Posts Recentes

RESENHA Todas as Pequenas Luzes

20 de fevereiro de 2019

Hoje é dia de resenha e ela vem com um gostinho especial porque é sobre uma autora que definitivamente marcou a minha adolescência. Jamie McGuire é autora da famosa série Belo desastre e que desencadeou muitos outros livros, na época dos lançamentos, eu e muitos outros leitores surtavam com essa história mas depois de muito tempo vejo alguns probleminhas e alguns pontos que a Dayhara de hoje, não encararia de maneira positiva em uma leitura. Depois de Belo Desastre eu nunca mais tive contato com a escrita da autora, apesar de amar suas obras e a maneira frenética que sua narrativa acontecia, acabei migrando para outros rumos, e Jamie também migrou! A Verus lançou Todas as pequenas luzes e posso afirmar com tranquilidade que a autora mudou bastante, em muitos aspectos, o dinamismo entre os personagens é outro, não há mais aquela urgência, o desespero desenfreado, o ciúmes romantizado, nada do que me existia em Belo desastre consta aqui, apesar das obras serem bem diferentes entre si, acho importante fazer esse comentário porque muita gente via a relação presente em Belo Desastre, Desastre eminente etc, como abusiva, e sinceramente acho que Jamie ouviu com atenção os seus leitores e nos proporcionou uma obra bem mais leve em diversos aspectos, mas não menos importante ou menos arrebatadora. Me envolvi e me surpreendi como na adolescência e isso me deixou bastante feliz.


Catherine e Elliot se conheceram ainda pequenos, o encontro aconteceu de maneira bastante inusitada, enquanto ele está em uma árvore uma garota chama a sua atenção e ele começa a fotografá-la, a aproximação acontece daquele jeito típico de criança fazendo amizade, né? Ambos desconfiados, fofos. Acontece que Elliot não mora na cidade, ele passa os verões na casa da tia e aproveita a ocasião para fugir do tumulto que é sua família e das brigas cheias de ódio entre seus pais. A amizade entre eles floresce mas Elliot sabe que uma hora terá que ir pra casa, aos poucos eles se tornam unha e carne, ele sempre tentando proteger Catherine que é odiada por todas as meninas da cidade e sempre é deixada de lado, um servindo de suporte emocional para o outro, mas quando Catherine mais precisa de Elliot, ele precisa ir embora, ela se vê abandonada por ele e nutre muita mágoa por conta disso, ela acredita que sofreu um grande golpe vindo dele, mesmo o leitor sabendo que as coisas não são bem assim.
"Tive vontade de dizer que eu não mordia, que eu até podia odiá-lo por ele ter ido embora, e fazendo sentir sua falta por dois longos anos, mas havia coisas mais importante no mundo para ele realmente temer." 
Essa história é um grande tapa na cara em diversos momentos, os dois protagonistas ainda pequenos aprendem que a vida não é perfeita como nos livros e nos filmes, que a família muitas vezes pode ser um fardo esmagador e que é preciso ter alguém por perto para ser seu ombro amigo. Acontece que Elliot precisa ir embora não porque quer, mas sim porque sua família impõe isso, Catherine não entende a situação e se vê no direito de ficar magoada com o garoto por conta disso, mas convenhamos, se você é uma criança e sua família manda você voltar pra casa, com que autoridade você irá contra? Simplesmente não dá! Depois de muito tempo Elliot volta, porque ele ainda nutre sentimentos por Cath e quer reparar a situação toda, mas é aí que a coisa desanda um pouquinho, ela não é nenhum pouco compreensiva, age de modo grosseiro e não perdoa o garoto com facilidade, eu achei isso um pouco melodramático, ambos já cresceram, qualquer um é capaz de ver que ele não foi embora porque quis, simplesmente não tinha escolha. Além disso, Cath vive uma vida que sinceramente não desejo para ninguém, ela trabalha feito louca, sofre bullying na escola, não tem tempo pra si, ela não vive a vida de uma adolescente normal. Elliot tenta ajudar, se aproxima novamente mas ela não dá brecha alguma, em partes por conta da mágoa que ainda carrega e em outras por conta dos segredos que esconde, tudo é muito misterioso quando se trata dela e sua família.


Se você espera algo como Belo Desastre pode ir parando por aí, a pegada dessa obra é totalmente diferente! Apesar do ritmo um pouco lento no início, assim que Elliot volta, as coisas começam a acontecer de maneira mais acelerada, é notável a mudança da protagonista, ela não tem planos e nem expectativas porque diz que suas obrigações são outras, mas quais? Sua casa não é um bom lugar para se viver, ela se sente esgotada e sem forças para lutar contra isso, e o segredo que Cath guarda tão bem é devastador e faz com que tenhamos muito mais empatia por ela.

