Posts Recentes

RESENHA #Acredite

14 de junho de 2019


Oi pessoal, aqui é a Thais e hoje vim trazer uma dica um pouco diferente para vocês, uma mistura de Conto de Fadas com os tempos modernos. Eu nunca tinha ouvido falar dessa obra, mas conheço muito bem a plataforma em que ela foi publicada, porque Wattpad é muito o amor da minha vida. Para quem não conhece, o Wattpad é uma plataforma de livros online (que também tem app), onde você pode encontrar tanto os seus livros favoritos quanto livros inéditos e não publicados escritos por autores de todos os cantos e dos mais diversos gêneros. E fico feliz em ver mais uma autora desse mundo online levando sua história para o mundo das páginas impressas.

Nessa história o mundo é dividido entre Braites e Lalulis. Os Braites são seres poderosos, superiores, que sempre preservam o otimismo, a alegria, o amor e a leveza, porque esses são os componentes principais para sua magia ser tão poderosa. Os Laluli são vistos como inferiores e mais fracos, pessimistas por natureza, tristes e vivem numa realidade muito mais dura e difícil, e conseguem fazer apenas as magias mais simples, ao contrário dos Braites que vivem num mundo todo colorido e nas nuvens (isso não é só modo de falar, as casas deles flutuam). Eles vivem lado a lado, mas distantes ao mesmo tempo, com um grande preconceito e desprezo que formam um muro entre si e que eles consideram como harmonia. Uma das maiores regras dos Braites é que jamais devem se envolver com um Laluli, porque segundo as histórias, eles fazem com que os Braites fiquem mais fracos e percam sua magia. E isso, sendo os Braites tão orgulhosos de seu poder, é uma das maiores desgraças. E é nesse cenário revoltante em que vive a adolescente Pamela Morning Star, uma jovem Braite que, contrariando as regras, está apaixonada por um Laluli.

Pamela tenta conter seus sentimentos, tenta se manter afastada de Raul, o garoto de cabelos roxos e olhos cor de mel por quem está apaixonada. Todos dizem que ela não deve se envolver com ele, ela foi criada para não se envolver com alguém como ele, mas todo o esforço se mostra insuficiente e um completo desastre, tanto para um quanto para o outro. E afinal, se o amor é uma das forças que potencializam a magia, o que tem de errado ficar com quem ama? Foi seguindo esse questionamento que Pamela seguiu em frente, dando as costas para as regras e se entregando aos seus sentimentos. No entanto, ao assumirem um relacionamento, Pamela e Raul tem que passar pelas mais diversas provações, em especial Pamela, que é arrancada de sua vida, sua casa, sua família, apenas porque se apaixonou por alguém que é “diferente” dela.  Por altos e baixos, com o apoio um do outro e superando todas as probabilidades, os dois acabam derrubando todas as antigas crenças preconceituosos que separavam os seus povos e nesse caminho acabam descobrindo um poder nunca imaginado, um tipo de magia que vira o mundo de Braites e Lalulis de cabeça para baixo e acaba gerando uma verdadeira revolução em tudo aquilo que acreditavam que sabiam sobre magia.


#Acredite foi uma leitura diferente para mim, principalmente porque, a princípio, eu não tinha notado que era uma leitura infanto-juvenil, então talvez por isso eu tenha tido um pouco de dificuldade no começo da leitura. Eu sinceramente me irritei muito com a Pamela no começo da história, justamente porque achava ela um tanto irritante, mimada e com uma tendência para o drama. Mas ai parei para pensar que, na maioria dos contos de fadas, ou basicamente todos, as mocinhas das histórias sempre tem alguma situação meio desafortunada, para Pamela calhou de se apaixonar pelo cara que o seu povo considerava “errado” para ela, tudo por causa de preconceitos que são muito bobos, mas que se pararmos para notar, de algum modo, não é muito diferente da nossa realidade. Apesar de ela própria não estar muito alheia em seus sentimentos, pelo menos em alguns momentos, talvez por sua criação, dessa segregação social entre Braites e Lalulis. Ela questiona o tempo todo o porque disso e até mesmo tenta fazer as pessoas perceberem o quanto essa divisão é uma bobagem, que eles eram um só povo e que ainda são, mesmo com suas diferenças, que nem chegam a ser tão grandes assim.

