Posts Recentes

RESENHA Eu e esse meu coração

4 de dezembro de 2018


Leah McKenzie não é uma adolescente qualquer, ela não pode ter uma vida normal, não tão cedo, ela vive com um coração artificial, que bombeia sua vida através de tubos, não frequenta a escola e qualquer gripe pode matá-la. Ela tenta lidar com essa situação da maneira menos complicada possível, sabe que isso não envolve apenas o seu sofrimento, mas também o sofrimento de seus pais que vivem para amá-la e cuidar de sua saúde, mas tudo muda quando de última hora um garoto precisa substituir sua professora particular, e não é nada mais nada menos que sua paixãozinha da época que frequentava a escola, Matt faz o seu coração falso vibrar de uma maneira que ela imaginou que não fosse capaz, mas Leah não faz planos para o futuro, não quando nem consegue saber se vai estar viva amanhã, seu coração artificial não é a cura, é só uma medida de emergência enquanto ela aguarda pelo transplante. Mas Matt não apareceu somente para fazer seu coração trabalhar de maneira além da automática, ele tem uma história triste, mas capaz de salvar a nossa protagonista.


Assim que Leah vê Matt pela primeira vez depois de muito tempo, ela se envolve com ele, de início de maneira bem unilateral, porque imagina que ele jamais corresponderia a ela, mas as coisas mudam bruscamente, quando o irmão gêmeo me Matt, Eric, é encontrado morto na floresta, um tiro na cabeça, uma mente morta, mas com um coração que pulsa e é capaz de ser doado. Por ironia do destino Eric é compatível com Leah e o transplante é feito, em meio a dor, ainda no hospital, Matt descobre para quem o coração do irmão será destinado e não consegue tirar esse pensamento da cabeça. Mas para além de outras coisas, o que atormenta o garoto são as constatações que ele sabe que não são verdadeiras, a polícia concluiu que Eric cometeu suicídio, ele morreu com a arma do pai, havia terminado um relacionamento recentemente e tudo leva a crer que ele decidiu se matar, Matt sendo gêmeo sente coisas que humanamente não somos capaz de explicar, e de algum modo ele sabe que seu irmão não se matou.
Mas certo, o livro é um romance, cadê?




Matt fica tão envolvido por Leah quanto ela, mas isso é deixado de lado por conta da morte de seu irmão, acontece que após saber que o coração dele foi para a garota, ele toma coragem para se aproximar ainda mais, não pelo fato de sentir que seu irmão vive em outra pessoa, mas porque Leah teve uma segunda chance na vida, e ele quer viver esse amor com ela. Acontece que nossa protagonista começa a ter sonhos estranhos, que podemos concluir que são os momentos antes da morte de Eric, ela se sente perturbada com isso e logo mais um vínculo é estabelecido, ela e Matt vão se unir para tentar descobrir o que de fato aconteceu com o seu doador, mesmo que todos digam que é suicídio, os dois sentem que a história do garoto foi interrompida de maneira diferente.

Leah é uma personagem muito fofa, a identificação é imediata porque ela é uma leitora voraz, devido a sua doença, ela passou muito tempo de cama, então lia em um ritmo exacerbado, durante muito tempo ela não fez planos para o futuro, porque não imaginava que receberia um coração, mas agora que a vida lhe deu uma nova chance, ela quer aproveitar. Sendo assim, Leah passa por uma profunda transformação, decide ser mais firme sobre sua opinião, deixar de lado a posição de garotinha tímida, ela quer aproveitar a vida! Sua cirurgia foi muito grande, e deixou grandes cicatrizes, mas Leah lida com isso ciente de que é uma marca importante, que significa que ela sobreviveu.

Já Matt, ele é doce, doce demais e isso me irritou algumas vezes, ele é tão fofinho que algumas vezes revirei os olhos, vocês já se irritaram com um personagem por ele ser perfeito demais? Pois é. Sem contar o fato que ele insiste em dizer que o irmão não se matou, mas ele insiste quase que de maneira agressiva em alguns momentos, e isso não é nada bacana.

O romance entre os dois avança de uma maneira bastante condizente com a idade deles, sem cenas hot em excesso, sem forçar a barra, a intenção é mostrar como ambos, após sofrerem demais, estavam vivendo uma história de amor doce, no meio do mistério do possível suicídio ou não do gêmeo. A narrativa é intercalada, Leah em primeira pessoa e o ponto de vista de Matt em terceira pessoa, eu nunca havia lido nada descrito desse modo e funcionou bem comigo, fez a história que gira em torno do mesmo assunto o tempo todo, fluir bem. Confesso que ao finalzinho meu coração ficou apertadinho, alguns acontecimentos me deixaram bastante receosa com o final, mas tudo foi condizente com o enredo, me surpreendeu positivamente. Logo ao final da narrativa descobrimos que a obra tem um tom autobiográfico, totalmente adaptado, mas uma experiência da autora foi o gás para o surgimento da história. Esteticamente falando, tudo é impecável, um marcador fofo no formato anatômico de coração, capa com cores vibrantes, fonte e páginas bastante confortáveis para a leitura. Eu e esse meu coração é uma história doce sobre acreditar nas segundas chances que a vida nos dá. 



"Não, não é só o novo coração. Sou eu. Eu mudei. Não tenho mais certeza de quem sou. Não tenho certeza se posso voltar a ser a Antiga Leah. E quem é essa Nova Leah? Isso é um grande mistério."