Eu iniciei essa história esperando algo sensual e bastante explosivo, porque era a marca da autora, mas dei de cara com mistérios, segredos e um romance fofo e bastante gradual. O plot da obra deixa você de queixo caído, eu demorei para entender o que era e quando descobri, fiquei totalmente sem reação, Jamie segue brincando com as minhas emoções desde sempre. Foi uma leitura bastante agradável, um pouco lenta no caminho mas que quando engrenou não consegui mais desgrudar, os personagens possuem uma carga dramática bastante forte e a maneira que eles procuram se ajudar é louvável. O final mexeu bastante comigo e precisei de alguns bons dias para absorvê-lo realmente, essa capa é linda demais e condizente com o enredo, a trama é dividida entre o ponto de vista de ambos os personagens e isso foi bastante importante porque os dois apesar de possuírem dramas muito reais, encaram as coisas de maneiras bem dicotômicas, enquanto Elliot prefere encarar tudo sem medo, batendo de frente, Cath é mais cabisbaixa e aceita as coisas, mais por cansaço, conformismo, seus segredos que deixam ela completamente amarrada… Tudo é muito comprometedor para ela. 

Se você procura uma obra que passeia por vários gêneros, brinca com as suas emoções de todo modo e te prende de maneira sem igual, Todas as pequenas luzes é a leitura certa para você!


Título: Todas as Pequenas Luzes
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus
Nº de Páginas: 350
Sinopse: "Quando Elliott Youngblood vê Catherine Calhoun pela primeira vez, ele é apenas um garoto com uma câmera nas mãos que nunca viu algo tão triste e tão belo. Os dois se sentem excluídos e logo se tornam amigos. Porém, no momento em que Catherine mais precisa dele, Elliott é forçado a sair da cidade. Alguns anos depois, Elliott finalmente retorna, mas ele e Catherine agora são pessoas diferentes. Ele é um atleta bem-sucedido, e ela passa todo o tempo livre trabalhando na misteriosa pousada de sua mãe. Catherine ainda não perdoou Elliott por abandoná-la num momento difícil, mas ele está determinado a reconquistar a amizade dela ― e a ganhar seu coração. Bem quando Catherine está pronta para confiar outra vez em Elliott, ele se torna o principal suspeito em uma tragédia local. Apesar da desconfiança de todos na cidade, Catherine se agarra ao seu amor por Elliott. Mas um segredo devastador que ela esconde pode destruir qualquer chance de felicidade que os dois ainda têm." *Exemplar cedido em parceria com a editora.

43 comentários:

  1. Oi Day! Não li Belo Desastre, mas sua resenha me deixou bem afim de ler esse livro da autora! Amo quando iniciamos a leitura já preparadas para algo e somos totalmente surpreendidos! Me encantou o fato de como os protagonistas são crianças e de como, apesar da vontade são obrigados a se afastarem. Também fiquei achando a Cath meio mimadinha, por culpar o Elliot por ir embora, mas fiquei feliz em saber que depois gostamos mais dela. Estou muito afim de ler! Brigada pela resenha!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Line, Belo Desastre foi uma série muito boa e que me marcou demais, super indico, mas vá de mente aberta, ok? Todas as pequenas luzes é bem diferente, o sentimentalismo e a densidade das situações são bem maiores, gostei disso e indico tanto quanto!

      Excluir
  2. Oi, Day.
    Assim com você, conheço o trabalho da autora da série Belo Desastre e depois com Os Irmãos Madoxx. Achei que esse livro fosse seguir aquele estilo, mas fico feliz em ver que a autora se aventurou em algo totalmente diferente!!
    Adorei!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cami, vai por outro caminho mas naquele estilo da autora, né? Te prende demais!

      Excluir
  3. Li a série Belo Desastre e amei a história, e apesar de pessoa crítica-la por ser abusiva e etc, na época não tive problema algum com a relação dos personagens, muito pelo contrário. Mas, enfim os tempos são outros, e por isso acredito que a autora escreveu uma história que trata mais sobre sentimentos, e um romance leve, apesar de possuir segredos, questões familiares, entre outros. O que me deixou com um pé atrás com essa leitura, e que a todo momento você disse que o desenvolver da trama foi lento, mas o plot que a história me deixou bastante curiosa. Portanto não sei se leio ou não a obra. O que me diz?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lana, super indico, você, assim como eu, pode achar a narrativa lenta em alguns momentos, mas digo para continuar porque o plot vale muito a pena! Talvez o incomodo seja só no inicio enquanto eles são crianças, depois as coisas progridem bem, muito por conta da iniciativa de Elliot.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Eu ainda não tive a oportunidade de ler "Belo desastre", mas tenho bastante vontade, já que vejo falarem super bem. Não sabia ainda deste novo livro da autora, mas parece ser uma leitura realmente incrível, pelo o que tu disse. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lari, leia até a lista de compras dessa mulher, é maravilhosa!

