Posts Recentes

RESENHA Beijos em Nova York

1 de abril de 2020

Se tem uma coisa que eu amo são esses romancinhos que a Galera Record lança, leituras sempre leves, que você consegue conduzir de maneira bastante ágil e quando vê a história já terminou e você fica com o coração quentinho. Quando há algum tipo de ambientação específica então, o amor só aumenta! Foi isso que aconteceu em Beijos em Nova York, uma narrativa que tinha tudo para ser sobre términos mas deu uma baita lição sobre recomeços.


Na véspera do Natal vamos conhecer Charlotte, que acabou de levar um pé na bunda de seu namorado, nesse momento ela está angustiada, pronta para ir embora de volta para a Inglaterra porque só quer esquecer que aquilo de fato aconteceu, mas como bem sabemos tudo é um verdadeiro transtorno nesse período e um voo nessa época é quase impossível, Charlotte precisará passar o Natal por lá e ela não vê como fazer isso acontecer sem se depreciar de todas as maneiras possíveis, e então de modo abrupto ela acaba presenciando um término de namoro, o de Anthony, que sem querer descobre que sua namorada está apaixonada por outra pessoa, enquanto isso acontecia Charlotte acabou adquirindo o livro Supere seu ex em 10 passos, disposta a fazer algo por si, ela decide embarcar nessa jornada e Anthony acaba indo junto, por não querer passar o Natal em família, após estar solteiro e tudo mais. 
“A maioria dos sonhos não se realiza, ao menos não para a maioria das pessoas. Mas ao menos você vai poder dizer que correu atrás deles.”
O que vamos ter aqui basicamente é Anthony acompanhando Char enquanto ela tenta seguir o passo a passo desse livro de auto ajuda, que ela sabe bem que é composto por frases muito clichês mas que são importantes nesse momento em que o coração ainda dói, sabe?

A narrativa vai acontecendo de modo intercalado, vamos observando o ponto de vista de ambos os personagens e assim podemos perceber como eles eram pessoas incríveis e que se relacionaram com pares horríveis, o ex de Charlotte tem um comportamento pra lá de problemático, e a ex de Anthony não tem sentido algum com ele, mas quando se ama, muita coisa não se vê, né? É por meio desse livro que os dois vão descobrindo como eram pessoas absolutamente maravilhosas antes desses relacionamentos e não precisam disso para serem felizes, é claro que esse processo todo é bastante doloroso e difícil de superar, mas me parece que os dois criam uma cumplicidade tão fofa, que tudo fica mais fácil de lidar. A obra é muito rápida, de modo literal mesmo, a história parece acontecer em um dia só e você simplesmente não consegue desapegar da narrativa porque quer que os dois fiquem juntos, que esse seja um bom Natal e tudo mais. Esse acaba por ser um ponto negativo também, por ser uma história rápida, nada é muito aprofundado, o final por mais condizente que seja acaba acontecendo de maneira bastante rápida e você fica com aquela sensação de quero mais, porque de fato falta um certo aprofundamento nos personagens. Mas por outro lado, essa é a proposta da obra, uma narrativa rápida e que vai te conquistar principalmente pela ambientação. Para você que gosta de descobertas, romances rápidos e uma história muito amorzinho, Beijos em Nova York é o livro certo para você.


Título: Beijos em Nova York
Autora: Catherine Rider
Editora: Galera Record
Nº de Páginas: 240
Sinopse: "É véspera de Natal no aeroporto JFK, em Nova York. Mas Charlotte, uma estudante britânica que veio à cidade para um intercâmbio que acabou se transformando no pior semestre de sua vida, não está exatamente sentindo esse clima natalino: como se não bastasse ter levado um fora recentemente, percebeu que, devido a uma nevasca, não conseguiria retornar a Londres para passar a noite de Natal com sua família. É então que, sozinha no aeroporto e desesperada para ir embora, conhece Anthony, que, coincidentemente, acabou de levar um fora – e pior: em público. Munidos de um livro de autoajuda, “Supere seu ex em 10 passos fáceis”, e determinados a, de fato, superarem suas desilusões amorosas, os dois passarão a noite de Natal cruzando a cidade de Nova York – e, sem querer, embarcarão também numa viagem de autodescoberta que mudará sua trajetória."*EXEMPLAR CEDIDO EM PARCERIA COM A EDITORA.

10 comentários:

  1. Eu também gosto de romancinhos assim, mais leves mas que nos prendem, Ser na época do natal então, já me ganhou. Quero comprar e deixar pra ler no fim do ano.
    Valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Eu vi esse livro na época de lançamento e fiquei super curiosa. Gosto de romances leves, porém essa questão de não ser tão aprofundado me pode ser um problema. Enfim, quero ler para tirar minhas próprias opinião, e a ambientação é no estilo que gosto. Adorei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Dayhara.

    Eu vi o lançamento deste livro mas ainda não tinha lido uma opinião sobre ele. Pela sua resenha parece ser uma história agradável de lê-la, ainda mais sabendo que é uma leitura rápida. Vou adicionar na lista de desejados.

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem ?
    Eu amo NY e reviver essa cidade, ainda mais agora que não dá pra visitar, me deixa muito feliz e por is só eu fique com vontade de ler.
    Me incomodou o fato do livro ser raso, pois alguns na mesma temática conseguem aprofundar em alguma temática né ?!
    Mas gostei da sua resenha.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Essa capa está tão linda e a premissa me chama muita atenção! Adoro histórias que são intercaladas no ponto de vista de cada personagem, assim como romances rápidos. Estou vendo muitas resenhas positivas dessa obra e estou cada vez mais curiosa.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  6. Oi, Dayhara.
    Acho que esse é exatamente o tipo de livro que estou precisando no momento.
    Nada de longas séries ou textos muito profundos... Só um romance fácil e rápido de ler!! Rs...
    Amei a dica e vou ver se está disponível para compra em ebook, porque comprar livro físico nesse momento, não tá rolando não! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Oi, Dayhara!
    Gosto de livros que se passam em 24 horas, mas sei também que tudo depende de como o autor conduz a história. Parece ser um romance muito bonitinho e leve. rsrs
    bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Eu estou tão apaixonada por essa capa de livro... Não sabia nada sobre ele e estou encantada por ter tantos elementos que me agradam e me deixam felizes!!! Dica anotada!!

    ResponderExcluir
  9. Eu também gosto de histórias leves, para passar o tempo e aliviar o coração, mas o que não pode acontecer é eu sentir que "faltou algo" no final, que tudo foi corrido demais, rápido demais. Um livro pode ser leve, fofinho e encantador, sem pecar por falta de aprofundamente da relação dos personagens principais. Talvez isso viesse a me incomodar nessa história.

    ResponderExcluir
  10. Oie, tu confesso que esses romances são ótimas leituras, principalmente para momentos como o que estamos passando atualmente. Mas não consigo me empolgas, tenho a impressão que são todos muito parecidos, e gosto de ser surpreendida. Mas sempre são dicas muito bacanas.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados 2019 |
Desenvolvimento por: Suelen Marques - Web Design
Para o topo!