Posts Recentes

Resenha Carne Crua

18 de fevereiro de 2019

Ano passado fomos parceiros da editora Nova Fronteira e fazer parte desse time foi uma das experiências mais primorosas que toda a equipe do blog já teve. Ter um contato tão direto com clássicos e ter em nossas mãos edições tão lindas além de aumentar o nosso amor pelos livros, renovou a fé em nosso curso(Letras) porque nada nos move mais do que edições lindonas e amor! Hahaha. Pois bem, Carne Crua foi uma das apostas de final de ano da editora e sinceramente... Não sei dizer como o meu coração aguentou essa leitura, arrebatadora! Uma experiência tocante e que me deixou sensível para muitas questões. 

Carne crua, de Rubem Fonseca é um livro de 26 contos cada um com a sua peculiaridade, mas sem deixar de ter o famoso toque rápido de uma escrita certeira que só Fonseca tem.

São contos rápidos de se ler, mas a cada linha um aprendizado, a cada conto uma lição diante do que estamos sujeitos a passar no convívio com a sociedade lá fora. Repleto de críticas sociais (a começar pela capa), o livro trabalha com diferentes temas, envolvendo de amor até assassinatos, confiança, traição, além de vingança, corrupção, e muito mais. Um verdadeiro apanhado de injustiças sociais. Para deixar vocês cientes da maravilha que é essa obra, falarei especificamente do conto que também dá nome ao livro. 


 O Conto: Carne Crua – a bondade ou a falta dela

Aqui temos a história de uma criança que perder seus pais muito cedo, ainda durante a amamentação e que por isso foi morar com os tios. É nesta nova casa que lhe desperta o interesse por comer carne crua. Essa nova família que fazia churrasco todos os sábados tinha a ajuda do menino na cozinha, mas ele apenas ajudava para garantir a sua carne crua despercebida pelos olhos dos familiares. 

Além disso, criança tinha a necessidade de matar animais, era seu prazer e o fato mais marcante até então era quando sentiu o gosto da carne de um sagui que havia aparecido no fio de eletricidade no quintal de sua casa. Depois disso, aumentou sua curiosidade, descobrindo então que carne de gato também era boa e de cachorro mais ainda.

Para ele não funcionava churrasco ou carne mal passada, a carne precisava  estar necessariamente crua, era isso ou mais nada, um extremo que se pararmos para pensar, causa repulsa. Para além disso, sabemos que em alguns países o consumo de carnes de animais bem "diferentes" é permitido, pois bem, o garoto resolve alimentar seu vício optando por um animal totalmente fora do comum, e o meu choque foi enorme, pensar em como uma criança foi capaz de movimentar situações ao seu favor, tudo para conseguir a carne tão desejada é horripilante e por muitas vezes me questionei como esse garoto é facilmente visto como um pequeno psicopata, o que não deixa de ser verdade, tamanha é a inteligência do menino... O final é surpreendente e me fez temer pelo futuro, pensar quais as chances dessa história ser real. Mas o mais interessante é que ao final me peguei pensando sobre o meu consumo de carne e sinceramente, tenho evitado, sinal de que absorvi bem a leitura, não? Hahah. 


Rubem Fonseca é um autor que merece ser chamado de cru também! Ele não deixa de lado nenhum detalhe, e se você for sensível para algumas situações, pode não se sentir confortável com a leitura, mas além disso, ele é capaz de em um simples conto, te fazer questionar sobre o seu estilo de vida, alimentação, seu posicionamento na sociedade e as mil maneiras que você indiretamente, pode ir contra tudo que é considerado normal pelos outros, afinal, quantos segredos você esconde? Quantos gostos incomuns você alimenta? Uma leitura forte, arrebatadora e que servirá como dica para muitos amigos, Carne crua te faz questionar, te tira da zona de conforto.




Título: Carne Crua
Autor: Rubem Fonseca
Editora: Nova Fronteira
Nº de Páginas: 144
Sinopse: "Rubem Fonseca é um verdadeiro mestre na arte de esfolar a pele das palavras para deixar as histórias em carne viva. Neste seu livro mais recente, o autor reuniu 26 textos que, embora mantenham a crueza de assassinatos, traições e injustiças sociais, trazem também a avidez das descobertas, a delicadeza das histórias de amor e uns flertes com a poesia."  *Exemplar cedido em parceria com a editora.

45 comentários:

  1. É ótimo quando saímos de nossa zona de conforto de vez em quando, ainda mais com uma obra como esta. faz tempo que não leio algo do Rubem Fonseca, e este livro já vinha me chamando atenção.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Eu achei a capa do livro extremamente criativa e é muito interessante saber que há uma crítica social por trás dela. Também amei as fotos do post! O livro parece ser interessante, mas vejo que não é um livro para mim, pois sou meio sensível com certos temas e, por incrível que pareça, carne crua é um deles. Sangue geralmente me provoca sensações ruins, então eu ficaria longe desse livro principalmente pelo conto mencionado na resenha. Entretanto, imagino que seja uma boa leitura, pois já ouvi falar muito bem do Rumbem Fonseca e fiquei feliz em poder conhecer um dos trabalhos dele por meio da sua resenha. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess, o livro é maravilhoso demais, o autor é bastante direto e talvez você se incomode com algumas colocações dele, como no caso de carne crua, mas vale a leitura!

