunto de maneira mais madura. Interessante.
Beijos
Mari
Pequenos Retalhos

Debyh disse...

Olá,
Gosto de histórias que trazem aprendizados, essa chama a atenção por ainda ter um bom romance. Histórias que se passam em anos também acho legal de se acompanhar.

Debyh
Eu Insisto

Taísa Silva disse...

Recebi o livro e será minha próxima leitura, gostei bastante da premissa e sua resenha me deixou mais animada pra ler, vou me apressar nas leituras pra pegar ele logo!

Polly - Entre Livros e Personagens disse...

Olá, tudo bom?
Eu amo histórias sobre amores a primeira vista e ironias do destino e por isso esse livro tinha tudo para entrar para minha lista de desejados, no entanto, esse triângulo amoroso me jogou um balde de água fria. Se não é um dos clichês que menos gosto, ele se encontra na lista rs No entanto, após ver o quanto você gostou da leitura, eu acabei anotando a dica aqui. Quem sabe eu não me surpreenda e curta a história também? Adorei sua resenha!
Beijos!

Postar um comentário

 
© Uma dose de Cacto - janeiro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Dear Maidy. Tecnologia do Blogger.
imagem-logo