      Excluir
  5. Li Belo Desastre há bastante tempo e na época também curti bastante, agora vejo muitos defeitos na obra e com certeza não pegaria um livro no mesmo estilo para ler. Fiquei muito feliz por saber que a autora não colocou esses elementos nessa nova obra, que tem uma premissa muito interessante. Adorei a resenha e pretendo ler esse livro um dia.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi, é justamente isso, estamos passíveis de mudança, né? Quando mais nova eu achava aquele relacionamento perfeito, hoje vejo com outros olhos, a escrita da autora mudou consideravelmente, pra melhor.

      Excluir
  6. Oiii Day

    Da Jamie eu só li red Hill que adorei, mas tem uma pegada totalmente diferente de Todas as pequenas estrelas. O que mais me empolga aqui é que não é só mais um romance fofo, mas tem mistério e segredos, esse tipo de elemento smepre deixa a história mais interessante. Vou ler esse livro em breve.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Pela sua resenha eu estava curtindo muito o livro, porém chegou na parte da narração ser dividida entre os personagens, coisa que eu não gosto muito, já que a maioria dos autores não trabalha bem isso.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah vai sem medo mulher, a coisa flui de maneira bem gostosinha, ela faz isso bem.

      Excluir
  8. Oi, tudo bem? Não li Belo desastre justamente por causa dos comentários sobre relacionamento abusivo e fico feliz que a autora não tenha repetido esse erro <3 Tô lendo bastantes resenhas desse livro e, a cada nova, fico com mais vontade de ler. Já tá na minha wishlist, mas tô esperando um momento mais propício para comprar. Adorei demais a sua resenha, acho que foi a mais completa que li até agora! Parabéns!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina, obrigada! Eu acho a leitura de Belo desastre bastante válida também, principalmente pra gente avaliar os mocinhos dos livros, sabe?

      Excluir
  9. Olá

    Dificilmente lerei mais livro da autora porque Belo Desastre foi realmente um desastre em tratar um relacionamento abusivo como algo natural e aceitável e sinto que a autora não mudou isso. Já tive contato com outras autoras que seguiram a mesma ideia e risquei eternamente das minhas leituras.


    Sua resenha está maravilhosa, mas passo a indicação.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que pena, nessa obra em especial eu nao senti nada disso ):

      Excluir
  10. Vejo muitos comentários positivos sobre esse livro, ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Gostei de Belo Desastre, a escrita da autora é bem gostoto.

    Post maravilhoso

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Ainda não conheço a escrita da autora, apesar de Belo Desastre estar na minha lista de desejos já tem um bom tempo. Fiquei ansiosa para conhecer essa história arrebatadora e que ainda vem com boas críticas, sem dizer que quero conhecer essa reviravolta que te deixou de queixo caído. Sugestão super anotada.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cami, leia Belo desastre, acho que rende um debate muito bacana também.

      Excluir
  12. Olá...

    Assim como você sou totalmente apaixonada pelos livros da autora! Adorei a sua resenha e ainda não tive a oportunidade de ler essa obra ainda. Encontrei por ai muitas resenhas controversas, mas eu só vou ter uma opinião formada depois de ler a obra e espero que seja em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi May, é justamente isso, cada experiência é única né, vale a pena.

      Excluir
  13. Oi Dayhara.

    Recentemente eu reli os livros do Belo Desastre, porque adoro a história e quero aproveitar que este ano não estou com muitas parceria e ler os livros dos irmãos Maddox que ainda não li e tenho aqui em casa esperando uma chance para entrar na meta de leitura. Como já conheço e gosto da escrita da autora, também quero muito conhecer essa história. Ela já está na minha lista de desejados e depois que li sua opinião, vou tentar adquiri-lo mais rápido. Obrigada pela dica.

    Bjos
    https://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia, tenha acompanhado a sua releitura e tô adorando esse projeto!