Fiquei realmente irritada por, na concepção dos Braites, eles não poderem ficar tristes, porque isso “prejudica sua magia”. Tipo, que ser na terra fica feliz o tempo todo? Tanto que tem um momento em que a Pamela esta super triste e os pais dela nem sabem o que falar para ela, porque aquela não é uma situação a qual estão acostumados. Para eles é como se o mundo fosse feito de unicórnios e arco-íris, o que é uma coisa bem hipócrita deles pregarem, já que eles tem um comportamento muito odioso com os Laluli. Mas enfim, que sociedade não é estigmatizada? Eu acabei gostando da forma como Pamela, de certo modo, amadureceu no decorrer de poucas páginas, que ela passou a pensar um pouco mais no mundo e não apenas em si mesma, até porque a atitude dela de dar as costas para a antiga vida e quebras as regras para namorar Raul gerou um certo impacto nas outras pessoas. Gostei também da mensagem que toda a obra passa, de que o amor é importante, claro, muitos dos personagens demonstram isso, mas tão importante quanto isso é você acreditar em si mesma(o), acreditar que é capaz. Porque o acreditar é realmente algo muito poderoso quando você para pra pensar, porque na maioria das vezes é isso que impede ou motiva você a fazer alguma coisa. Então foi algo que achei legal, uma temática interessante.

O livro é bem curtinho, então é uma leitura rápida e a linguagem é bem fácil. Os capítulos também são curtos, são separados por umas artes muito amorzinho e é tudo bem organizado. A história por si só é bem rápida, tanto que eu li ela em metade de um dia. Além disso, é uma edição bem amorzinho. Tem alguns, não chegam a ser erros gramaticais, mas é como uma falta de alguns termos ou palavras aqui e ali, mas nada grave que gere descrédito na obra. Sinceramente, essa não foi um livro pelo qual eu fiquei apaixonada, talvez por não ser exatamente o meu tipo de leitura, sei lá, mas gostei muito da mensagem que a autora passou, sobre o que nós somos capazes de fazer quando acreditamos em nós mesmos. É algo que com certeza vou levar comigo.

“E a história que vou contar a vocês é sobre esse tipo de amor, esse amor mágico, que transforma. Mas a história não é só sobre amor, é muito sobre acreditar.”

Título: #Acredite
Autora: Eliane Quintella
N° de Páginas: 143
Sinopse: “Existe um mundo mágico, mas seu povo é dividido de acordo com seus poderes. Braites são mágicos mais poderosos e dominam a energia da transformação. Lalulis conseguem fazer apenas as mágicas simples. Os Braites mantêm sua magia forte, pois cultivam a leveza, a harmonia e a alegria, já os Lalulis não são capazes de aumentar seu poder de magia, pois são pessimistas por natureza e preferem se deixar dominar por sentimentos pesados a serem fúteis como os Braites. Nesse mundo dividido, Pamela, uma jovem Braite, se apaixona por Raul, um Laluli. Porém, os dois acreditam que o amor é uma força poderosa e estão dispostos a desafiar a ordem das coisas ficando juntos. O casal é submetido a duras provações que desafiam a força do amor e a crença que separa aquele mundo.”

14 comentários:

  1. Ai, que legal... eu gosto dessa espécie de releitura. Apesar que nesse caso não é bem isso. Mas, sim uma mistura. Li algumas já. Adorei umas versões, até resenhei uma releitura de Frankestein que foi uma leitura e tanto. Mas, outras não me agradaram muito.
    Faz muito tempo que não uso o Wattpad, mas concordo que tem muita coisa boa, muitos autores excelentes. Sinto até falta.
    Eu adorei suas fotos, e a arte do livro. Ficou tudo muito especial. Belo post. Um abraço!

