Posts Recentes

RESENHA No Ritmo do Amor

29 de outubro de 2018


Brittainy é uma das autoras que mais amo, não só pelo seu poder de emocionar nas histórias que conta, mas por ser uma mulher negra tão simpática e doce, que cada vez mais, vem conquistando o sucesso merecido. Nos últimos meses seus livros tem sido traduzidos com mais frequência, isso certamente é motivo para comemoração, mas tenho algumas ressalvas para fazer sobre No ritmo do amor.



Jasmine inicialmente me parece alguém fútil, a garota mais bonita da escola, que só anda com populares, mas quem conhece seu íntimo sabe que as coisas não são assim, ela é absolutamente comandada pela mãe, em prol da sua carreira, faz tudo que a sua genitora pede, pra vocês terem ideia, a mãe de Jasmine determina até o que ela pode comer ou não, ridículo, né? Acontece que nossa protagonista quer seguir um caminho mais voltado pro soul e blues, ela tem uma voz maravilhosa e que quando cantada nesse estilo, somos capazes de ver sua alma, mas sua mãe quer que ela siga na carreira pop, e não vai medir esforços para que isso aconteça. Já Elliot é o oposto, ele é o rapaz franzino que é quase invisível na escola, só é lembrado quando vão agredi-lo, trancá-lo no armário e fazer coisas ainda piores, tecnicamente falando ele e Jasmine jamais ficariam juntos, até ela encontrar o rapaz em uma esquina movimentada, tocando lindamente, com o coração. Pouco a pouco Jasmine vai derrubando o muro no peito desse jovem e ajudando-o a descobrir o que é ser amado, ela é doce com ele, inicialmente uma ótima amiga, que faz loucuras para evitar que os rapazes da escola continuem a agredi-lo, e logo a paixão nasce, mas se tratando de Brittainy tem que ter um pouquinho de sofrimento, certo? Algo acontece e marca a vida de Elliot para sempre, depois disso ele nunca mais se sentirá o mesmo, principalmente pela culpa e Jasmine precisa ir embora para Londres porque sua mãe quer o melhor para sua carreira.

Eu amo a escrita da Britt, mas de verdade, a proposta da história é incrível, mas o desenrolar dela... Não tanto assim, os diálogos me pareceram muitas vezes forçados, algumas vezes eu revirava os olhos. Infelizmente não senti simpatia alguma por Jasmine, tudo que ela passou realmente é muito triste, a mãe dela permitia que homens envolvidos no meio musical abusassem de sua filha, passando a mão, falando palavras baixas, é realmente muito triste, mas infelizmente a personagem retratada me parece tão vazia, tão sem qualquer tipo de sentimento que nos permitisse ter empatia por ela, talvez Britt tenha se preocupado tanto em construir o esteriótipo inicial da protagonista, de garota bonita e popular, que ela se tornou vazia... Já Elliot, me parece o rapaz mais azarado do mundo, sempre sofrendo pelos outros, ou sendo alvo de situações absurdamente violentas, nem por isso ele deixa de ser alguém de bom coração. Até o meio da narrativa eu estava bastante chateada e considerei abandonar a leitura, mas quando a história avança consideravelmente no tempo, muita coisa melhora, Elliot finalmente se torna um homem e meus amigos... Que homem! Jasmine precisa correr para recuperar o tempo perdido e quem sabe curar as cicatrizes no peito do rapaz. Mas o que esperar dessa história?

Se você quer uma história sem muito aprofundamento, definitivamente esse enredo é para você, se você quer um romance rápido, esse livro é pra você, acontece que isso não é suficiente para me cativar, para além de uma boa história, preciso me sentir cativada pelos personagens, e infelizmente isso não aconteceu nessa história. Vale lembrar que essa é uma opinião pessoal, e que sua experiência pode ser totalmente diferente. Segui lendo outros livros da autora após essa experiência não tão boa e adivinha? O livro seguinte eu amei demais! Hahah vai entender essa vida de leitora...
"Você me ama?" "Vou te amar no dia que você parar de me decepcionar."
Título: No Ritmo do Amor
Autora: Brittainy C. Cherry
Editora: Grupo Editorial Record
N° de Páginas: 336
Sinopse: "A linda e encantadora Jasmine Greene nasceu para brilhar. Cantora nata, ela cresceu sabendo que tinha vindo ao mundo para ser famosa, pois sua mãe - uma artista frustrada que concentrava na filha todas as suas expectativas - não a deixava se esquecer disso um minuto sequer. A vida da jovem de 16 anos se resume a estúdios, aulas de dança e canto e a inúmeros testes para ser o grande nome da música pop. Ela não tem tempo nem de ir à escola, é educada em casa e sofre com a rotina atribulada. Para Jasmine, o pior de tudo é não poder cantar soul, sua paixão. Mas ela não reclama, porque, na verdade, seu maior sonho é fazer com que a mãe tenha orgulho dela. Elliott Adams é uma atormentada. Para ele, cada dia é uma batalha a ser vencida. O rapaz tímido, humilde e franzino sofre bullying na escola por causa de sua aparência e por ser gago. Mas ele é mais forte do que imagina e encontrou em seu saxofone uma válvula de escape. Tira todas as suas forças dos acordes de Duke Ellington, Charlie Parker e Ella Fitzgerald, seu maiores ídolos. Quando Jasmine finalmente consegue a permissão da mãe para frequentar a escola pela primeira vez na vida, sente que ganhou na loteria. Adora estar cercada de pessoas da sua idade, que vivem os mesmos dilemas e questionamentos... Ela só odeia ver o garoto mais encantador que já conheceu na vida sofrer na mão dos valentões e fará tudo o que estiver ao seu alcance para mostrar a Elliott que ele não está sozinho. Aos poucos, esses dois jovem sofredores irão descobrir que têm muito mais em comum do que o amor pela música. Mas será que vão superar as reviravoltas que o destino preparou para eles?" *Exemplar cedido em parceria com a editora.
Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Espalhando Bonitezas - Web Design
Para o topo!