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?

    Nossa, quando eu vi a capa do livro eu fiquei realmente muito impactada, parece ser uma daquelas leituras bem pesadas. Fiquei muito curiosa pra ler esse livro, criticas sociais são sempre muito bem vindas, acho que precisamos refletir sobre isso. Parabéns mesmo, já até anotei aqui pra ler depois!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia, o conteúdo é tão maravilhoso quanto a capa haha

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Caramba, essa capa... hahaha. Não li nada do autor ainda, mas esse livro me deixou bem curiosa para lê-lo, principalmente por ser composto por contos, que adoro ler. Adorei tua resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto o livro e fiquei chocada com a premissa dele, já quero ler rsrs. Quero ler e espero que esse conto me faça rever algumas coisas que a algum tempo ficam coçando minha orelha, como uma pulguinha e nada melhor que sair da zona de conforto.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah Cami é bem sua cara! A leitura te deixa chocada em muitos momentos, vale a pena.

      Excluir
  6. Oiiiii

    Gostei do livro, ainda não conhecia, apesar de não ler muitos contos esse chamou demais minha atenção e essa capa então nem falar....rsrs. Vou anotar na lista com certeza

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oie amore,

    Oie não conhecia o livro, mas já gostei - livros que questionam o convívio em sociedade me atraem.
    Parece um pouco pesado, mas acho que vale a pena ler.
    Dica anotada pra um próximo momento.
    Arrasou nas fotos!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi, a obra realmente nos faz questionar muito sobre questões de convívio, espero que goste!

      Excluir
  8. Menina, você tinha que ver a cara que eu fazia enquanto lia sua resenha, foi cada arregalada de olho, hahahaha. Gente, fiquei pasma com essa criança que gosta de comer carne crua e ele mesmo MATA os animais para comer a carne, genteeeee. Fiquei curiosa para realizar a leitura e saber o que acontecerá com ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahhahaha tô rindo aqui! Esse conto é incrível, mas os outros são maravilhosos também, indico demais!

      Excluir
  9. Fonsecão é um dos velhinhos mais amor da minha vida. Meu autor contemporâneo preferido... e pedindo a Deus que mesmo com a idade tão avançada, ele ainda tenha saúde e criatividade de sobra. AMO demais!!
    Eu tenho Carne Crua e estou esperando umas amigas para lermos juntas e ir debatendo cada conto.
    Beijo beijo

    AMEI esse post <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah melhor comentário da vida! Fonseca é um querido mesmo.

      Excluir
  10. Olha, sinceramente, só a capa deste livro já me tira da zona de conforto!kkkkkk... Eu não sei se conseguiria ler, embora tenha toda a intenção de ler Rubem Fonseca na minha vida. Mas este conto em particular acredito que irei passar.rsrs

    Eu não consumo carne faz uns dois anos já. Tive diversas fases antes de conseguir parar de vez, até porque comia desde criança e é difícil se livrar de alguns hábitos. Primeiro parei com a carne vermelha. E aí fiquei consumindo só frango e peixe (carne de porco já não comia mesmo). Depois fiquei só no frango, depois só no peixe e aí chegou o dia em que consegui parar com tudo e me tornar vegetariana. Hoje em dia nem sinto falta.

    Os gostos do menino deste conto são arrepiantes. E não quero nem pensar na possibilidade de uma história assim se tornar real e nem nas críticas que o autor está tentando fazer. Prefiro fugir do conto. Às vezes não tenho coragem para ler certas coisas.rs

    Tenho uma coletânea de contos do autor aqui em casa. Eu adquiri ano passado um box bem lindinho (da Nova Fronteira) que contém contos do Rubem Fonseca, Caio Fernando Abreu e Mário de Andrade. Ano passado foi ano de adquirir livros da Nova Fronteira!kkkkkk... Comprei vários, aproveitando promoções imperdíveis. :D

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah Nova Fronteira arrasa demais! Eu amo! Pule esse conto se não te deixa confortável mas não deixe de ler essa coletânea aí, eu tenho e é boa demais, você vai adorar. <3

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não costumo ler muitos clássicos e nem livros de contos, sabe? Mas lendo sua resenha eu fiquei curiosa com a obra, porque parecem ser contos cheio de aprendizados e críticas mesmo. Enfim, parece ser uma leitura bem interessante, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lari, definitivamente essa leitura vai lhe render bons questionamentos, vale a pena.

      Excluir
  12. Olá!!

