Posts Recentes

RESENHA O Decamerão

13 de dezembro de 2018


Obra

Em uma referência ao que existiu nas escrituras bíblicas em propagar, por meio dos santos homens da igreja, a criação do mundo em seis dias (Hexameron), Giovanni Boccaccio criou o seu próprio jeito de contar a (re)criação de uma nova sociedade, a partir da narrativa, pelo qual vinha acontecendo na Europa com a vastidão ao qual a peste negra (1348) vinha atuando.


Daí se origina o título, que traduzido, como o nome já pré-anuncia, estamos diante de um apanhado de histórias, cerca de 100, das quais serão narradas em 10 – Deca – dias ou jornadas – imera – por 10 narradores: 7 mulheres e 3 homens.

Esses 10 jovens, tendo o propósito de se ausentarem da zona de perigo da peste, buscam refúgio, isolam-se e é a partir dessa reunião, que começam a contar, cada um, suas histórias. A questão central, portanto, da obra é o poder que a narrativa tem diante das histórias que ouvimos e, qual a interpretação que damos à elas, afinal, são diversas as interpretações, cabe a nós enquanto ouvintes levarmos nossa releitura para o bem ou para o mau.


Totalmente irônico na crítica à sociedade da época e detalhista em retratar os direitos do povo, Boccaccio cria um mundo repleto de interpretações mil. Não vai faltar amor do começo ao fim da leitura, afinal, é isso o que esses jovens, além de contar causos, buscam: criar um mundo a partir de um amor carnal, mas também humano.

Dividida em dois volumes, essa obra complexa e linda que mexe com o poder do contar, mas acima de tudo, de mostrar que não há apenas uma possibilidade de leitura.

O Autor

Giovanni Boccaccio nasceu em 1313 em Certaldo, Itália. Foi um filho fora do casamento que desde muito cedo precisou aprender o oficio pelo qual a família se subsidiava, sendo bancário. O ainda não renomado escritor, pertencente de uma família rica teve seus primeiros contatos com a corte por conta do seu emprego e dali em diante, por ter sido autodidata, amante da literatura e voraz nas leituras, foi se acostumando com o lugar de onde mantinha contatos nobres até se tornar, na literatura, em primeiro lugar, poeta.

Considerado o escritor participante da tríade das coroas da literatura, junto de Dante e Petrarca, seu nome é muito famoso na literatura por ser o fundador da narrativa moderna, não restritiva somente na Itália, mas sim em toda a Europa.

É trazido para sua obra, muito do que estava sendo vivenciado na Europa, a peste negra. Assim como os jovens da diégese, Boccaccio também precisou fugir da peste negra para escrever Decamerão e, ao acabar todo o seu trabalho, sofreu várias críticas da Igreja por ter escrito tamanha obra, mas sábio foi Petrarca que o aconselhou a deixar as críticas de lado, afinal, o que ele tinha escrito era literatura.


Título: O Decamerão
Autor: Giovanni Boccaccio
Editora: Nova Fronteira
Nº de Páginas: 1008
Sinopse: "Giovanni Boccaccio é considerado uma das grandes vozes do Renascimento italiano – ao lado de Dante e Petrarca – e, com O Decamerão, que inaugurou a prosa de ficção ocidental, foi capaz como poucos de canalizar um manancial de narrativas em uma estrutura complexa, mas ao mesmo tempo acessível e atrativa. As cem histórias desta obra monumental versam sobre os mais variados traços da vida humana, com suas riquezas e contradições, suas paixões e armadilhas. A obra-prima de Boccaccio, ao se desprender da moral medieval e abrir caminho rumo ao realismo, tornou-se um marco singular na literatura e uma fonte de influência para luminares como Shakespeare e Cervantes, além de muitos modernos que vieram posteriormente." *Exemplar cedido em parceria com a editora.

25 comentários:

  1. Não conhecia a obra, mas fiquei curiosa. A edição parece estar incrível.
    Gostei da história central, parece ser uma ótima premissa.
    Vou anotar sua dica, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, eu também não conhecia a obra até a editora lançá-la, essa edição é linda demais! A nova Fronteira sempre arrasa nas edições.

      Excluir
  2. Nossa, gostei! Adoro esses livros que narram a criação de uma outra sociedade ou mundo, acho uma delicia de ler. Gostei da premissa do livro e ja quero na minha estante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso dá margem para várias teorias, né? Eu amo demais! Hahaha

      Excluir
  3. Olá!! :)

    Eu confesso que nao conhecia este livro ainda, mas achei otimo que tivesses gostado da leitura!! :)

    Na verdade, fiquei bem curioso com essa critica da sociedade da epoca, bem como com a descriçao da vida popular.