Título: Eu e esse meu coração
Autora: C. C. Hunter

Editora: Jangada

Nº de páginas: 424

Sinopse: "Leah MacKenzie, de 17 anos, não tem coração. O que a mantém viva é um coração artificial que ela carrega dentro de uma mochila. Com seu tipo sanguíneo raro, um transplante é como um sonho distante. Conformada, ela tenta se esquecer de que está com os dias contados, criando uma lista de “coisas para fazer antes de morrer”. De repente, Leah recebe uma segunda chance: há um coração disponível! O problema é quando ela descobre que o doador é um garoto da sua escola – e que supostamente se matou! Matt, o irmão gêmeo do doador, se recusa a acreditar que Eric se suicidou. Quando Leah o procura, eles descobrem que ambos têm sonhos semelhantes que podem ter pistas do que realmente aconteceu a Eric. Enquanto tentam desvendar esse mistério, Matt e Leah se apaixonam e não querem correr o risco de perder um ao outro. Mas nem a vida nem um coração transplantado vem com garantias."
*Exemplar cedido em parceria com a editora. 


Comentários
15 Comentários

15 comentários :

  1. Oi Dayhara.

    Adorei sua resenha! Nunca tinha parado para ler algo do livro, mas me tocou profundamente. Não sabia, para ser sincera, o que ele abordava e gostei demais em saber. É, realmente a vida nos da sempre uma segunda chance e isso é ótimo! Já vou correndo adicionar este livro na minha wishlist.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem? Nossa, nunca imaginei que o livro era sobre isso, diversas vezes o vi, mas achei que fosse um livro de poesia sentimental, coisa que não quero no momento... hahaha. Fiquei bem feliz por saber que a história é essa <3 Com certeza, quero ler agora haha. Que bom que gostou da leitura, espero gostar também. Fiquei curiosa para saber sobre o final. Obrigada pela dica! :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu já tinha lido a sinopse desse livro, mas em nenhum momento fiquei muito interessada em lê-lo. Acho que já cansei um pouco desse tipo de história em que um dos protagonistas tem alguma doença ou algum problema de saúde, e a partir disso começa um romance entre o casal.
    Além de que odeio esses personagens que são perfeitinhos, pois além de não refletir a realidade, muitas vezes parece muito falso, os autores não conseguem transmitir de um jeito legal para o leitor.
    Dessa vez, passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eita que só a sinopse já acabou comigo imagina se eu leio o livro?!
    É um pouco chato isso da doença e do amor e tal, mas eu confesso que ainda fico mexida com historias assim, gostei bastante da dica.
    Vou procurar ler ele. <3

    Beijos e brilhos!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Estou doida pra ler este livro, fico feliz que a autora soube desenvolver o romance de forma natural e este livro deve mesmo ser bem tocante. Adorei!

    ResponderExcluir
  6. Eu estou amando os livros que essa editora esta trazendo para esse selo
    Ainda não tive a oportunidade de ler este, mas espero conseguir em breve <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  7. Li diversas resenhas dessa obra, e estou cada vez mais apaixonada pelo enredo. Quero muito ler o livro, que bom saber que o romance ocorre conforme a idade dos personagens, é tão ruim quando ocorro o contrário.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse livro, mas foi muito positivo conferir sua opinião sobre a leitura. Que interessante, vc só descobriu que era autobiográfico no final!? Enfim parabéns pela leitura e valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Primeiro adorei a nova cara do blog, ficou lindo!
    Já tinha visto a capa desse livro e achado interessante, tenho uma coisa com coração que sempre me chama atenção. Hahaha
    Fiquei interessada principalmente pela leitura ter lhe causado um certo aperto no coração a medida que foi lendo e por ter descoberto que a trama tem um pouco de autobiografia, acho que é o tipo de leitura que me interessa, então espero ler em algum momento.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Estou bem surpresa com a premissa desse livro não sabia do que ele se tratava e apesar de já ter visto a capa a ignorei por pensar que era poesia e estou querendo saber mais da historia dos protagonistas dica anotada

    ResponderExcluir
  11. Achei a premissa do livro super interesssante. Em alguns pontos chegou a me lembrar o meu amado A Culpa é das Estrelas, mas depois a história segue por um caminho diferente, pelo que pude perceber. E o suspense é o mais instigante.rsrs Além de eu ficar curiosa sobre os acontecimentos por trás da morte do Eric, fico curiosa também pela Leah ter meio que visões do que ocorreu, já que ela recebeu o coração dele. E o Matt, que por ser gêmeo, também sentir algo além. Essa coisa meio sobrenatural acaba por me envolver.rs

    Só espero que seja um livro com final feliz. Que não me deixe em lágrimas depois que eu ler.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Oi Day! Achei a história tão lindinha! Adorei já o fato da protagonista não morrer, embora tenha uma morte na história, mas isso já me deixou mais curiosa pra saber, afinal, o que aconteceu com o irmão do Matt. E gostei do romance que nasce entre os dois, nada forçado demais, mas natural. O fato dele ser perfeitinho demais talvez também me faça virar os olhos, mas nada que estrague a leitura, como você gostou. Amei a dica!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi, Dayhara! É a primeira vez que leio sobre esse livro e gostei bastante do seu ponto de vista. Achei legal não forçarem um romance "porque o coração do irmão dele foi pra ela", e ainda gostei mais do vínculo que se deu entre a protagonista e o doador. Leria com certeza.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  14. Meu Deus que licro é essa? Nao o conhecia, mas a capa pelo menosnpra mim, passou uma coisa tão diferente do que é o seu enredo que me deixou encantada. Tenho certeza que irei chorar horrores lendo essa obra, mas meu Deus, preciso disso

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. olá... pra quem curte romances, acredito que essa história vai emocionar... eu particularmente não curto o gênero, apesar de ter lido um ou outro nessa vibe... mas fiquei curiosa com a questão da morte do rapaz, que aponta não ter sido um suicidio...

    bjs...

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Espalhando Bonitezas - Web Design
Para o topo!