    Não tenho a menor dúvida do quão bom deve ter sido o contato direto com os clássicos como disse. Fiquei impressionada com essa capa e de certa forma ela me chamou a atenção para a história em si. Porém infelizmente, não tenho visto em ler contos por Isso, acredito aue o livro nao seja pra mim

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi May, essa capa é uma lindeza por si só haha te entendo.

      Excluir
  13. Acho que nunca li nada do autor, apesar de já ter ouvido muitos elogios quanto a sua escrita. Um dia pretendo conhecer a sua obra melhor.
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
  14. Nossa,que livro fantástico, fiquei bem curioso para saber dessa história na íntegra, sua resenha aguçou demais minha curiosidade. Anotei a dica.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Conheço alguns livros do Rubem Fonseca, mas esse em particular, eu não tinha lido nada.
    Só pelo conto que leva o nome do título, já dá para perceber como o livro é forte. Obviamente eu não li o conto, mas só pelo o que você escreveu, me parece haver uma crítica social forte, não só da ação de comer carne, mas como não li, não dá para eu ter certeza.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Olá.

    Já li algumas resenhas deste livro por aí, mas a sua foi a que mais me impactou, de certa forma. Apesar do livro não ser o meu estilo de leitura, gostei de conhecer um pouco mais sobre ele. Acredito que pela parte que você diz "autor que merece ser chamado de cru também", já posso imaginar tudo que pode impactar neste enredo. Adorei sua resenha e suas fotos ficaram ótimas!

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, se tem uma coisa que o autor é, essa coisa é cru, ele escreve sem medo algum, gosto disso.

      Excluir
  17. Oi!
    Não tive ainda a oportunidade, ou a vontade, de ler até então algo do Rubem Fonseca mas fiquei MUITO curiosa com esse livro por conta desse conto que o nomeia e que é bem impactante já pela sinopse.
    Ah, belíssimas fotos, parabéns!

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem? Ano passado eu vi várias indicações de blogueiros e canais literários falando sobre esse livro, foram opiniões tão divergentes que acabei deixando a empolgação e vontade de conhecer o livro que a capa transmite passar, agora lendo a sua resenha e observando atentamente suas impressões, estou mais interessada do que antes em lê-lo, um pouco receosa porque faz anos que não leio Rubens Fonseca, preciso voltar a desfrutar da escrita do autor.
    Quero te parabenizar pela resenha tão bem escrita e pelas opiniões sinceras!

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelos elogios Vivi, espero que leia assim que possível e que a obra mexa contigo também!

      Excluir
  19. Olá, tudo bem? Só de ler a resenha fiquei meio enojada e saindo da minha zona de conforto, imagine lendo o livro?! SÇJAÇJA já fui por muito tempo vegetariana, mas ao adentrar no curso de Nutrição percebi a importância da proteína da carne, que sem substitutos, torna ela praticamente a única fonte de nutrientes importantes. Não sei se seria um livro que leria no momento, por justamente sair da minha zona de conforto, mas adorei ler sua resenha!
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Eu amo contos e amo o Rubem Fonseca, tenho aqui me casa Contos reunidos dele e é extraordinário, vi recentemente essa edição da Nova Fronteira que achei show. Eu amo essa escrita crua e direta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é justamente isso! A Nova Fronteira mandou bem demais nessa edição.

      Excluir
  21. eu nunca li nada de Rubem, mas a Lilian o elogia tanto que eu confesso ser bem curiosa, e essa obra em especifico lembro dela sendo indicada por professoras no meu ensino medio.

    ResponderExcluir
  22. Nossa, eu não conhecia o livro e fiquei chocada em saber sobre a obra, fiquei curiosa para ver como esse comportamento do menino se desenvolve no livro. Certeza que me causaria estranhamento e até repulsa em alguns momentos, mas sei que seria uma ótima leitura.

    ResponderExcluir
  23. Oi Dayhara.

    Não acredito que este livro está passado despercebido por mim, eu adorei sua opinião sobre ele e não vejo a hora de lê-lo. Fique curiosa pelo desfecho da história do menino.Amei sua dica literário e obrigada, vou tentar lê-lo o mais rápido possível.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Oi Dayhara, sua linda, tudo bem?
    Eu sou muito sensível, não conseguiria passar da primeira página se ela já contivesse essas cenas ou descrições da vontade dessa criança em comer essas carnes. Acho que passaria muito mal e teria até pesadelos, e não estou exagerando não, risos...Por isso não é para mim. Para os mais fortes, o autor é muito conhecido e deve valer a pena. Sua resenha ficou ótima!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  25. Tõ passado.... Eu estava pensando no Rubem Fonseca, pois estou pagando uma cadeira de Literatura Brasileira Contemporânea e estamos lendo alguns contos dele e estou amando. Já anotei esse livro pra conhecer também, sua resenha tá maravilhosa.

    Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Suelen Marques - Web Design
Para o topo!