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, a curiosidade será sanada assim que você ler, juro! O livro é incrível e tem curiosidades bastante importantes, além da edição ser linda!

      Excluir
  4. Que interessante isso de cada personagem contar sua histórias e podermos interpretá-las de diferentes formas! É uma leitura que eu faria, pelo que li no seu post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, sim, pra mim isso foi um dos pontos mais curiosos na leitura!

      Excluir
  5. Olá!

    Ainda não conhecia esse livro, mas a premissa dele é super interessante, de verdade. É o tipo de livro que com certeza eu leria. Ja vou anotar a ideia para minha lista de 2019. Resenha maravilhosa, como sempre!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aninha, a edição é maravilhosa demais e a leitura por si é realmente inovadora, espero que leia!

      Excluir
  6. Olá!
    Que edição mais linda! Não conhecia o livro, mas já gostei pois adoro obras que tragam criticas a sociedade e que nos faça pensar. Vou ler assim que puder!

    ResponderExcluir
  7. Ola!!

    Nossa, antes de falar qualquer coisa, mas que edição maravilhosa é essa? Meu Deus!! Não conhecia esse livro, adorei a premissa na qual você narrou, porem, apesar de tudo, acredito que esse livro não seja muito uma obra na qual eu leria, por isso acho que vou deixar sua dica de hoje passar

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essa edição é de encher os olhos, quando recebi aqui em casa não consegui conter a alegria! Espero que dê a oportunidade para ler algum dia!

      Excluir
  8. Oi!
    Esses livros italianos clássicos eu tenho muito interesse em ler, tanto Boccaccio quanto Dante, pois acho os seus enredos e propostas muito interessantes. Mas como são livros muito antigos e sei que são difíceis, também tenho um pouco de medo.
    Acho que preciso estar um pouco mais preparada.
    Mas adorei a sua resenha!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, cada um no seu tempo, né? Eu sempre pensei isso também, mas a partir do momento que iniciei a leitura percebi que é só questão de estar mais concentrada, super indico!

      Excluir
  9. Oi, Day!
    Já tinha lido a respeito de Decamerão, mas nunca me passou pela cabeça a sua leitura. Também não sabia que eram dois volumes. Por ser de uma época mais antiga, a escrita deve ser diferente, um pouco mais densa, mas sempre acho que vale a pena conhecer um clássico, seja de que época for.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucy, esse foi um lançamento da Nova Fronteira e fiquei bastante contente quando o recebi, realmente a leitura demanda mais atenção, mas nada impossível!

      Excluir
  10. Olá!
    Não conhecia O Decamerão. Na verdade não leio muito clássicos apesar de já ter lido algumas coisas sobre Dante. Esse tipo de leitura, geralmente me passa a impressão de uma leitura muito arrastada então sinceramente não sei se leria no momento.
    Mas sua resenha como sempre está muito bem escrita.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cami, realmente essas leituras demandam outras coisas né? Costumam ser mais lentas também, mas sempre valem a pena. Obrigada pelo comentário. <3

      Excluir
  11. Sem dúvida é um livro que lhe faz pensar e você ama ou odeia, mas a história parece tão impressionante e interessante que é dificil não gostar. Eu gostei demais da sua resenha, no momento não é um livro que eu leria mas vou colocar na minha lista. Belíssima resenha, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ka! Acho que isso é comum com clássicos ne? Extremos hahahaha. Espero que leia assim que possível!

      Excluir
  12. Olá, tudo bem?
    Eu (Yvens) já conhecia o livro "Decamerão" e tenho vontade de ler, não ligo se o livro é grande ou não. Achei a edição linda, parece que ficou bem caprichada. Eu não vejo a sua publicação como uma resenha, mas sim como uma introdução, uma demonstração do livro, mesmo assim ficou bem legal.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yvens, pois quando vi o lançamento da Nova Fronteira imediatamente pensei em você porque sei que é uma leitura que iria te agradar bastante hahaa.

      Excluir
  13. Olá,
    Li este livro ainda na escola para integrar um trabalho, e me encantei pela narrativa ao mesmo tempo que fiquei encantado quando vi que a editora traria este clássico em nova edição. Preciso demais.

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Suelen Marques - Web Design
Para o topo!