      Excluir
  14. Oi!
    Acho muito legal quando temos contato com outras obras do mesmo autor e conseguimos perceber essa diferença entre os livros sem perder a qualidade da escrita.
    Essa obra, apesar de diferente dos primeiros livros da Jamie, parece ser muito boa. Fiquei bem curiosa para realizar a leitura e ver como o plot da obra irá mexer comigo.
    O livro parece ter um suspense gostoso e estou louca para descobrir se dará tudo certo entre Elliot e Catherine.
    Abraços

    FLeituras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabi, eu adoro acompanhar essa mudança porque fica claro que a autora não tá estacionada no que lhe fez sucesso, sabe?

      Excluir
  15. Oi Day!
    Não gostei muito de Belo Desastre, mas nem por isso vou deixar de ler mais alguma coisa da autora, estou encantada com sua resenha parabéns, fiquei curiosa em saber mais do enredo e espero logo ler. Ador esse sentimentalismo e essa sofrência relacionada aos personagens. Obrigado pela dica, bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris, espero que goste dessa obra então, é muito boa!

      Excluir
  16. Oi Day, tudo supimpa?

    Ainda não li esse livro da Jamie, mas amooo a escrita dela. Li Belo Desastre por conta de um clube do livro que eu participava e achei muito legal, mas cai de amores com a Jamie com Red Hill. QUE LIVRO?
    Tô doida para ler esse aí, acho que vou me apaixonar também.

    --
    Tiffannyk
    #thereviewbooks | @thereviewbooks
    http://thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito ler Red Hill, só vejo excelentes comentários a respeito!

      Excluir
  17. Oi Day,
    Não li a série Belo Desastre, mas muitos leitores gostam dela. Tenho os ebooks para ler e espero conhecer a escrita da autora Jamie McGuire ainda neste ano. Já vi Todas as Pequenas Luzes nas livrarias e acho a capa linda demais!! Gostei muito do plot, apesar de já ter lido outras história com o início semelhante. Você disse que o início é um pouco lento, mas talvez isso seja necessário para fazer com que o leitor conheça e se envolva mais com os personagens. Fiquei com vontade de ler.
    Com amor, André
    Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André, essa capa é maravilhosa mesmo! Chama a atenção de longe haha. Concordo contigo, talvez o início mais parado seja justamente por conta disso.

      Excluir
  18. Até agora eu não havia me interessado por esse livro. A capa não me atraiu, a sinopse não me atraiu, achei o título meio sei lá. MAs foi ler a sua resenha que pá, bateu a maior curiosidade. Me pareceu ser uma trama e tanto e espero ter a oportunidade de ler em breve.

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu li Belo Desastre quando foi lançado, e me lembro da euforia que foi esse lançamento, foi o livro que me fez amar o gênero New Adult! Fiquei sabendo desse lançamento da autora, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele, e agora me bateu uma saudade de ler os livros da Jamie, fiquei interessada, e doida pra saber as emoções que a história me reserva, vou colocar na lista de desejados <3

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, senti até certa nostalgia lendo seu comentário haha foi Belo Desastre que me fez gostar de New Adult também!

      Excluir
  20. Olá, tudo bem? Sim, Jamie também marca bastante minha adolescência, e não sei se a Carol de quase 8 anos atrás é a mesma de hoje. Ainda não arrisquei nessa leitura justamente por causa dos problemas que hoje vejo em Belo Desastre, mas sua resenha retirou minhas dúvidas. Com certeza darei uma chance esperando um ótimo enredo. Amei suas fotos <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, vá sem medo! Entendo totalmente a sua posição porque também me senti assim, mas vale a pena!

      Excluir
  21. Olá!
    Assim como você minha adolescência também foi lendo "Belo Desastre" e ainda preciso ler os outros livros dos Maddox ♥ e a Jamie me conquistou rápido com sua narrativa bem dinâmica e eletrizante, assim como você falou sobre as questões romantizadas, se leria hoje também iria acentuar esses pontos. Assim que esse livro saiu fiquei com um pé atrás, mas tenho lido algumas resenhas e tenho me animado para realizar a leitura e depois da sua opinião quero me aventurar nesse romance. ótima resenha!

    beijos!
    Tahis

    ResponderExcluir
  22. Ola Day lindona, assim como você não li nada da autora depois da série. Fico feliz em saber que a autora trouxe um romance mais fofo e com outro temas abordados. Eu amo histórias onde os protagonistas se conhecem desde crianças e criam laços que ultrapassa a amizade. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  23. Me pareceu bastante interessante esta obra. Não li Belo Desastre então não posso dar minha opinião, mas acredito que com toda esta situação, a garota deveria ser mais compreensiva, né?

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Suelen Marques - Web Design
Para o topo!