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  2. Você falou realmente muita coisa certa sobre a história. Sobre a personagem isso é bem real, a gente sempre imagina uma coisa mas a gente sabe que pela idade não dá para imaginar muito e sobre o povo também. Estou vendo muita gente falando deste livro e sei que é meio que fantasia.
    Obs.: adorei a forma como você fotografou os colaboradores ali do lado no blog.

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem? Eu costumo curtir muito releituras, sua resenha me deixou curiosa, porém as ressalvas me desanimaram um pouco. Eu ainda não tinha visto esse livro. Não sei se o leria por agora, mas quem sabe mais para frente.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    Ah que mensagens lindas o livro possui! ♥
    Gostei também dos personagens amadurecerem durante a história, acho importante isso em livros juvenis e nossa não pensei que todo o livro pudesse ser tão profundo.

    ResponderExcluir
  5. Oi.

    Conheço muito bem o wattpad, estou sempre lendo alguma história nova por lá. Essa eu ainda não conhecia, mas depois de tudo o que você apontou sobre os personagens, estou na dúvida se vale a pena a leitura. Personagens irritantes e minadas me dão nos nervos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Logo de início imaginei que se tratava de uma história mais juvenil, o que para mim não é problema, pois gosto de ter livros mais leves para ler, são ótimos para fazer eu me recuperar após leituras densas.

    Bacana quando o livro deixa alguma marca na gente, mesmo se for sutil.
    Vou colocar este na minha lista de desejados com certeza.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Adoro livros curtinhos que nos conquistam. Pelo enredo parece cativante, e pela sua opinião acho que irei gostar bastante. Dica mega anotada! E adorei o quote <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi! Achei a edição tão linda! gostei de como o livro trás reflexões e mensagens que ajudam muito a mudar nossa visões sobre algumas questões.. Gostei de como os personagens crescem e evoluem durante a história! Amei a dica!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  9. Está aí uma capa lindíssima! Eu sou apaixonada por contos de fadas ou histórias que relembram este universo tão mágico e fascinante. E gosto dessa coisa de amor proibido.rsrs Muitas das melhores histórias geralmente envolvem situações parecidas, de personagens não poderem ficar juntos por inimizades entre suas famílias, diferença de classe social, cor de pele, profissão, costumes etc. Sempre há um motivo para os casais ficarem separados e nós ficarmos torcendo por eles.

    Como eu disse, esse elemento de "casal não pode ficar junto porque são de mundos diferentes" não é nenhuma novidade, não é nada atual. Na verdade, é clichê até. Mas existem clichês que funcionam muito bem e a novidade nesse livro é esse novo universo mágico. Achei interessante isso de um grupo estar sempre feliz, otimista e sua magia ser mais forte por conta disso e o outro grupo ser infeliz e pessimista. Fiquei curiosa para saber como a história irá se desenrolar.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Eu amo ler no wattpad, da pra encontrar livros incríveis por lá. Esse eu já tinha conhecido através de uma pessoa e ele está na minha lista do wattpad, quero muito ler. Principalmente que fiquei super curiosa com os personagens, essa coisa de não poder ficar triste e tal, bizarro hahaha.

    ResponderExcluir
  11. Que capa mais fofa! Não conhecia a obra, é a primeira vez que vejo falar dela. Gostei da premissa, e que bom saber que é uma leitura rápida. Adorei a resenha!
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Eu gosto de algumas releituras. Apesar de ter conhecimento que tem muita coisa boa no wattpad, não costumo visitar e ler o que está por lá. Gostei de saber da mensagem que passa, de ser um livro curto e envolvente.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    A edição parece estar bem charmosa mesmo!
    Que bom que o livro lhe conquistou, pois como você disse que não é muito o seu estilo, é ótimo quando um livro nessa situação nos conquista verdadeiramente. Confesso que faz um tempo que estou curiosa para com essa obra, desde seu lançamento, sua resenha só aguçou isso ainda mais.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. Olá, não conhecia o livro nem a autoria mais amei a capa e premissa, uma pena que seu conteúdo não te agradou tanto quanto poderia, beijos!

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Suelen Marques - Web Design
Para o topo!